Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Episódio 49 | A Reunião
Dom 06 Ago 2017, 19:15 por Fësant

» Dúvidas do Sistema
Ter 01 Ago 2017, 11:33 por Fësant

» Episódio 46 | Ou Himitsu?
Seg 26 Jun 2017, 02:57 por Fësant

» Episódio 48 | Encontros Esperados
Sab 24 Jun 2017, 18:09 por Inozaki

» Episódio 47 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:19 por Fësant

» Episódio 44 | A Aliança
Seg 12 Jun 2017, 14:11 por Fësant

» Episódio 43 | O Espião e o Outro Lado
Seg 12 Jun 2017, 11:47 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 41 | A Resposta do Andarilho

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Episódio 41 | A Resposta do Andarilho   Sab 17 Set 2016, 18:29


Abertura




Zenzaki nada fez quando Genji o segurou pelas vestes. Simplesmente deixou seu corpo maior e mais robusto ser levado pela impetuosidade do garoto, sem contestar. A tristeza parecia não sair do semblante do Eremita Bêbado, mesmo com as palavras fortes de incentivo. E quedou assim, olhando o Chuunin, um jovem ninja que lutava com todas as suas forças para manter vivo o ideal da Vontade do Fogo... Algo que, para o Andarilho, parecia não mais existir ou, no mínimo, estava esquecido. Genji notava a falta de reação de Zenzaki, e quase se deixou abalar na convicção. Quase pensou ser aquela uma batalha perdida. — Hahahaha! — gargalhou o homem, deixando cair no rosto de Genji o forte hálito de saquê — Pensei, sinceramente, que não existissem mais pessoas como você, Genji. Mas se há jovens que ainda acreditam no melhor de Konoha... que acreditam naquilo que o Sandaime acreditava... Acho que vale a pena sim lutar... — o Andarilho retirou a mão de Genji de suas vestes, de forma gentil, e prosseguiu — Mas antes eu preciso saber realmente o que está acontecendo. Embora eu tenha bons contatos, nada garante que tudo que ouvi é realmente verdade. Então, preciso que descubra algo para mim, Genji... Depois, realmente vou pensar se vou sair daqui...

... Genji fica irritadiço com a palhaço... (>_<) ... — BAAAAKKKAA!!! ESTAVA ME TESTANDO!? EU VOU ACABAR COM VOCÊ! SEU BÊBADO!!! — as palavras finais pelo menos eram a oportunidade que ele precisava. Mesmo emburrado ele pretendia escutar... — Não sou muito bom em "descobrir" as coisas... MAS... Se é isso que preciso fazer... Solta o que quer! Não temos mais tempo para jogos... — ele estava ansioso agora para saber qual seria o desafio...

— Não é nada que necessite de um faro de investigador, mas a depender de como andam as coisas... pode ser um pouco perigoso, embora simples. Preciso que encontre Jouichirou. Diga a ele que precisamos nos encontrar e... peça desculpas por eu tê-lo ignorado até agora. A melhor forma de encontrá-lo é ir até a Vila da Pedra. Apresente-se como um mensageiro do Andarilho e fale com o Tsuchikage — Zenzaki retirou um pequeno papel dos bolsos internos do quimono. Mordeu a ponta do dedo polegar e desenhou um símbolo desconhecido no mesmo, entregando-o a Genji em seguida. — Entregue isso ao se apresentar. Peça ao Tsuchikage para lhe informar a localização de Jouichirou. Como falei, é bem simples... O problema é se o grupo que é contra Jouichirou souber dessa movimentação. Aí você estará por sua conta e risco. — Na última parte, o Andarilho voltou ao tom sério, mostrando a importância do pedido. — Ah. Uma última coisa: diga ao Jouichirou que um jovem audacioso me fez recordar a Vontade do Fogo. — finalizou, sorrindo.

... Genji pega o pedaço de papel e anexa a seu colete... — Ok! Acho que dá para fazer isso... Ir até o Tsuchikage... Entregar o papel... Solicitar a localização de Jouchirou... E não morrer no processo... Bem... Como eu disse... Acho que dá! Porém tenho antes disso um pedido... Quero que me mostre do que você é capaz assim que eu retornar! — Genji desde sua fase genin era um competidor e curioso jovem... E isso não mudava, ele queria saber o que Zenzaki tinha de tão especial... — Se está de acordo, vou partir imediatamente... Quero retornar o quanto antes... Ah... Vou dizer para Makoto para que seu Sensei decidiu parar de beber por uns tempos... — ele parte andando e acenando — Até mais! — ... Caso não tivesse mais nada a ser dito, seu clone ia de encontro a dupla de shinobis, Makoto e Fukka... Era hora de partir... O real Genji iria esperar, para ir furtivamente mais atrás, afinal, pelo que Zenzaki o havia "alertado", forças contrárias estavam por perto...


Última edição por Fësant em Ter 04 Abr 2017, 00:38, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 41 | A Resposta do Andarilho   Sex 30 Set 2016, 12:41

Quando o Moku Bunshin de Genji deixou a casa, deparou-se com um dia ensolarado ao lado de fora. O frescor dos ventos montanhosos caiu no rapaz como um alento para quem passou minutos dentro de um quarto abafado que cheirava a puro álcool. A versão original do Chuunin ainda esperava do lado de fora, mas não com boas notícias, e nem com todos os aliados presentes. Uchiha Fukkatsue não se encontrava mais ali. Makoto tinha uma expressão levemente preocupada no rosto e conversava com outra kunoichi que o Sanada não conhecia. — Que bom que já acabou, Genji! Precisamos nos apressar! Vou falar com Zenzaki-sensei que aqui não é mais seguro... Algo deve estar ocorrendo em Iwa... — e assim dizendo, a aprendiz do Andarilho correu para o interior da casa. Embora o clone tenha acabado de chegar, Genji sabia do que se tratava: ninjas da Vila da Pedra, contrários à permanência de Zenzaki ali, estavam chegando, não com boas intenções, e Fukka havia se oferecido para atrasá-los.

A kunoichi desconhecida, a qual a versão original de Genji já conhecia por Akimichi Akemi, também era aprendiz de Zenzaki, e com os novos acontecimentos, já havia se oferecido para acompanhar Genji na missão pedida pelo Sensei, uma vez que Fukka havia partido, e Makoto provavelmente acompanharia o Andarilho.


... Assim Genji saiu da humilde residência, tocou o ombro do outro "eu" por trás e nesse momento, com um sorriso simpático *PUFF* ele desaparece em uma fumaça... O jovem então diz — Fukka-kun deve ficar bem... Aquele baka sabe se virar melhor que nós! BEM VAMOS DISPERSAR! Zenzaki e Makoto devem encontrar Jouichirou... Se tudo der certo, nos veremos em alguns dias... — ele olha para Akemi — E então Akemi-chan... Qual a melhor rota? — ele queria seguir com a partida...

Estava sorrindo e então quando ouvia Genji chamar fechava a expressão simpática em um olhar mais centrado. — Certo. — Dizia pensando enquanto olhava a volta se localizando. — Por aqui, vamos! — Dizia apressadamente depois de decidir um caminho que julgasse ser melhor e começava a correr. — Caso sejamos encontrados no caminho será melhor lidar com os inimigos do que deixá-los ir alertar sobre nossas intenções Genji-kun. — Dizia em um tom de voz sério diferente da descontração de antes. — Entende o que digo. — Completava tomando um ar. — Teremos de fazer o que for necessário para manter o sigilo e o sucesso da missão. — Olhava-o de relance. — Qualquer coisa. — Repetia dando ênfase.

... Genji via o tamanho da garota e simpaticamente dizia confiando na "estrutura" da mesma — Ah... Ahaha... Você quem manda! — Ele ia seguindo ao lado dela pensando "SIGILO? Fala sério... Ninguém deve escapar dela... Acho que vai ficar tudo bem... espero que fique tudo bem com Fukka também! " ...

A nova dupla formada então partiu. Por coincidência, a nova parceira de Genji também pertencia a uma família de Konoha, os tradicionais Akimichi; embora o chuunin não soubesse a história que levou um membro desse clã até aquelas paisagens. E conhecer a história ficaria para depois. A preocupação com aquele momento não permitia aos dois ninjas sequer pensar a respeito. Fukka, Makoto e Zenzaki... todos estavam trabalhando em prol de um objetivo comum, e aqueles dois não podiam se deixar falhar. Apesar de ser uma Akimichi, Akemi conhecia bem a região; tão bem quanto um nativo. A kunoichi tomou a frente, e guiava Genji pelas trilhas sinuosas das montanhas. A manhã úmida deixava o chão rochoso escorregadio. Era necessário atenção durante o trajeto, mas a prontidão dos dois shinobis parecia redobrada, tamanho era o foco nos objetivos. Entretanto, logo perceberam que não estavam tão atentos quanto imaginavam. Enquanto passavam por uma trilha escondida dentro de um bosque, foram atacados. Não havia como contar, não havia tempo para isso, mas pelo menos 10 shurikens foram lançadas contra os dois, vindas do lado direito.


... Genji olha de relance e percebe as shurikens, ele rapidamente move o corpo todo atrapalhado desviando como podia, mas assim que tinha a chance acelera o passo saltando mais para frente que pudesse, saindo do raio de ação do ataque de projéteis... Ainda no ar ele gira no ar, caindo mais afrente, bem atento, afinal aquilo poderia ou não ser uma distração... — AKEMI! — chamava a nova companheira, queria a ver bem... "Já nos encontraram?" ...

Rapidamente sacando uma kunai reagia por instinto tentando bloquear o ataque que não fora capaz de prever. "Tisc!" Pensava consigo mesma já se culpando pelo erro, sentia que precisava proteger o pequeno Genji, após bloquear as kunais parava-se ao lado dele tomando a frente ficando um passo adiante. — Se acalme Genji, consegue localiza-los? — Dizia baixo assim que parava próximo a ele.

Genji consegue se esquivar das shurikens sem dificuldade. Akemi, que já mostrava sua proficiência no combate corporal, também evitava o ataque, bloqueando os projéteis com uma kunai. De imediato, procuravam sinais dos inimigos aos arredores, mas nem precisariam fazê-lo. Dois ninjas mascarados, com trajes típicos de Iwa, pulavam de trás dos arbustos. Um deles já corria na direção de Genji, parando ao seu lado de forma que não ficasse próximo da Akimichi. Sem rodeios, tentou um soco direto no rosto do Sanada.

O inimigo que despontava era mais hábil do que Genji imaginava, e o chuunin foi surpreendido. Tentou inclinar o corpo para sair da linha de impacto do soco, mas não foi ágil o bastante, e o golpe conectou, batendo levemente no lado esquerdo do rosto.

... Genji olhava para Akemi e dizia — Eu? Bem... Acho... Não... T_T... — Ele dizia, mas logo retomava a atenção... — Não podemos perder muito tempo aqui! — ... Ele se concentrava, precisava ter a chance de encarar seus alvos... Ele rapidamente percebe o alvo que ginga a sua frente, disparando um ataque contra o mesmo... Ele dá alguns passos para trás, sacando seu Hanbo "bastão pequeno"... Logo um "clone de madeira" surge de trás, tentando pega-lo...  Ele gira o Hanbo e tenta acertar a cabeça do alvo...

O inimigo se viu agarrado por trás por braços de pedra, e sequer parecia haver entendido o que aconteceu. Ele não viu Genji executar qualquer selo de mão para criar aquele "meio-clone", mas viu quando o mesmo girou seu hanbo para golpeá-lo no peito. Estando agarrado, o oponente não conseguiu se mover o suficiente para evitar o ataque, e foi golpeado.

Posicionando afirmava os pés e se concentrava. — Cuidado Genji-kun! — Alertava-o quando tentava iniciar seu jutsus fazendo os selos começava a ganhar tamanho crescendo com Baika Ninpou, quando estava já grande então usava o jutsu — Ninkudan Sensha!

A Akimichi aumentou de tamanho, assumindo um formato corporal roliço, quase como uma verdadeira bola humana. Em seguida, rolou em direção ao inimigo mais distante, em grande velocidade. O ninja oponente não era rápido o suficiente para se esquivar, e tentou impedir o ataque de Akemi com as mãos, inutilmente. Sem ter habilidade ou força suficiente, foi derrubado ao chão, rolando por dois metros de distância até parar, com alguns arranhões.


Última edição por Fësant em Ter 04 Abr 2017, 00:54, editado 6 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 41 | A Resposta do Andarilho   Qui 06 Out 2016, 10:56

Depois de executar o Nikudan Sensha, Akemi para bem atrás do inimigo caído. Este, se vendo ameaçado, rola no chão para tentar fugir da grande força de ataque daquela kunoichi. Em seguida, de costas para o chão, executa uma sequência de selos, e então diversos fragmentos de pedra se desprendem do chão, do lugar logo atrás do oponente caído, e partem contra a Akimichi. Mesmo não sendo ágil, ela tentava esquivar-se saltando para o lado no reflexo do momento em que via o ataque surgir do inimigo.

O ninjutsu Doton atingiu a ninja, que tentou esquivar, mas sem agilidade o bastante, e acabou sofrendo pequenos cortes e arranhões em sua pele. Enquanto isso, algo acontecia por entre os arbustos. Genji havia se mantido oculto, caminhando lateralmente a Akemi e um clone seu durante todo o trajeto, mas permanecendo escondido sempre que possível. Como a Akimichi não era muito veloz, não era uma tarefa difícil. Quando começou o embate, o Sanada logo tratou de participar, usando ninjutsus enquanto tentava se manter escondido. Entretanto, o chuunin não contava que um terceiro inimigo ainda estava por entrar na batalha, que também se estava se mantendo camuflado até então.

Uma enxurrada de incontáveis pedras, areia e outros detritos foi projetada contra o Sanada, que pouco conseguiu fazer. Tentou resistir ao máximo a técnica, e no fim conseguiu permanecer de pé, mas agora com alguma quantidade de hematomas, arranhões e cortes. Assim que a visão turvada pela poeira volta ao normal, Genji avista o inimigo por entre um dos arbustos a 10m de distância atrás de si.

Enquanto isso, o inimigo que lutava contra o "primeiro Genji" se esforçava para se libertar dos braços de pedra que o agarravam, e surpreendeu quando conseguiu fazer força o suficiente para afastar um pouco os braços, folgando a prisão, e em seguida saltando de sua posição para pousar logo ao lado, escapando assim da técnica que o prendia.

... Genji se protegia o quanto podia mas havia sido pego por uma carta na manga... Ter se revelado antes foi um erro que pretendia não fazer novamente... Usando sua habilidade de reação, ele se levanta com uma mortal e parte correndo para sair do embate! Indo na direção de seu Bunshin... O bunshin une as mãos e juntamente o real que corria por trás do alvo... Ambos fazem uma posição de concentração, puxando o punho para trás. Quando ambos colocam o punho para frente, dezenas de estacas saem de seus punhos simultaneamente. As estacas de madeira tomar forma de "punhos" e tentam golpear o shinobi que estava entre eles... — MOKUKEN!

O inimigo é atacado por ambos os lados. As duas estacas vão até ele em sincronia, cada uma mirando e acertando um dos ombros. O alvo tenta se proteger, e se move na medida do possível, conseguindo minimizar os danos. As estacas não perfuram seu corpo, mas cortam levemente ambos os ombros.

Akimichi Akemi focava-se em eliminar uma ameaça de cada vez, avançando contra o inimigo que havia atropelado buscava nocauteá-lo com um soco brutal, com sorte poderia inclusive mata-lo caso acertasse em cheio o golpe e assim tentava queria resolver aquela situação o mais rápido possível.

O forte soco de Akemi atingiu o inimigo no centro do peito, quase o afundando no chão. Novamente ele busca se afastar da Akimichi, mas dessa vez consegue uma cambalhota para trás, pondo-se também de pé no ato. E pela segunda vez, utiliza o ninjutsu Doton. A kunoichi é de novo atingida, sofrendo mais escoriações à medida em que simplesmente tentava resistir à técnica. Se não fosse se corpo naturalmente resiliente, certamente teria sofrido danos maiores.

Akimichi Akemi limpava um fio de sangue que escorria pela boca, então juntava as mãos estalando os dedos, cuspia o sangue da boca no chão e encarava o inimigo sorrindo sadicamente, mostrando algo que beirava uma insanidade pequena, embora lutava com seriedade gostava de lutar e apanhar no processo era, para ela, natural e também prazeroso.

Vendo que seu alvo se afastou, o terceiro inimigo corre atrás de Genji, e quando estava com distância suficiente, reutilizou sua técnica Doton, que atingiu o chuunin, ferindo-o com mais cortes. Logo em seguida, o inimigo que resistia contra as duas versões de Genji se aproximava mais do primeiro Sanada e o chutava com força no abdômen. O Moku Bunshin não resistiria a mais um ataque.

... Genji real que estava mais próximo de Akemi para e encarar o soco violento da garota... — Me lembrarei de nunca a deixar nervosa! — ele dava um sorriso... Assim como a via usando todo seu puder, era hora de fazer o mesmo... Os atacantes de Iwa eram habilidosos e acertavam constantemente as defesas da dupla! O Mokuton Bunshin novamente preparava os devidos selos unindo suas mãos e então preparando novamente o mesmo ataque! — AKEMI! VAMOS ACABAR COM ISSO LOGO! MOKUKEN! — novamente ele disparava uma sequência de punhos a partir do seu afim de metralhar o alvo a sua frente e acabar com o combate...

... O Genji real vê que aquele era um alvo difícil e para tal precisava acabar com ele primeiro! Ele rapidamente salta bem alto, unindo as mãos e em seguida erguendo a perna, assim que ele desce a perna como um chute, um enorme pé de madeira surge golpear o alvo... — CERTO! AFUNDE COM O MOKU SHOTTO! — as variáveis de ataque dependiam apenas da criatividade de Genji...

O inimigo continuava a sofrer contra os ataques de Genji. Os incontáveis socos de madeira golpeavam seu tórax, e logo em seguida, sem chance sequer para respirar, um golpe aéreo o acertava nas costas, quase o pondo ao chão.

Akimichi Akemi, vendo que o inimigo havia resistido ao ataque inicial dizia. — Vamos ver do que você é feito. — Concentrava-se gastando chakra com vontade, ganhava tamanho ficando roliça novamente e fazia seu cabelo crescer deixando-o como lâminas, então consumindo esse chakra dizia. — NIKUDAN HARI SENSHA! — Avançando novamente para cima do inimigo, isso iria ensina-lo que tomar distância não era algo inteligente a se fazer caso quisesse apanhar menos.

... Lá de cima, Genji via a garota deslizando pelo chão, jogando agora mais terra para todo lado devido à alta rotação... Enquanto pousa, com uma cara de dificuldade segue na atenção... Apesar disso, sabia que Akemi ainda podia ir além!

Akemi novamente se transforma num verdadeiro rolo compressor, esmagando e ferindo o inimigo, que irremediavelmente cai ao chão.  Com esforço, ele se levanta rapidamente, dando uma cambalhota para trás, e passar a realiza uma sequência de selos em seguida. Desta vez, seu objetivo era claro: impedir a movimentação da Akimichi. Quando a kunoichi percebeu, todo o chão rochoso que tinha sob seus pés amoleceu, transformando-se numa verdadeira lama que o fez afundar até a altura dos joelhos.

Do outro lado, o ninja inimigo tenta também parar a movimentação de Genji. Logo que o chuunin pousa, nota que diversos cipós de lama brotam do chão e tentam agarrar seus braços. Contudo, o rapaz estava atento, e de logo pulou para o lado, escapando da tentativa inimiga de amarrá-lo.


Última edição por Fësant em Ter 04 Abr 2017, 11:56, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 41 | A Resposta do Andarilho   Qui 06 Out 2016, 15:09

... O clone de Genji dá alguns pequenos saltos tomando distância do combate, era a chance e tempo que precisava para preparar um novo ataque contra aquele shinobi de Iwa... — VOCÊS SÃO DUROS COMO PEDRA MESMO EIM!! — Ele então rapidamente une as mãos cruzandos os dedos enquanto arrasta os pés para o lado... — MOKUTON: MOKURYU! — logo surge um dragão de madeira que abre o solo e parte em linha até o shinobi. A criatura de madeira abre a boca, mostrando seus dentes para perfurar e acabar de vez com aquele shinobi!

... Logo após, Genji prepara um segundo ataque: ele une as mãos e novamente faz seu ataque, dessa vez diferente... Ele atira um pequena semente que voa na direção do alvo e ao se aproximar ela brota em dezenas de pequenos dragões que parecem serpentes que avançam para acabar com o alvo... — Hehe... Mokuton: Hyaku Mokuryu "Cem Dragões".

O ninja de Iwa usuário de Taijutsu não conseguiu se defender de qualquer um dos ataques de Genji. O primeiro ataque, uma técnica que conjurou um dragão de madeira diretamente do solo, avançou contra o alvo e o mordeu no braço direito, fazendo escorrer um pouco de sangue. E logo em seguida, sem que a vítima tivesse tempo de sequer respirar, outros dragões foram lançados contra si, mas estes novos eram menores e em maior número. Conforme os pequenos dragões passavam, mordiam e arranhavam o inimigo, forçando-o a cair apoiado com um joelho ao chão. Sua fraqueza era visível, e ele não duraria mais tempo inteiro naquele combate.


Última edição por Fësant em Ter 04 Abr 2017, 11:59, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 41 | A Resposta do Andarilho   Sex 21 Out 2016, 21:09

Vendo a situação em que chegavam, Akimichi Akemi não tinha outra escolha a não ser dar o seu máximo, concentrando-se iniciava o seu baika no jutsu desta vez buscava ficar enorme. — Baika no Jutsu! Quando seu crescimento iniciava ao mesmo tempo aproveitava de seu aumento de tamanho e força para se livrar da prisão de lama que seu inimigo havia lhe imposto, buscava sair de tal forma que ficasse de frente para os inimigos, pois pretendia atropelar a todos eles assim que tivesse o tamanho para isso.

Com esforço e força bruta, Akemi consegue pouco-a-pouco sair da grande poça de lama que foi criada sob si, saltando ao final e parando 2m ao lado de seu oponente. Este, por sua vez, logo utilizou outra técnica doton, fazendo vários pedaços de rocha se desprenderem no chão e voarem na direção da Akimichi. A kunoichi, contudo, não tem temeu a ofensiva, e somente usou os braços para proteger a face. Enquanto isso, o ninja que lutava contra Genji desferia o último soco que o clone do mesmo receberia, tendo este se despedaçado em vários pedaços de madeira.

... Genji não seria mais bobo e agora queria acabar o mais rápido possível com essa luta, elevando o nível da mesma... Genji tinha que vencer seus alvos custe o que custasse! Ele rapidamente salta por cima do shinobi taijuteiro e se movimenta até uma posição que tivesse o taijuteiro e o pelo menos mais um dos alvos em linha... Assim que ele tivesse sua estratégia alinhada, ele unia as mãos elevando seu Chakra e invocando — MOKUTON: DAI YARI MOKUJIN NO JUTSU! "ESTILO MADEIRA! TÉCNICA DA GRANDE LANÇA DO HOMEM DE MADEIRA!" — logo uma mão surge do chão e uma enorme lança, gigantesca é disparada para atacar os alvos na linha de ação...

A grande lança de madeira, ornamentada com desenhos diversos talhados em seu corpo, foi lançada com força e velocidade contra os alvos. O usuário de Taijutsu ainda tentou uma última defesa, a esquiva final, mas não conseguiu evitar que seu ombro fosse profundamente cortado quando a lança passou por si. Tonto e no ápice do cansaço, o shinobi caiu de costas ao chão. Mas a lança prosseguiu, e apanhou o oponente de Akemi quase desprevenido, cortando de leve suas costas quando o mesmo viu o ataque no último instante e se moveu para tentar minimizar o prejuízo.

Rapidamente, Akimichi Akemi posicionava-se de forma que conseguisse alinhar seus inimigos, tentava fazer isso de forma rápida e sem dar bandeira de sua ação, quando os tinha em seu campo de visão já alinhados, crescia o cabelo com chakra e os tornava verdadeiras lâminas então formando uma bola enorme de espinhos avançava contra os 3 buscando atropelar todos eles num único golpe. — Nikudan Hari Sensha!

O rolo compressor gerado pelo ataque da Akimichi foi mais denso e poderoso que o primeiro. Os inimigos não tiveram escapatória. O primeiro foi derrubado e jogado para o lado, caindo e rolando no chão até parar, fraco demais para se levantar. E o segundo, que também estava no caminho da técnica, foi literalmente esmagado, sendo comprimido contra a terra. Quando Akemi cessou a rotação e olhou para trás, viu somente que o terceiro ninja de Iwa estava desacordado. A pressão de sua cabeça contra o solo foi demais para mantê-lo consciente. A dupla de Konoha havia vencido.

... Genji botava as mãos. Sobre os joelhos e expirada fundo — UFA! Acho que conseguimos Kyojin-chan "gigantinha"... — ele voltava a postura ereta e caminhava até o taijuteiro ferido por seu ataque... — Quem enviou vocês? Quero nome e onde estão... — caso ele não informasse, tentaria com os demais... O objetivo era juntar provas de quem estava à frente daquela caçada ao Andarilho e seus aliados...

— Tsc... Vocês de Konoha... Acha mesmo que eu responderei assim, de bom grado? — disse o ninja, em desdém. — Na verdade... eu nem precisaria responder. Vocês são ninjas de uma vila inimiga que entraram aqui sem permissão. Obviamente seriam atacados mais cedo ou mais tarde...

... Genji dava um sorriso e logo pisava sobre o corpo, sem botar força, seu sorriso virava uma expressão séria e então a devida força era imposta sob o ferimento de sua técnica... — O Tsuchikage está ciente desse ataque? Cuidado com sua resposta... E repito... Quem ordenou este ataque, foi alguém de Konoha? Não estamos aqui para guerrear... Estamos aqui para evitá-la... Se nós ajudar, estará ajudando seu país e seus entes... Se nós enganar, pode estar condenando-os a uma guerra... — Tentava ser honesto e honrado, retirando pé do ferimento...

— É esse seu problema, moleque de Konoha! Não tem como evitar a guerra! Não queremos ninguém da Folha em nosso país! É tão difícil entender?! — respondeu o ninja. E quando Genji puxou um pouco mais de sua memória, concluiu que o mesmo estava certo... Ou melhor dizendo, não tinha como arrancar nada de diferente daqueles ninjas derrotados. Tal como Zenzaki havia dito horas antes, havia parte de Iwa que não queria qualquer aliança com Konoha, por revanchismos da última Grande Guerra. Não precisaria conseguir nomes daqueles shinobis derrotados: os superiores que são contra Konoha nunca esconderam esse fato, tampouco seus nomes e rostos, e Zenzaki deveria saber mais do que qualquer um.

... Genji dava um sorriso determinado, assumindo que pelo menos ele honrada suas crenças por mais ignorantes que fossem... — Tsc... Espero realmente que sua ignorância não o leve a queda... Boa sorte... Se lembre que SANADA GENJI estava lhe dando uma chance! — ele não citava Akemi, pois não sabia se ela, estando ali em Iwa teria perigo seja o futuro qual fosse ele... Genji sai andando e caminha até Akemi — Aprendi com você hoje... Acho que formamos uma boa dupla... Temos muito o que melhorar... Mas estou certo de que vamos melhorar! Nosso caminho é longo, melhor irmos... — ele pega os corpos e os coloca em algum canto, para que pelo menos um pudesse cuidar dos demais se fosse possível mais para frente... Ao voltar para Akemi dizia — Precisamos também recuperar nossas energias.

Akimichi Akemi olhava a sua volta vendo o rastro que havia deixado e sorria sadicamente limpando o sangue do cabelo o fazia diminuir sua rigidez e tamanho, ao mesmo tempo em que encolhia, então aproximava-se de Sanada Genji que interrogava um dos inimigos ainda vivo, chegava até eles enquanto dizia. — Está bem Genji-kun? — Perguntava ao se aproximar, então voltava o olhar ao inimigo lançando sobre ele um olhar severo, uma ameaça silenciosa, tal como de um lobo para sua presa.

... Genji encarava sua parceira — Haha... Esses caras de Iwa são duros na queda... Dignos do nome... Hehe... Acho que precisamos seguir e descansar... Um descanso para se recuperar seria bom! — ... Ele pega uma das roupas dos shinobis de Iwa para levar consigo caso fosse necessário para uso... Investigava também para ver se encontrava algum pergaminho assinado com ordem ou algo, se não tivesse nada, seguiria o plano de partir...

Genji não encontra nada de interessante com os inimigos abatidos, além de tarjas explosivas, kunais e shurikens. Por precaução, o Sanada pegou um colete de um dos ninjas de Iwa, se por ventura necessitasse de algum disfarce. E assim, sem delongas, partiram. A luta pode ter chamado a atenção de mais pessoas, e sair de lá o quanto antes era o mais seguro.

A dupla viajou durante todo o dia, incansavelmente, parando somente poucas vezes para beber um pouco de água e comer rações. Genji ainda tinha uma missão a cumprir, e estava totalmente focado nela. Quando anoiteceu, abrigaram-se em uma caverna, e não foi difícil encontrar uma, pois Akemi estava acostumada com aquela região. Dormiram pouco, levantaram cedo, e prosseguiram a viagem. Em meio-dia de corrida, chegariam em Iwa.


Última edição por Fësant em Ter 04 Abr 2017, 12:09, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 41 | A Resposta do Andarilho   Sex 21 Out 2016, 21:10

E chegaram... Mas o que encontraram foi totalmente diferente daquilo que esperavam, principalmente Genji. Depois de passar pela entrada principal da vila, identificando-se como ninjas enviados por Zenzaki, a dupla caminho em sentido ao centro de Iwa, para de lá ir até o Palácio do Tsuchikage. E o que viram pelo caminho foram metros e mais metros de destruição: casas destroçadas, o chão queimado, e poeira trazida pelo vento junto com cheiro fresco de sangue. Uma terrível luta havia ocorrido.

... Genji andava com cara de sono, mas sua preguiça é interrompida pela destruição local... — Mas que... O que aconteceu aqui? Não pode ter sido Konoha... Teríamos visto uma unidade grande se aproximando... — estava intrigado... Olhava para todos os lados... — Será que chegamos tarde?

Akimichi Akemi ficava mais séria, aproximava-se de Sanada Genji o tocava no ombro e falava no ouvido dele. — Tente se acalmar ou poderemos piorar a situação, vamos primeiro descobrir o que aconteceu.

Com isso em mente, prosseguiram. Não tiverem dificuldades para chegar até o Palácio do Tsuchikage, pois o pequeno papel escrito com o sangue de Zenzaki realmente valia de algo, e sempre que eram indagados de algo, bastava apresentá-lo para terem o caminho apontado até o líder da Vila Oculta da Pedra. Difícil mesmo foi conseguir conversar com ele...

Assim que chegaram ao Palácio, fora direto até o último andar, onde o Kage estaria, e mal alcançaram a porta e já o encontravam de saída. O Tsuchikage tinha pele clara, e físico bem atlético. Loiro, com barba avantajada e olhos azuis tão claros que beiravam o branco, a tal ponto que se fosse um ninja de Konoha seriam confundidos com o Byakugan. A boa forma escondia a idade, mas com certeza não possuía menos de 50 anos.

— Humm... e vocês... quem são? — perguntou ele, logo que se deparou com a figura dos dois ninjas da Folha que acabaram de subir as escadas.

... Sério, o jovem curvava a cabeça em reverência — Ah... Essa é Akimichi Akemi pupila de Zenzaki e eu sou Sanada Genji... Do Clã Sanada de Konoha! — após o cumprimento apresenta-lhe a mensagem ele dizia — Estamos trazendo a mensagem do Andarilho... — ele se mantinha focado... Porém não negava sua curiosidade em entender o que se passava...

— Zenzaki? — indagou-se retoricamente o Kage, tendo sua pressa visivelmente diminuída ao ouvir os dizeres de Genji. — Para ele ter enviado vocês dois aqui, de forma tão despreocupada... É porque decidiu sair daquela cabana velha... Pois bem, rapaz. Eu estou muitíssimo ocupado... Você deve ter visto o estado em que a vila se encontra... Ontem fomos atacados por um jinchuuiriki... mas é muita coisa a ser dita. Vamos lá, me passem o recado de Zenzaki, sem rodeios. — disse, rindo ao final. Apesar da situação aparentemente catastrófica da vila, o Tsuchikage parecia bem-humorado, indicado que talvez esse fosse um traço de sua personalidade.

— A ahaha... Sim... A Cabana e o Álcool... Bem... Ele está disposto a se unir as suas forças e as de Jouichirou para acabar com os inimigos enraizados em Konoha... — ele escutava as palavras do Tsuchikage e algo tomava seu corpo — Um ataque direto de um jinchuuriki? Como podemos ajudá-lo? — Ele recolhia a mensagem de Zenzaki...

— O ataque foi contido, e vencemos. Fique tranquilo — disse ele de logo, para evitar preocupações no rapaz que acabara de conhecer. — Mas fico que feliz que ele tenha finalmente escolhido um rumo, do que se deixar apodrecer naquele lugar... Bem, acho que sua melhor opção agora é ir conversar com Jouichirou. Embora estejamos praticamente concluindo uma aliança, vocês ainda são de Konoha, e eu sou o líder de Iwa. Não tenho como lhes dar ordens ou coisa do tipo, então se apresentem a Jouichirou, sim? Ele está no hospital, logo aqui ao lado. Se estiverem com suas bandanas de Konoha não terão problemas para entrar lá e falar com ele. Só aviso que ele está em recuperação... Se feriu gravemente durante a luta... Mas está vivo. Vaso ruim não quebra! Não é o que dizem! Hahahaha! — e mais um sinal de descontração. Falar com o líder da Vila Oculta da Pedra se tornava mais tranquilo do que a dupla de Konoha poderia imaginar. — Bem... algo mais?

Dando um sorriso sem graça ele coçava a cabeça — Ah ahahaha... Entendi... Acho que é sim... De qualquer forma, foi um prazer Tsuchikage... Ah e eu tenho mais uma coisa para dizer... Enfrentamos alguns membros de Iwa em nosso caminho até aqui e os deixamos lá para se recuperarem... Se tiver como mandar alguém... Acho que podem ver a verdade dessa aliança... — suas palavras indicavam que eles estavam vivos e que agiram sem frieza... Dizer a verdade era algo que podia conquistar o Tsuchikage... — Akemi-san pode lhes dizer a localização dos feridos... E também tem um aliado nosso perdido por aí... Fukkatsue... Se o visse, seria bom que ele ficasse vivo.... Heheh... — ele esperava a resposta do Tsuchikage... Queria muito ganhar sua confiança!

Dando um passo à frente, Akimichi Akemi entregava um pergaminho. Era o mapa que tinha da região com algumas anotações e observações pessoal, mostrando-o ao kage ali, apontava a localização dos feridos. — Eles estarão aqui senhor caso não tenham sido ajudados por outros, ou atacado por algum animal, a urgência dos fatos nos impediram de deixá-los em melhores circunstâncias. — Dizia sentindo-se culpada agora pelo estado deles.

— Hummmm... sei do que está falando... Realmente havia uma boa parte da nossa vila que estava empenhada em expulsar os ninjas de Konoha do país... Sinceramente não os culpo, mas agora estou mais tranquilo que nossas relações estão melhorando... — Dizia o Kage, enquanto apanhava o mapa mostrado por Akemi e o via rapidamente — Ok... ok... está certo. Fico grato por terem poupado meus ninjas, ainda que tenham agido contra minha vontade. Cuidarei para que alguém vá busca-los... e não se preocupe quanto ao seu amigo. Todas as ordens contra Konoha foram suspensas. Logo ele será encontrado. — completo, tranquilizando Genji ao passo em que enrolar o mapa para devolvê-lo a Akemi. — Agora preciso realmente ir.... Ah, e bem-vindos a Iwagakure no Sato! — Disse ao final, deixando a presença da dupla com um tapinha no ombro da Akimichi.


Akemi sorria e fazia uma breve reverência só com a cabeça num gesto amigável.... Genji também dava um sorriso e dizia acenando — Sempre ouvi falar que água mole em pedra dura tanto bate até que fura... Mas vendo você é e o shinobis daqui, posso dizer que esse ditado é falso... — dava um sorriso e acenava com a cabeça ao Tsuchikage... Partindo em seguida para o Hospital... — Ufa Akemi... Acho que pelo menos a recepção foi menos perigosa do que imaginei... Porém essa destruição...


Encerramento




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Episódio 41 | A Resposta do Andarilho   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 41 | A Resposta do Andarilho
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» [EVENTO] MONTE SUA QUEST BASEADA NOS EPISÓDIOS DA SÉRIE POKEMON!
» Jogo da pergunta besta e resposta mais besta ainda
» Filler 18 [Rima] : "Perguntas sem Resposta"
» Episódios Shippuuden [Spoiler-Alert]

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Naruto RPG Online :: Episódios :: 2ª Temporada: Folha e Pedra-
Ir para: