Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Fichas Personalizadas por Clã
Ter 07 Nov 2017, 15:06 por Fësant

» Apresente-se
Sex 25 Ago 2017, 23:48 por George Firefalcon

» Episódio 49 | A Reunião
Dom 06 Ago 2017, 19:15 por Fësant

» Dúvidas do Sistema
Ter 01 Ago 2017, 11:33 por Fësant

» Episódio 46 | Ou Himitsu?
Seg 26 Jun 2017, 02:57 por Fësant

» Episódio 48 | Encontros Esperados
Sab 24 Jun 2017, 18:09 por Inozaki

» Episódio 47 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:19 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Gaiden 01 - Senju | Invasão ao Acampamento Uchiha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Gaiden 01 - Senju | Invasão ao Acampamento Uchiha   Qui 05 Maio 2016, 15:23


Abertura




Nem sempre existiram as Vilas Shinobis. Nos tempos antigos e obscuros, a lei da sobrevivência imperava. Homens se matavam por poder, terras, riquezas, água e sobrevivência. Outros matavam pelo mero prazer de ver o inimigo perecer de dor, pelo sons de metais se cruzando, e pelo cheiro de sangue emanando do solo no campo de batalha. Palavras são pouco para descrever o caos e crueldade que eram o mundo ninja naqueles tempos.

As famílias de ninja mantinham-se unidas. Algumas surgiram pela própria descendência do laço de sangue, outras pela aglomeração de pequenas famílias com ideais comuns. No fim, tornaram-se verdadeiros clãs, organizados, com seus respectivos líderes e um vilarejo para chamar de lar. Defendiam suas terras com a própria vida, e vezes se arriscavam para se apoderar das terras e riquezas alheias.

De todos os clãs da região sudeste da costa do continente, o clã Senju despontava como um dos mais fortes e temidos. A quantidade de famílias que o integrava já não podia ser contada, e o domínio nas técnica elementais já ganhava fama pela para além de sua região. Mas havia um segundo clã que conseguia rivalizar em força: os Uchiha, o clã que dominava um doujutsu capaz de desvendar praticamente qualquer jutsu.

A luta entre os Uchiha e os Senju já se arrastava por uma década, indefinida. O peso das mortes começava a perturbar as consciências de cada clã, e era chegado o tempo de serem tomadas medidas mais ousadas. E era sobre isso que tratava Tenzen, líder do clã. O Senju de aproximadamente 40 anos havia convocado alguns poucos ninjas para uma missão especial, que poderia determinar o rumo da guerra entre os Uchiha e os Senju.

Numa sala pequena para reuniões restritas, estavam Senju Harume, Hattori Hanzou, Misako e Maeda. Além deles, estava Itsuki, ninja com seus 30 anos e braço direito do líder, além do próprio Tenzen. Os primeiros cinco minutos de fala com voz grave rouca foram meramente introdutórios. Os ninjas presentes ouviam o quão importante era a missão que seria dada, e quanto arriscada também era.

... Maeda estava parado segurando sobre seu ombro um embrulho. Suas vestimentas eram rústicas e selvagens, feita de pele de animais principalmente. Ele havia se unido a causa ainda criancinha, após a isolada terra de sua família ser atacada por mercenários... Crescido entre as fileiras, lhe deram o nome de Maeda... Apenas Maeda... Ele não costumava falar muito e ultimamente queria apenas saber de se vingar, descontando sua força e raiva sobre qualquer alvo que se opusesse a União Senju... Seu silêncio demonstrava o oposto a paciência, mas ouvir uma missão era como apagar aquele buraco que existia em seu peito... Rostos que ele não conseguia mais enxergar... Exceto um... O de uma garota que ele nunca conseguia reconhecer o rosto... De olhos fechados ele ouvia a introdução, tomando um sake para relaxar e manter a falsa paciência...  

Misako estava o mais afastada do grupo, encostada na parede da sala, estava de braços cruzados ouvindo com atenção, não iria comentar ou dizer algo sobre. Missões difíceis era o que ambicionava, e acabar com aquela guerra também era uma das coisas que mais sonhava... mas no fundo... ela odiava os dois clãs, Um sentimento que era pouco conhecido por a mesma não falar ou ter qualquer amigos, embora já tivesse ido em missões com alguns deles, usava roupas mais curtas pois eu era bem ágil e assim era mais fácil. Misako não mostrava seu rosto desde os 14 anos, o dia em que soubera seu passado obscuro.

Hattori Hanzou olhava atentamente para seus os membros ali presentes, conhecia todos, ou pelo menos já tinha ouvido falar de todos e alguns de seus feitos, não se surpreenderia a missão ser tão complicada e arriscada. Hanzou tinha seu olhar sereno, com suas iris de tom roxo era o que mais chamava atenção em sua feição, visto que boa parte do seu rosto era coberto por uma máscara preta. Seu cabelo era curto e tinha uma tonalidade bem escura, porém mais próxima do marrom. Tinha para lá de seus 1,80 de altura, assim como um porte completamente adequado para seu estilo shinobi de ser. Leve e preciso. O que por muitas vezes induzia a acharem que Hanzou era um tanto frágil. Suas vestimentas seguiam ao mesmo estilo de sua máscara, completamente escuras. Uma blusa de manga comprida preta e conjunta de uma calça do mesmo tom. Para complementar tinha enrolado em seu pescoço um cachecol preto e três bolas shinobis, duas delas localizadas em sua cintura e uma outra localizada em sua perna.

Estava de pé, colocava a mão na testa pelo momento que viviamo. Era completamente contra a toda aquela matança, queria buscar um caminho para isso e estava na direção certa, a cada batalha que sobrevivia estava mais forte e queria ter voz o suficiente para mudar toda aquela situação. Olhava para os lados observando todos ali* "Todos aqui são ótimos shinobis, espero que tenham o mesmo pensamento que o meu.. Aah que complicado" Eu estava sempre com longos cabelos soltos e diferente da maioria do clã eram bem negros como a noite, tinha pele clara e era relativamente alto, as vestes eram bem clássicas do clã eu usava as cores pretas e vinho com alguns detalhes de cor dourada. Geralmente era bem alegre e sociável mas os últimos acontecimentos me deixaram um tanto quanto sereno * " Eu ainda irei mudar tudo isso... "

Tenzen havia feito uma pequena pausa, enquanto olhava fixamente para os olhos de cada um dos ninjas convocados, medindo a convicção dos mesmos. Depois que se sentiu satisfeito, prosseguiu, passando a finalmente falar sobre a missão.

— Sobre a missão... Começarei falando sobre informações secretas e valiosas que foram conseguidas com o custo da vida de um de nossos melhores membros, o Souichirou... O Sharingan do clã Uchiha pode ser derrotado. Ele possui um ponto fraco, mas não é algo simples de ser descoberto. Existe um artefato ou escritos, ainda não sabemos exatamente o que, que possui todos os segredos do Sharingan. Se nós o tivermos em nossas mãos, desvendaremos tudo a respeito desse maldito doujutsu, e teremos a chave para vencer esse guerra. E é aí que entram vocês. A missão de vocês é descobrir onde estão essas informações, se infiltrar nas dependências do clã Uchiha e se apoderar delas. É algo de grande dificuldade, que requer planejamento, estratégia e astúcia. E nem precisaria dizer também que é algo de grande risco. Mas se conseguirem... se puderem por as mãos nessas informações... tudo estará ao nosso favor, e vocês serão consagrados como heróis.

O líder fez mais uma pausa, curta, e então prosseguiu.

— Existe um acampamento montado pelos Uchiha, com a localização marcada no mapa que está aqui comigo e que logo lhes darei — disse, enquanto sacudia um pergaminho que estava em suas mãos. — Se puderem atacar e capturar pelo menos um dos Uchiha desse acampamento para começar a extrair informações, pode ser um bom começo. O que me dizem?

Espontaniamente fazia sinal de negativo com a cabeça em uma microexpressão. "Se não bastasse a guerra ainda teremos que tortura-los e e captura-los vivos ? ... Me nego a acreditar que isso possa ser verdade" *Olhava para Misako e ficava meio intrigado pela distância que ela mantinha sobre os player e também por nunca ter visto seu rosto, felizmente, poderia confiar nela... Olhava para Hattori e tinha a mesma concepção sobre ele já que mantinha-se mascarado sempre..  de relance avsitava Maeda e sua caracteristica roupa formada por pele * " ... me sinto um pouco constrangido por isso... eu não sei bem o que pensar sobre eles mas espero não ter muitos problemas eles são bons.. " *Pensativo pela missão tinha total convicção que não traria nenhum Uchiha vivo para ser torturado ou investigado de cima a baixo, se eu tenho que lutar eu farei pelo bem da vila mas não irei ser desumano* — Não, por mim tudo bem, cumpriremos a missão. *Se aproximava para ver o mapa do local e onde estaria o acampamento Uchiha*

Hattori Hanzou não tinha muito o que questionar sobre a missão que havia recebido de Tenzen. Hanzou, apesar de não ser membro direto do Clã Senju, já estava aliado à eles durante boa parte de sua carreira ninja, graças a sua família, que também possuíam alguma aliança com o Clã, por isso, possuía um vasto respeito ao líder dos Senju. Adicionando à sua lealdade para o Clã, tinha vontade de acabar com aquela guerra, considerando que já havia perdido também familiares em meio a todo esse caos. Antes de uma possível resposta olhou para cada um dos ninjas convidados ali presentes, parecia esperar alguém confirmar ou dar alguma resposta para concluir. Estava pensativo, aquele tipo de missão, talvez fosse a sua preferida. Infiltração e obtenção de informações, por isso sabia que por mais arriscada que fosse, o sucesso ainda estava a favor do grupo, afinal, também confiava nas habilidades dos outros. — Não há o que questionar. Proferiu o homem, parecia confiante. Sua voz era suavemente rouca, um pouco abafada devido a máscara, porém suficientemente para qualquer um ali presente ouvir claramente. Notando que alguns ainda não haviam se pronunciado. Talvez indecisos? Não preocupou-se em perder-se nesses pensamentos, apenas aceitaria as ordens dada por Tenzen e seguiria na missão.

— Perfeito. Confirmo assim que escolhi corretamente vocês para essa missão. — disse Tenzen, falando sobre sua satisfação, embora ela pouco podia ser sentida em sua voz ou expressão facial, de tão sério e compenetrado que era. — Já que está tudo certo, estão dispensados. Boa sorte. Regressem com o sucesso e vivos.

(...)

Após um dia de viagem, o grupo havia chegado na região apontada no mapa. Era tarde, mas o céu estava completamente cinza e carregado de nuvens. Chuva, e muito. Poucas vezes havia chovido tanto naquelas terras. Apesar de estarem em uma floresta com grandes árvores que absorviam boa parte da água, o chão estava encharcado, e mover-se silenciosamente era difícil. Até então, não havia qualquer sinal de inimigos ou do acampamento, mas as informações do mapa eram precisas e o lugar estava próximo.


Hattori Hanzou assim que o grupo parava no local indicado, sabendo as proximidades para o local Hanzou tratava de agir. Como sempre descrito, era um ninja bem preciso, por isso odiava qualquer tipo de erro em seus feitos, o que fazia o mesmo pensar em cada possível detalhe em todas as missões que realizaria. Visou seus companheiros e mais uma vez, no mesmo tom que havia proferido antes na reunião com o líder do Clã Senju, porém um pouco mais baixo, proferiu dessa vez: — Aguardem. — Era a única coisa que falava até finalmente caminhar até uma árvore, subindo-a e então sentando de pernas cruzadas em um dos galhos. Fechava seus olhos e tranquilamente realizava um selo de bode. Naquele instante precisava de toda a concentração possível, utilizar-se daquele facilitava e muito em todas as missões. Isso era inclusive o motivo pela qual a maioria das missões de seu currículo eram do tipo de infiltração, obtenção de informações e assassinato.

... Segurando seu embrulho sobre os ombros, Maeda caminhava próximo ao grupo, mastigando uma espécie de folha de gengibre... Ele encarava o grupo agora conhecido... Harume, um dos melhores dominadores do elemento Madeira... Hattori Hanzou, um misterioso shinobi que parecia o Soldado perfeito... E Misako, a mascarada garota... Ele então sussurra — HeiYo... Isso não cheira bem... Chuva... Lama... — as peles de Maeda o protegiam bem da chuva, mas o problema mesmo era a missão... Arriscar membros em uma empreitada que mais parece a "ultima opção"... Assim que escuta Hattori, ele para de andar...

Harume respirava fundo e ficava atento a tudo que estava ao redor e principalmente no que não estava a vista claramente, sabia que os Uchihas eram perigosos e seus olhos poderiam notar qualquer falha nossa*  — Estamos seguros por enquanto... ao menos até nos aproximarem o suficiente para nos notarem *Admirava todos os companheiros, porque mesmo que não fossem diretamente do clã tinham o objetivo de seguir defendendo com a própria vida a ideia dos Senju. E isso trazia orgulho por seus companheiros.* "Espero que isso nos torne amigos e que acabem pensando como eu um dia e vejam que essa guerra não nos levará a nada diferente de um banho de sangue" *Estava confiante e esperava o que Hattori fazia ficando um pouco atrás do grupo mantendo um perimetro de vigilância.

Misako respirava fundo, e olhava com os olhos entreabertos para Maeda — O que não cheira bem? estamos no meio da floresta.... talvez algum animal esteja perto.... Começava a andar ao ouvir as palavras do senju — Seguros por enquanto.... o que isso quer dizer para voce? Misako falava friamente mesmo... nem achava bom terem parado no meio do nada... deveriam ter procurado um lugar reservado para procurar uma estratégia...

... Maeda escuta as palavras do "inocente" Harume... — Tsc... — ele retira o embrulho e aponta para frente — Você diz seguros? He he... Vai sonhando...  — ele caminha até uma árvore, ficando recostado sobre a mesma... Ele era assim, mesmo novo... Com uma das mãos ele puxa uma bolsa de couro pequena que ele carregava sake... Dando um gole na mesma... Isso sempre o acalmava... Guerra... Guerra... Guerra... Ele então diz a Misako — He... Espero que não seja eu... -... Tudo era dito em voz relativamente baixa... Ele então questiona — Hattori San... E então? Temos uma posição? -...

Hattori Hanzou estava concentrado por isso não respondia se quer a pergunta realizada por Maeda. A fim de permanecer naquela posição e com aquela visão, o mesmo pediu em um tom suficiente para que todos se aproximassem ao máximo e então, assim que o fizessem o mesmo começaria a proferir tudo que havia conseguido visualizar. — São 9 deles. A principio quatro deles são de baixo nível, inferior a qualquer um desse grupo. Outros quatro não são tão fracos assim, porém ainda são inferiores, eu diria que de níveis medianos. E por fim, possivelmente nosso homem e o líder deles, é forte. Não sei identificar, mas pode ser que seja mais forte do que qualquer um de nós. Calava-se mais uma vez, agora procurando obter outras respostas que pudessem auxiliar a equipe. Então não demorou para voltar a proferir: — Eles possuem uma guarda feita pelos 4 ninjas mais fracos. A guarda está a 20 metros dos outros 5 que estão abrigados dentro de uma tenda. Os que estão de guarda, estão parados, porém em pontos estratégicos, tendo visão de cada direção. Cada um em pontos diferentes ao redor da tenda.

... Maeda recolocava seu embrulho sob um dos ombros e se aproximava... — Se ninguém tiver um plano melhor... Eu irei até a Tenda Principal... Ao meu sinal... E vocês saberão qual será... Vocês avançam... -... Maeda era direto e confiava em um plano utilizando algumas de suas proezas... — É apenas uma proposta para uma entrada taticamente superior... — ...

Harume Senju tratava de prender o cabelo mantendo a tranquilidade e se posicionava a Leste do grupo, respirava fundo escutando todas as palavras de Hattori e ficaria responsável pela vigia naquele local e direcionado a Maeda* — Disse.. algum problema ? * Imaginava a posição de todos eles naquele raio, e levava em consideração que todos poderiam ter Sharingan o que tomava a percepção deles ainda maior e para facilitar desenhava com um dedo um mapa da região constando os  4 shinobis fracos  fazendo a guarda e com um palmo de distância marcava o centro* — Hipoteticamente se chegarmos e acabarmos com os ninjas mais fracos os demais não terão o que fazer ou tentar lutar..  Olhem ! *Mostrava o desenho no chão para quem quisesse achar conjunturas como eu* — Podemos criar uma pequena distração, talvez por serem novos abandonem o posto para investigar o que foi. Se capturarmos ele podemos nos disfarçar e assim ter um dentro da formação deles causando uma falha .. *Olhava aos companheiros esperando que falassem algo* — Bom, é só uma ideia...  *Não me considerava um bom estrategista*  

Hattori Hanzou vendo a indecisão do grupo sobre uma possível estratégia o mesmo dava um suspiro e então desfazia sua técnica e focava-se apenas no grupo. Ele era o que mais podia falar, visto que tinha de fato toda a visão do local. — Conheço pouco sobre as habilidades de cada um de vocês. Mas sei por exemplo que ela. Apontava para Misako. — É usuária de Genjutsu. Então, vamos ao plano. Misako, você terá a missão de derrubar qualquer um daqueles quatro que estão fazendo a guarda ao lado de fora. Eu então irei até esse o matarei. Assim, deixaremos um rombo no campo de visão deles, o que facilitará derrubar os outros três que fazem a guarda. Temos o ambiente a nosso favor, a chuva evitará que nos ouçam, mas mesmo assim, sejam o mais furtivos possíveis, de preferência aqueles que são especializados tratem de agir nessa hora. É ai que entra você, Maeda. Assim que derrubarmos todos os quatro, você terá que colocar tarjas explosivas em todos os perímetros. Coloque o máximo que puder. Há uma distância segura, que seja incapaz de destruir tudo dentro da tenda, não queremos perder os documentos. Parava gravemente, enquanto parecia pensar, lembrando-se então que não podia descartar o sharingan, prosseguiu. — És que então o verdadeiro plano entra em ação. Eu sou capaz de inibir meu chakra, então, caso eles possuam um rastreador, não me acharão. Um de vocês terá que causar um barulho, o suficiente para leva-los para fora. A partir dai, temos duas possibilidades. Todos saem. E as informações que precisamos ficarão na tenda, por segurança. Ou apenas os quatro, sem contar com o líder, sairão, o que irá facilitar derrubá-los. Se todos saírem, temos a vantagem do campo “minado” que deixamos. De toda forma, temos a vantagem e podemos derrubar os quatro que estão com o possível líder ali dentro.

Misako revira os olhos, de certa forma incomodada com o plano* — Certo... após nocautearmos esses 4 que estão no perímetro mais afastado irei ficar recuada... lutas corpo a corpo não são o meu forte... vou tentar manter a segurança na retaguarda.. então ficam por vossa conta... não pensem que posso agir a tempo de salvar algum de vocês dois... mas quando aceitaram esta missão sabiam todos os riscos... então... vamos a isso..... Cruzou os braços debaixo do peito, esperando alguma critica.

... Maeda encarava sua sacola de couro e é encontrava 2 tarjas soltas e 3 presas a projéteis... — Desculpe minha ignorância... Mas já que você é o sem presença que coloque as armadilhas... Eu ficarei de prontidão para ajudar com qualquer emergência... — ele não via necessidade de se arriscar já que Hanzou tinha as habilidades necessárias para ser furtivo o suficiente...

Hattori Hanzou dava um longo e demorado suspiro. Parecia que todos haviam aceitado a então estratégia. Até que ouvia aquilo de Maeda. Olhou nos olhos dele e então respondeu: — Quando inibir meu chakra, ficarei sem visão do campo e não poderei auxiliá-los, caso aconteça algo. De toda forma, eu farei isso então. Mas se não estava disposto a se arriscar, não deveria ter aceitado essa missão. Mantinha sua calma e seu olhar sereno. Não parecia incomodado com aquela pequena mudança, não achava que fosse prejudicar em alguma coisa.

... Maeda apenas dava um sorriso — Quando eu salvar seu traseiro... hehehe... Vai mudar de idéia... Hanzo-san... — ele mantinha-se confiante...

O plano estava feito. Restava a execução para saber se os ninjas do clã Senju encontrariam o sucesso, a falha ou a morte...


Última edição por Fësant em Sex 06 Maio 2016, 12:04, editado 7 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Gaiden 01 - Senju | Invasão ao Acampamento Uchiha   Qui 05 Maio 2016, 15:28

Dez minutos depois, preparados, o grupo de ninjas do clã Senju avançou até o ponto indicado por Hanzou, para assim iniciar a execução do plano. Ainda chovia muito. O tempo nublado e a chuva ajudavam a esconder a presença visual, mas os shinobis ainda tinha a dificuldade de evitar sons ao pisar nas diversas poças de água que haviam no solo de terra molhada. Os que iam pelo alto das árvores encontraram como dificuldade o aspecto escorregadio dos galhos onde pisavam. No fim, vencidas as adversidades, pareciam ter chegado no acampamento, ficando a 20m de distância dos inimigos que montavam guarda, e sem serem notados... ou quase.

No último instante ao se posicionar, Maeda, que vinha pelo solo, escorregou em uma lama que era mais maliciosa do que aparentava e caiu de joelhos ao chão, sujando mãos, a calça e parte do rosto quando a lama espirrou no evento da queda. De imediato, todos olharam para Maeda, e em seguida para frente, para o acampamento, para verificar se haviam sido notados.

E viram que um dos vigias, que estava com a face voltada para o outro lado, virou-se de imediato na direção onde estava Maeda, e ficou a fitar por uns instantes.

— Algo de errado? — perguntou o outro ninja de guarda ao notar que o aliado passava a olhar fixamente naquela direção.

— Humm... Não, nada. Foi só minha imaginação... Acho... — respondeu o ninja, e parecia que, de alguma forma, o plano estava salvo até então.

Misako parecia amaldiçoar Maeda com algumas palavras que eram abafadas por sua mascara... logo se distanciava o bastante do grupo na direçao do ninja que havia visto, provavelmente o Maeda.... ele seria o primeiro a ser colocado de lado* "Eu não posso acreditar... que eu esteja realmente alinhando neste plano... nunca vi um plano tão ruim... por sorte o lider me mandou como plano B..." *Me escondia entre as arvores... no meio delas mas apenas onde pudesse ter visão do ninja, e realizava os selos se necessário lentamente para não puder ser ouvida....

... Maeda estava imóvel e assim ficou por alguns instantes até expirar profundamente... — Pffffffff... — ele ergue uma das mão como quem dizia "desculpa"... Ele então apenas seguiu os companheiros até onde fosse necessária sua aproximação...

Senju Harume> Se posicionava dentre aquelas arvores, escutava e via o Maeda cair no chão e se sujar todo, ficava preocupado mas um sorriso escapava* "Baka!.. . Esse plano não me agrada em nada, por sorte, sou melhor em improvisos" *Prestava atenção onde os Shinobis inimigos estavam em meu campo de visão e se preparava para o sinal de Maeda para iniciar com o plano* "Vamos lá..vamos lá, não me desaponte.." *De relance olhava as posições dos meus companheiros * "Ninguém vai ficar para trás, em hipótese alguma deixarei meus  companheiros " *Logo voltava a me concentrar me confundindo em meio as árvores*  

Hattori Hanzou estava extremamente concentrado quando ouvia aquele barulho, imediatamente olhou para seu companheiro que estava no chão, agora também todo sujo. Se não fosse numa situação tão arriscada, acabaria sendo uma cena um tanto engraçada. Não hesitou então em já levar as mãos para sua bolsa ninja e preparar-se para o pior, que seria encará-los num combate. Por sorte não foi preciso, o guarda esquecia aquilo. ”Espero que isso não volte acontecer, tivemos sorte por agora.” Respirava um pouco aliviado. Aquela parte parecia ter dado certo, agora restava esperar por Misako para continuarem com o plano.

O grupo observava o desenrolar da cena e as ações de Misako. E ao observar os vigias do acampamento, viram um deles começar a se contorcer, justamente aquele que pareceu ter notado o escorregão de Maeda. O inimigo parecia tentar se mover sem conseguir, e tentar falar sem também poder soltar sua voz ou grunhidos, mostrando em sua face uma agonia, um pânico silencioso.

Hattori Hanzou observava atentamente o ninja visado por Misako, não fazia ideia de que tipo de genjutsu ela estava aplicando, apenas confiava que seria o suficiente para ser capaz de se aproximar e finalizá-lo. No momento que notou que ele já estava em um genjutsu, puxou uma kunai da sua bolsa ninja e então tentou se aproximar dentro do campo de visão dele, e fora da visão dos outros, caso a aproximação fosse feita com sucesso, iria finalizá-lo com um corte em seu pescoço e segurando seu corpo, sem deixa-lo cair no chão para não fazer barulho algum. Mantendo-se atento aos outros através de sua Kagura Shingan.

Hanzou então conseguiu eliminar o primeiro alvo, sem qualquer dificuldade, graças à ilusão criada por Misako. Também conseguiu seu intento de agir silenciosamente. O plano corria bem até então

Senju Harume olhava bem o inimigo que agonizava em meio ao genjutsu da menina Mascarada * "Então essa é sua habilidade?... um genjutsu forte o suficiente para derrubar um Uchiha" *Sentia confiança pelas ações e logo faria sua parte atacando com o jutsu furtivo de aprisionamento Mokuton — Harani — o objetivo era prender o inimigo tampando sua boca e selando seus movimentos o esmagando por completo*

O inimigo mal pôde ver o que aconteceu. Quando deu por si, raízes brotaram do chão rapidamente e o envolveram por completo, obstruindo até sua boca e nariz. As raízes avançavam pelo corpo progressivamente, até deixar a vítima com a aparência de um casulo humano, imóvel. O corpo abatido cai ao chão, fazendo um baque agudo ao som de lama e água. Ao ouvir o baque, Harume se deu conta que havia se esquecido de tomar cuidado com o som gerado pelo abatimento de seu inimigo, e de logo temeu que os outros dois ouvissem o ocorrido. Por sorte, a pouca distância entre eles pareceu ser suficiente para evitar a falha do plano.

Maeda então executa sua parte do plano. Como os inimigos estavam de costas para a tenda, não havia como sair de trás das árvores se dar de cara com qualquer um deles. Assim, o ninja executou uma sequência de selos e afundou-se no chão molhado. Movendo-se sob a terra, emergiu de súbito nas costas de seu alvo e lhe cortou a garganta usando uma kunai. Assim como Hanzou fez anteriormente, Maeda segurou o corpo do oponente abatido, para evitar que caísse de vez ao chão.

Harume se concentrava e furtivamente seguia para o ultimo inimigo tomando cuidado com lama e poças,  sacando uma kunai sem fazer barulho e esperava apunhala-lo em sua nuca o matando de uma vez só. Era preciso, era a missão mas não me sentia confortável com isso.

Harume tinha tudo calculado em sua mente, e nada poderia dar errado. Enquanto andava furtivamente, contudo, algo prendeu seu pé direito, fazendo-o tropeçar e cair, apoiando-se com os joelhos na lama. O inimigo, que estava a somente 5m de distância, se virou de imediato, olhando a estranha cena que ocorria às suas costas. Por um instante, ficou surpreso, mal entendendo o que havia. Mas então a adrenalina pareceu correr em seu sangue e imediatamente sacou uma kunai.

— INTRUSOS! INTRUSOS! — gritou ele.


Encerramento





Última edição por Fësant em Sab 14 Maio 2016, 12:09, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
 
Gaiden 01 - Senju | Invasão ao Acampamento Uchiha
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (Duelo)Dri uchiha VS Rima
» Rio do Acampamento ♠Local Público Oficial♠
» Uchiha Madara vs. Hashirama Senju OVA
» [Ficha] Tatsumi Uchiha
» Ficha de Uchiha Fubuki

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Naruto RPG Online :: Gaidens e Fillers-
Ir para: