Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Ninjutsu Elemental
Hoje à(s) 13:19 por Fesant

» Duvidas, sugestões e correções
Seg 21 Maio 2018, 15:02 por Kagekiyo

» Feliz Ano Novo! Novidades do SnS para 2018!
Ter 08 Maio 2018, 23:24 por Fesant

» Naruto ''Shinobi no Sho'' - Livro Básico
Ter 08 Maio 2018, 23:20 por Fesant

» Dúvidas do Sistema
Dom 06 Maio 2018, 11:53 por Fesant

» Impressões e Dúvidas do Sistema
Ter 24 Abr 2018, 12:20 por Fesant

» [Dúvida] Genjutsu
Sex 06 Abr 2018, 13:08 por Fesant

» .:: Chat ::.
Sex 06 Abr 2018, 12:54 por Fesant

Parceiros
------------------------
------------------------
Naruto D20 System
------------------------
RPG News
------------------------
RPG Brasil
------------------------
Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 03 |

Ir em baixo 
AutorMensagem
Darthix
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 377
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 23

MensagemAssunto: Episódio 03 |    Seg 29 Jan 2018, 22:08


Abertura




Mesmo muito ferido, principalmente após sofrer o ataque fuuton de Yagura, o inimigo de nome Gakushi se levantou, como se não sofresse qualquer dor, embora o estado de seu corpo disse o contrário. As roupas estava dilaceradas e a pele repleta de cortes, escoriações e borrões de sangue. E mais uma vez ele buscou atacar, correndo contra Jin. Pela segunda vez, Lie sentiu um súbito aumento de chakra no corpo do ninja enfermo, que foi acompanhado de um aumento igualmente instantâneo de velocidade. A variação inesperada da velocidade surpreendeu Jin, que somente moveu seu corpo no último instante, deixando-se ser chutado pelo oponente na altura do ombro. Graças à armadura de chakra Raiton, mal sentiu dor com o ataque. Contudo, isso não o impediu de notar que a força de Gakushi também havia aumentado.

Enquanto isso, Hagane avançava contra Lie, conseguindo acertar um soco em seu rosto. Do outro lado, os cinco civis doentes ainda tentavam atacar Yagura. Entretanto, era tarefa fácil para o ninja se esquivar de cada ofensiva.

Jin olhou para a região de seu ombro, perto de onde havia sido atingido pelo golpe. Espantou-se em ter sido acertado, assim como a força aumentada do inimigo. Não havia outra opção naquela situação além da qual já imaginava: ele tinha que ser finalizado. -- Elbow! - Sawamura rodopiou o corpo mesmo naquela curta distância que tinha para com o inimigo, revelando uma agilidade de se admirar. Ao final do giro, terminou desferindo uma cotovelada no peito de Gakushi. Ainda que aquele golpe tivesse o poder de arremessar, o ninja renegado pretendia mesmo era acabar com a luta naquele instante.

Apesar do pequeno susto, Jin era forte e experiente o suficiente no combate para não se deixar abater. E dessa forma, com a habilidade de luta masterizada por anos, desferiu uma cotovelada certeira no peito de Gakushi. Com a força, este foi novamente jogado, parando a 18 metros daquela posição após rolar repetidas vezes no chão molhado. Todavia, dessa vez ele não se levantou. Quedou-se caído, aparentemente inconsciente.

A situação havia saído de controle. Se Yagura não finalizasse essa batalha o quanto antes, seus companheiros provavelmente poderiam terminar por se infectarem - ele próprio corria perigo, considerando que os numerosos inimigos que enfrentava poderiam facilmente amontoar-se por cima dele. Dando um ligeiro salto para trás, o Fuuma iniciou um sequência rápida de selos e prostrou as mãos diante do corpo. Ele inspirou fundo, exalando em seguida um turbilhão de água que, sob forte pressão, condensou-se em uma esfera. Disparada contra os oponentes, a esfera colidiu contra o solo e explodiu, impactando todos ao redor: Suiton: Teppoudama!

A explosão de água se transformou numa pequena torrente, que varreu de vez os cinco civis doentes que ainda estavam de pé. Eles foram arrastados por 10m. Três rolaram pelo chão, e lá ficaram, enquanto os outros dois foram arremessados para os lados, esbarrando no muro de uma casa com força e escorrendo até o chão, caindo sentados e inconscientes.

Até então, todo o combate estava sob controle. Jin e Yagura pouco se esforçaram para acabar com os inimigos infectados que insurgiram contra eles. Mas quando olharam em volta, uma situação totalmente indesejada ocorria: Hagane, o ninja contagiado que restava, havia agarrado Lie, imobilizando-a pelas costas com ambos os braços.

O ninja renegado focou o seu olhar em Hagane, sabendo da situação delicada em que se encontrava. Uma vez que o inimigo estava incapaz de raciocinar, qualquer outra atitude além de separar os dois à força seria ineficaz. Apesar do risco, a única alternativa era aquela. E Sawamura o fez. Ressurgindo ao lado de Hagune, colocou as suas mãos entre ele e Lie, usando de pura força bruta para empurra-los em direções contrárias.

Quando começou a manobra para separar Hagane e Lie, Jin achou que seria fácil. O nukenin era forte e estava acostumado com situações do tipo. Contudo, segundos após começar, encontrou uma resistência descomunal do ninja que, supostamente, deveria ter o nível de um jounin especial e com força e habilidade bem inferiores a Jin. Quanto mais o shinobi de Kumo forçava para afastar os dois, mais Hagane forçava de volta, resistindo. Mas aquela força, tal como ocorria com o já abatido Gakushi, possuía picos aleatórios de aumento e o ninja infectado não conseguiria contra-resistir a Jin por muito tempo. No último instante, quando Jin estava prestes a separar os dois, Hagane desistiu de resistir e tentou morder o braço do nukenin, que imediatamente usou ainda mais de seus músculos para empurrar Hagane de vez, finalmente separado-o de Lie. A garota suava frio, ofegante, mal conseguindo falar, e somente deixou um olhar quase choroso de agradecimento a Sawamura.

Yagura livrou-se dos inimigos assim que o perigo passou para sua companheira. De longe, observou o cenário improvável de seus dois aliados enfrentando aquele homem em combate corpo-a-corpo - na cabeça do Fuuma, a preocupação de se infectarem era constante. Movendo as mãos adiante, um grupo de shurikens surgiu entre seus dedos como se removidas das sombras. Yagura curvou-se para frente e as disparou contra o oponente, de forma que um conjunto de oito estrelas voaram contra o inimigo. Quando estavam próximas de fazer contato, simplesmente passaram direto! As mãos do shinobi imediatamente se puxaram em um x diante do corpo, num movimento brusco, revelando haver linhas presas aos projéteis, que mudaram de direção e começaram a enrolar-se ao redor do corpo do inimigo: - Precisamos sair logo daqui!

Quando viu o inimigo enrolado por fios metálicos, Lie imediatamente aproveitou a chance para correr, afastando-se do mesmo. E logo viu que foi a melhor ação a se tomar. Utilizando novamente de um súbito aumento de força, Hagane abriu ambos os braços que estavam presos junto ao corpo, quebrando os fios.

Tendo agora total liberdade para atacar o sujeito, Jin desferiu um poderoso gancho na barriga, visando finaliza-lo o mais rápido possível - ainda que estivesse bem longe disso, visto a situação quase ilesa do oponente.

Quando Jin buscou acertar a barriga de Hagane, foi surpreendido mais uma vez. A velocidade do inimigo aumentou instantaneamente, um segundo antes do golpe conectar em seu corpo. Hagane girou o corpo, mostrando que, embora infectado e sem noção da realidade, suas habilidades como ninja ainda estavam presentes. No ato, esquivou-se do soco de Jin e ainda colocou-se em posição perfeita para tentar agarrá-lo, já começando por segurar com força seu braço, pouco se importando com o chakra elétrico que rodeava o corpo do nukenin.

- Tsc... Quanto mais tempo levamos aqui, mais tempo podemos terminar cercados. Toda essa situação vai além do que imaginávamos. - Yagura correu em direção ao inimigo, suas mãos movendo-se para a formação de selos em grande velocidade a cada passo que dava adiante. Quando chegou entorno de cinco metros de distância de seu alvo, concluiu os selos e se agachou levemente, apoiando as mãos no chão para amortecer o coice da técnica. De sua mão direita uma gigantesca shuriken surgiu feito uma sombra - ele a arremessou verticalmente contra o oponente, momento no qual a fricção das lâminas contra o ar a untaram em chakra e uma gigantesca espiral de vento se formou ao seu redor, cortando o chão conforme se locomovia contra o alvo.

Yagura fazia muito jus ao posto de líder do clã Fuuma, o que foi demonstrado pela técnica utilizada. A grande shuriken, untada de chakra fuuton, avançou em linha reta contra Hagane, tornando-se a melhor forma possível de atacá-lo sem ferir Jin. Com a alta rotação e o chakra elemental de vento, o poder de corte foi aumentado, rasgando a roupa e parte da pele de toda a região das costas do jounin infectado, que somente conseguiu evitar parte do ataque ao aproximar um pouco mais seu corpo da posição de Jin. Entretanto, mesmo sofrendo os danos daquela grande técnica, o shinobi enfermo prosseguiu com seu intento: movendo-se agilmente para trás, puxou o braço direito de Jin no mesmo ato, ao passo em que também conseguiu puxar o braço esquerdo, completando a imobilização. E assim, um perito em Taijutsu foi momentaneamente subjugado, aumentando ainda mais o nível de alerta de perigo da situação.

A situação tornou-se mais preocupante do que o esperado. Apesar disso, Jin não deixou-se abalar, ou ao menos não importava-se tanto a ponto de demonstrar isso. Estar agarrado por um ninja infectado, no entanto, requeria a sua devida atenção. Com uma expressão singular em seu rosto - ele parecia entediado e ao mesmo tempo ansioso - Jin voltou seu olhar para Yagura, ao longe, proferindo algumas palavras, como se elas tivessem algum significado por detrás delas, agindo como um código. -- Yagura-san, vou fazer "aquilo". Pode atacar com tudo. - Ainda que não tivesse feito nada ainda, algumas faíscas surgiam ao redor do corpo de Sawamura, como se ele estivesse prestes a fazer algo, esperando apenas o momento certo para tal.

A proteção de seu aliado era o suficiente para que Yagura se mantivesse confiante em arriscar um ataque que também o acertasse. De fato, aquela tática já havia funcionado antes - com um ligeiro sorriso no canto dos lábios, Yagura realizou alguns poucos selos e abriu os braços, de forma que os pergaminhos presos se desenrolassem até a altura do chão. Ele os brandiu e fez com que a ponta dançasse no ar até alcançar a palma das mãos: - Fuuma Ninpou: Zankooku Ansatsu (Arte Ninja do Demônio do Vento: Assassinato Cruel) - Cinco shurikens gigantes em formato de redemoinho surgiram no ar. Suas lâminas curvadas rápidamente se separaram como se expelidas do corpo principal, e todas voaram em uma chuva de gumes perfurantes em direção ao inimigo, criando um turbilhão de foices negras.

Sawamura Jin e Fuuma Yagura já se conheciam há 1 ano. Esta era somente uma de várias outras estratégias que desenvolveram em conjunto, neste ano de lutas em dupla. Quase nenhuma estratégia veio por algo planejado. Ao contrário, foram descobertas no improviso, no dia-a-dia como ninjas guerreiros que eram. As lâminas negras das shurikens avançaram rapidamente contra Hagane, mesmo este estando segurando Jin. Yagura não precisava se preocupar com seu aliado: a armadura Raiton, potencializada no momento certo, faria o papel de protegê-lo de qualquer dano que as lâminas pudessem causar. E assim, a Hagane foi envolto de borrões negros que cortaram todo o seu corpo, fazendo-o vomitar sangue logo antes de afrouxar sua imobilização contra Jin e se deixar cair ao chão, inconsciente. Finalmente, e com mais problemas do que se imaginava, a luta havia acabado.

Ou era o que os ninjas gostariam de dizer. Quando somente o silêncio parecia pairar sobre o ar, sons de passos rápidos começaram a ser ouvidos, aos montes e em aproximação. Os shinobis olharam ao redor e notaram que mais 20 pessoas com traços de infecção começavam a se aproximar. Por sorte, ainda estavam longe, mas era impossível saber quanto mais poderia haver naquele bairro entregue à Doença da Fome.

- Precisamos sair daqui, mas não quero que o restante da população seja exposta. Não sabemos se há alguém forte entre estes infectados e meu chakra já se encontra esgotado. Vou atacá-los, me passe um dos pergaminhos quando eu terminar, por favor. - Após dar seu parecer, Yagura sacou um pergaminho de sua perna e o prostrou entre os dentes. Suas mãos realizaram uma série de selos e, em seguida, o pergaminho foi aberto, escorrendo queixo abaixo até a altura de seu peito. Ele aguardou conforme um turbilhão de água se formou ao seu redor, num redemoinho gigante - assim que o grupo de infectados chegasse na área de sua técnica, quedaria todo o poder da onda contra eles.

Jin olhou com uma feição sem expressão para Yagura. Ainda que só achasse melhor fugir dali, jamais questionaria um decisão do companheiro. Um dos principais motivos de ter se juntado a alguém com as características de um líder foi para nunca ter que tomar decisão alguma. Em parte, imaginava que isso de certa forma facilitasse a dupla. Ter alguém ao seu lado que sempre o seguiria independente de seus passos era algo raro. Provavelmente ninguém o faria como Jin. Retirando o pergaminho de suas costas, rapidamente aproximou-se de Yagura e o estendeu para que ele o pegasse.

O líder do clã Fuuma precisou aguardar que a nova leva de pessoas infectadas se aproximasse um pouco mais, para estar no alcance da técnica suiton que liberaria de um de seus pergaminhos. Quando finalmente estavam a 10m de distância, posição mais que suficiente, Yagura liberou o jutsu suiton. Uma grande quantidade de água jogou do pergaminho, caindo ao chão e então se transformando numa grande onda que varreu todos os 20 infectados, sem exceção. No momento em que haviam se aproximado, o Fuuma já havia confirmado que se tratava de mais civis, pobres contagiados pela misteriosa doença.

Visto que nenhum havia sobrado, o Fuuma pegou o pergaminho com seu companheiro e o agradeceu ao curvar a cabeça levemente, em sinal de respeito: - É provável que hajam muitos outros, mas não temos tempo agora, infelizmente. Vamos levar o sobrevivente dos Anjos conosco. Lie, se assegure de mantê-lo desacordado durante a viagem.  - Com o pouco de chakra que o restava, Yagura criou diversos fios afiados que usou para amarrar o corpo de Gakushi. Em seguida, o prostrou nos próprios ombros e bateu retirada junto de seus companheiros.

Cessando a técnica que emitia eletricidade pelo corpo num fomato de armadura, Jin sinalizou com a cabeça que concordava com o dito por Yagura. Indo logo atrás do mesmo, retirou-se dali na mesma velocidade dos demais, atento a tudo em sua volta para caso o grupo precisasse de cobertura para algo.

Lie simplesmente acenou positivamente com a cabeça, indicando que iria realizar o pedido de Yagura. Se fosse alguns poucos minutos atrás, a personalidade da kunoichi a faria questionar a ordem. Entretanto, todo o caos vivido naqueles instantes e a demonstração de poder do Fuuma aparentemente mudaram a concepção da mesma... ao menos por enquanto. E então o grupo completou o seu intento, deixando o nicho da infecção com o receio de que um grande problema poderia se iniciar a partir da li. A Doença da Fome era real e mais perigosa do que chegaram a imaginar.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Episódio 03 |
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Tenkai :: Amegakure no Sato (Vila Oculta da Chuva)-
Ir para: