Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Apresente-se
Sex 25 Ago 2017, 23:48 por George Firefalcon

» Episódio 49 | A Reunião
Dom 06 Ago 2017, 19:15 por Fësant

» Dúvidas do Sistema
Ter 01 Ago 2017, 11:33 por Fësant

» Episódio 46 | Ou Himitsu?
Seg 26 Jun 2017, 02:57 por Fësant

» Episódio 48 | Encontros Esperados
Sab 24 Jun 2017, 18:09 por Inozaki

» Episódio 47 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:19 por Fësant

» Episódio 44 | A Aliança
Seg 12 Jun 2017, 14:11 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 34 | A Caminho da Pedra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 22 Mar 2016, 12:02

Fukkatsue caminhava calmamente até o bairro do clã Hyuuga: alguns dias após o luto pelo Sandaime, havia sido chamado por Keisei mais uma vez. Enquanto andava, pensava sobre tudo que estava ocorrendo em Konoha - e não havia como ser diferente; provavelmente todos faziam o mesmo. Durante a meditação, ao tempo em que deixava que seus pés lhe levassem até o destino, uma lembrança recente, de uma semana atrás,  veio à sua mente.

(...)


Fukkatsue havia batido na porta, mas não obteve resposta alguma. Nem na primeira, nem na segunda vez. Antes de bater pela terceira, arriscou ver se a maçaneta estava destrancada, e não se surpreendeu ao descobrir que sim. Aquela era a casa de seu irmão, Funka. Vivia quase sempre destrancada. O bairro do clã Uchiha era de fato seguro, assim como toda Konoha, mas o fato de ter a porta sempre aberta era um mero sinal da prepotência do irmão do chuunin. Era um mero convite, que dizia "Entre. Não há outro nesse clã que possa me superar, por isso não me preocupo de deixar a porta aberta".

Afastando os pensamentos, Fukkatsue abriu finalmente a porta, dando dois passos para o interior da sala escura, e fechando a entra atrás de si. As janelas estavam fechadas. A claridade existia somente pela força do pouco sol que foi visto naquela manhã, mas se fosse à noite, somente o breu haveria ali. Sentado no sofá, totalmente esparramado, com os pés postos sobre a mesinha de centro, e a cabeça jogada para trás, estava Funka, de olhos fechados, aparentemente dormindo

— Não me lembro de ter lhe pedido uma visita no meu dia de folga, Fukkatsue — disse ele, mantendo-se na mesma posição, mas revelando logo que estava plenamente desperto  — Então. O que faz aqui?

Fukkatsue sabia da hostilidade de seu irmão, mas ainda assim ficou surpreso. Depois de pensar por um segundo, respondeu: — Te visito, como você pode perceber. Mas "qual o intuito de minha visita" seja a pergunta correta. — As coisas mudaram desde a última vez que eles haviam se encontrado da última vez, e Fukkatsue queria deixar isso claro. Bem claro. — Na verdade, não sei ao certo o que realmente desejo vindo aqui. Mas na falta de referenciais, você me veio a mente. Algumas coisas vêm acontecendo na vila, coisas que eu não tenho controle muito menos conhecimento.

— "Não tem conhecimento", você diz... Você não veria nada, nem que a coisa fosse esfregada em sem nariz. E sua rebeldia pelo seu sangue também não ajuda muita coisa. — Funka então ergueu a cabeça, deixando-o na posição normal, e passando finalmente a mostrar os olhos negros característicos de seu clã. Passando a olhar Fukkatsue, continuou — O que está acontecendo é bem óbvio, irmãozinho. Konoha vai ser virada de cabeça para baixo. Será destruída, para que depois surja um herói. E no fim disso, o clã Uchiha conseguirá o poder que sempre mereceu. Claro, que não sei qualquer detalhe. Mas tenho certeza que é isso que passa na cabeça da vadia da Yuurei. E sinceramente? Prefiro nem saber. Quando chegar a hora, lutarei pelo meu clã.

— Não é possível que não exista nada que você se importa além dos Uchihas. Eu duvido que em toda sua vida, nenhuma parte de Konoha, e de seus habitantes, se mostrou importante para você. E sinceramente, não vejo um ponto sequer nos Uchihas que valha a destruição e morte de tantas coisas. Mesmo sabendo que minha vida não tem tanto valor pra você, mas se um dia tivermos de escolher entre as pessoas e os Uchihas, vamos nos enfrentar.

— Se um dia eu tinha a esperança de te ver crescido, sem esse sentimentalismo tolo, hoje foi o último. Cada um deve cuidar de si, irmão. A lei do mais forte nunca deixou de existir. Só ficou escondida por tantos anos de paz, mas um dia ele viria à tona novamente. Não pretendo sacrificar ninguém, mas não pretendo deixar que ninguém atrapalhe nosso clã. E você deveria pensar assim também. Sua perspectiva é muito distorcida... Acha que alguém daqui realmente liga para nós? Eles nos têm por perto porque é melhor ter o Sharingan como aliado do que como inimigo, e só. E se você acha que lutar contra isso é errado, então sim, nos enfrentaremos algum dia. Mas você sabe que essa... "luta"... já tem, e sempre teve, um vencedor já declarado. — Funka então se levantou, andou calmamente até Fukkatsue, aproximando-se bem de seu rosto e olhando fundo nos olhos, sendo que os seus já tinham a iris na temida cor rubra. — Então, se não quiser morrer inutilmente, maninho, sugiro que não fique no meu caminho.

— Por mais que a ideia de te enfrentar me pareça muito desafiadora, e que meus sentimentos por você mudaram com essa conversa, fazendo com que eu veja que você é só mais um Uchiha egoísta, como todos os outros, lutar contra você também não faz parte de meus planos. Você pode até vencer a luta contra mim, mas essa, de todas as outras, é a menos importante, mas creio que você já saiba disso. Creio que já tenha ouvido demais de outras pessoas. E você, o que tem feito nos últimos dias? Além de ficar trancado aqui.

— Não te devo satisfações quanto ao que faço nos meus dias de folga — disse ele, dando as costas para Fukkatsue e andando até o sofá, para se jogar novamente no mesmo, praticamente na mesma posição na qual estava antes. — Humm. Já cansei desse papo familiar. Se não tem mais nada de importante a dizer, pode ir pelo mesmo lugar por onde entrou.

— Passe lá em casa pra tomar um chá. Vou mandar um beijo seu pro pai e pra mãe. — Fukkatsue então se vira, e faz o que seu irmão havia indicado: ir embora. Apesar daquela conversa não ser muito esclarecedora, o que já era esperado, ela esclareceu uma pequena coisa: "Não devo confiar em Funka. Não mesmo."

— Tsc...  — murmurou Funka, sem mais nada dizer.


Abertura




(...)

Quando deu por si, Fukkatsue já se encontrava nas casas dos Hyuuga. Adentrou o lugar sem qualquer cerimônia, afinal seu rosto já era mais que conhecido ali. Após mais uns poucos minutos, alcançou a sala onde sempre se reunia com Keisei. Coincidentemente, chegando pelo sentido oposto, estava Genji.


Última edição por Fësant em Qua 26 Out 2016, 13:55, editado 9 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sanada Genji
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 778
Data de inscrição : 02/08/2009
Localização : Konohagakure no Sato

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 22 Mar 2016, 20:43



... Genji vinha caminhando encarando afrente um dos poucos que confiava no momento... Ele acelerava o passo, pegando no braço de Fukka, impedindo-o de adentrar a sala... - Qual que foi Fukka-kun!? Pretende mesmo seguir ao lado de... ? - ele aponta com os olhos para dentro da sala ainda fechada... - RRRRRrrrrr... Tsc! Fala sério... Não há o que fazer aqui! Essa Vila está afundada na lama suja até o pescoço... Se ficarmos assim... Afundaremos aos poucos, até nossas cabeças serem engolidas! - ele dizia baixinho perto do ouvido de Fukka, encarando-o... Ele solta o apertão, mantendo o contato visual com seu amigo...  

... Genji não era dos mais espertos, mas estava longe de ser burro... - Você soube algo sobre a substância que encontramos aquele dia? Ruzamu se feriu... Ken... Você foi envenenado... Nós vimos aqueles caras serem queimados... Ainda vivos... E para que? - ele apoia a mão no pilar na frente, parecia bem confuso e irritado... - Se eu estiver sendo usado... Não sei do que serei capaz... O nome da minha família já foi esquecido a muito tempo... Apenas o que sobrou foi nossa honra... Se eu for aquele com quem acabará com esse último tesouro... Serei aquele também que irá... - ele aperta o punho, liberando uma presença e sensação um tanto quanto pertubadora...  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchiha Fukkatsue
Notável
Notável
avatar

Mensagens : 37
Data de inscrição : 29/06/2015
Idade : 25
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 22 Mar 2016, 22:41

É verdade que Fukkatsue sempre fora entediado. Não que a morte de Sandaime tenha mudado isso, apenas o motivo de seu tédio fora alterado após os acontecimentos dos últimos dias. Antigamente, era claro que Fukkatsue era entediado com tudo e com todos, com o mundo, com a vida e com qualquer coisa que não seja cinza. Ah, e com os Uchihas, certamente com eles. Mas, agora, o tédio do jovem garoto que se sentia mais perdido do que quando não sabia das coisas que aconteciam - não que ele sabe de muito agora - era construído em perceber sua inutilidade. Mesmo que ele decidisse ajudar o lado A ou B, ele não passaria de um fantoche, sem saber a real intenção dos reis, enquanto empenhava o papel de um simples peão.

- Merda. Sussurrou, quando soube que não poderia ficar o dia todo em casa, tomando chá e... É, só tomando chá. Fukkatsue decidira parar de pensar. Em sua atual posição, pensar não era necessário e nem produtivo - mas as dores de cabeça eram fortes como nunca. Então, apenas ficar deitado no meio da roupa bagunçada amontoada no sofá de sua casa apreciando seu chá e olhando para o teto parecia algo perfeito, até que fosse a vez de se movimentar novamente. Mas, ainda assim, se pegava pensando em coisas aleatórias, como o dia em que aprendeu que os Uchihas são viciados em fogo, e no seu último dia da academia, que fora apático como todos os outros.

Foi até seu armário, onde guardava seus acessórios e roupas, vestiu-se da melhor maneira que conseguia. Percebeu que era hora de lavar as roupas. " Sete... Nove..." Tentava lembra-se de quando lavara suas roupas da última vez. Por sorte, algumas cuecas ainda estavam usáveis. Perto de onde se vestia, pairava, coberta de sangue, cortes  e barro, as vestes que usara em sua última luta. Quando se deu conta, já havia perdendo alguns minutos lembrando-se de toda a batalha, de como fora burro em não usar seus genjutsus e na conversa. Ou no que lembrava dela. Sem mais demoras, partiu.

A vila estava estranha. O silêncio, incenso e janelas fechadas faziam o contraste perfeito com a festa do dia em que Konoha fora atacada. Era possível ver algumas pessoas na rua que ainda sofriam com a morte do velho. Fukkatsue era um desses. Apesar de seus olhos não estarem vermelhos e profundos, infinitas possíveis escolhas no passado o deixavam confuso, fazendo-o pensar na infinidade de universos alternativos que poderiam ser criados, e as que ele teria que fazer no futuro começavam a doer. Novamente, pensando.

- Merda.

Tudo era estranho naquele dia. Incrivelmente, Fukkatsue sentia-se confortável em suas vestes, e até conseguiu se imaginar usando um justsu Katon em plena luz do dia. Riu, brevemente. As coisas realmente estavam diferentes. Dentro dele, talvez. Fora, com certeza.

O piloto automático tomara conta da situação, enquanto Fukkatsue via o mundo cinza ao seu redor. Decidiu, pela milionésima vez, que evitaria pensar, só faria isso quando "REALMENTE necessário.", repetiu mentalmente algumas vezes. Até os artefatos e decorações Hyuuga não estavam como antes. Talvez a pele e os olhos dos que ali estavam ajudasse um pouco com a palidez que tomava conta do dia.

Então, como uma vela que surge no meio da floresta, um ser alaranjado aparece em sua frente. Era Genji. Não, não era hora de Genji. Ele comeria alguns bolinhos, jogaria suas adagas e diria que somos grandes parceiros e que nosso time é o melhor de Konoha. Mas Genji estava diferente, sim. Ele está usando menos roupas laranja? Não... Talvez... O cabelo? Laranja como sempre. O sorriso. Definitivamente aquele sorriso bobo não estava mais ali, mas não era isso o que deixava tudo diferente. Talvez o dia. Genji foi a primeira conhecida pessoa que Fukkatsue viu após a morte do velho. Talvez fosse isso, apenas isso. Fukkatsue estava mudado por dentro, isso mudaria o que ele via por fora. "CARALHO. O QUE ME FAZ PENSAR TANTO? EU NÃO PODERIA SIMPLESMENTE NÃO PENSAR EM NADA?!" Pensou Fukkatsue, quase em voz alta, e suficientemente para mudar sua feição. Pensou em algumas possibilidades para que ele tivesse uma mente tão irritante, mas Genji agarrou seu braço e impediu o raciocínio, dando origem a outro.

Fukkatsue ouviu as palavras de Genji, como alguém que ouve que o barulho de alguém lavar a louça e depois decide que você deve sair do sofá para que ele limpe a casa. Sim, era bom. "Mas, você poderia me deixar aqui, senhor? Por, tipo... Uns dois mil anos, de boa?

- Genji. Disse Fukkatsue realmente preocupado com o garoto laranja - Que porra te mordeu? Foi a única frase que Fukkatsue conseguiu elaborar. Não que ele não estivesse gostando da situação, mas ele viu que Genji parecia estar com ele. Genji era justo o suficiente para não conseguir mentir daquela maneira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sanada Genji
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 778
Data de inscrição : 02/08/2009
Localização : Konohagakure no Sato

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Qui 24 Mar 2016, 10:06

... Ele baixa a cabeça e até solta um pequeno sorriso... - Não foi o que me mordeu... É o que NÃO me mordeu que me incomoda... - ele se desvencilha do pilar e volta a ficar ao lado de Fukka encarando a porta que daria a sala do cúpula Hyuuga... Seu corpo ainda estava com faixas e bandagens, alguns curativos por debaixo de suas vestimentas... Sem olhar para os lados, ele apenas diz, sempre sussurrando - Eu já revelei minhas intenções para Keisei e Omeshirama... Apenas quero ter certeza de que você esteja ciente disso... Fique esperto, ok? - ... Ele deixa um sorriso azedo vazar, enquanto respirava fundo para adentrar esse mundo que ele já via como "errado"... Por dentro, na escuridão de sua mente, ele via Keisei e Omeshirama... Ao fundo Jouchirou e do outro lado Uchihas... "Em quem confiar? Será que Kazama Sensei não sabe de nada?" ele se lembra do momento do funeral ao lado de sua mestra e decide agir com ela se fosse possível... Uma massa verde sai de seu ombro e então forma um Clone... Imediatamente, ele desaparece, indo de encontro a Kazama... - Esqueci de pegar o café do meu pai! Acontece... - ele arqueava os ombros, quebrando o gelo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Qui 24 Mar 2016, 20:25

— Hum. Que bom que já chegaram. Vamos, entrem, temos coisas a acertar — ouviu-se então a voz de Keisei. O líder do clã Hyuuga havia aberto a porta e falado aos dois chuunin segundos depois do clone de Genji virar o corredor. Os rapazes estavam tão preocupados com suas conversas que mal notaram o fato.

Keisei voltou-se novamente para dentro da sala, andando até a mesa de seis lugares já conhecida por Fukkatsue e Genji. O líder sentou-se no centro do lado esquerdo da mesma, tendo os dois chuunins de imediato se dirigido até o outro lado para também se acomodarem. No entanto, lá também já se encontrava outra pessoa. Um ninja de pele pálida e olhos claros, com um cabelo curto e loiro tão claro que beirava o prata. Em contraste, vestes escuras.

— Pra começar corretamente, bom dia. Este é Rokushou Kurai. Para o próximo favor que irei pedir a vocês, irão trabalhar com ele. Kurai, este são Uchiha Fukkatsue e Sanda Genji. — disse o Hyuuga, esperando que todos se acomodassem e eventualmente se apresentassem antes de prosseguir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Blackheart
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 211
Data de inscrição : 09/01/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Qui 24 Mar 2016, 22:20

Kurai estava sentado sobre um banco de madeira, aguardando a chegada de seus futuros companheiros de missão. Era estranho para Kurai ser chamado por seu próprio nome por alguém depois de tanto tempo; mas seria esse seu verdadeiro nome? Depois de tudo que passou, nem mesmo ele se lembrava. Ele havia se tornado "ninguém". Ele precisou, para sobreviver.

Kurai virou parcialmente seu rosto, ouvindo uma vez que ninguém além dele era capaz de ouvir: "Você pode fingir que não, mas continua se importando. Você é patético, Kurai." Era a voz de uma mulher, uma vez que incomodava Kurai com todas as suas forças. Ele sabia exatamente o motivo para ela estar em sua mente e sabia que jamais seria capaz de tirar ela de lá.

Seus pensamentos foram interrompidos com a chegada de Hyuuga Keisen, que apresentou ele aos seus novos companheiros para o favor solicitado. "Ele te odeia, assim como todos te odiaram quando descobrir para quem você trabalha." Kurai sentiu vontade de mandar ela calar a boca, mas quantas vezes as pessoas olharam para ele como se fosse maluco por estar falando sozinho. Kurai suspirou e sorriu, movendo sua cabeça para frente de forma a cumprimentar os dois que acabavam de chegar.

Seus olhos se moveram, analisando os dois disfarçadamente. Uchiha Fukkatsue e Sanada Genji, ele os conhecia; mas ninguém conhecia Kurai. Kurai não era ninguém. Kurai permaneceu sentado, vendo eles se entrarem na casa e aguardando Hyuuga Keisei introduzir o objetivo do favor.

"Você vai matar eles, Kurai. Se você não matar, eu mato."
Cada dia que passava, ela ficava mais irritante. E mais forte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sanada Genji
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 778
Data de inscrição : 02/08/2009
Localização : Konohagakure no Sato

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Sex 25 Mar 2016, 00:33



... Para Genji, ele e Fukka estavam adentrando um covil desconhecido... Sua expressão não era nada contente, nem mesmo ao simpático "bom dia" do líder Hyuuga... "- Hunf... Esses olhos brancos... O que ele está pensando? Parece que ele sempre está assim, sem vida... -" ... O jovem estava totalmente confuso por dentro, não havia em quem confiar, salve seus amigos e sensei... Erguendo o queixo, tentando ser "intimidador" do jeito dele, ele adentra o salão e encara a figura fria sentada na mesa... Ao ouvir a imposição desse trabalho que agora seria realizado ao lado de um desconhecido, Genji deixa escapar um... - Tsc... - e então, tentando disfarçar, volta a encarar Keisei diretamente... Em pensamentos "- Fala sério... Esse cara é estranho... Nunca o vi... E olha que conheço bastante gente... O que Keisei quer colocando esse cara com a gente? Droga... Espero que Fukka leve a sério o que eu falei antes... -"...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchiha Fukkatsue
Notável
Notável
avatar

Mensagens : 37
Data de inscrição : 29/06/2015
Idade : 25
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Sex 25 Mar 2016, 10:50

A porta abriu, devolvendo Fukkatsue aos seus pensamentos. Agora focados em que tipo de genjutsu poderia estar afetando Genji, que sempre fora agitado. Mas pensativo e lógico era algo que o garoto nunca demonstrara ser. Talvez obra de Keisei.

- Bom dia. disse Fukkatsue, respondendo Keisei, depois inclinando levemente sua face, cumprimentando seu novo companheiro de grupo.

"- Keisei, você sempre me surpreende. Novamente, vamos trabalhar para o senhor. Quando irá nos convidar para tomar um chá? Ou eu terei que fazer isso? Apesar de eu acreditar que você não irá gostar de minha humilde residência, assim como eu não gosto de você." Fukkatsue poderia dizer. Mas apenas contentou-se com o usual:

- Onde, o que, como e quando? Era possível ver um "é um prazer te servir, senhor" estampado em Fukkatsue. Estranhamente, ele aprendera a demonstrar suas emoções em pouco tempo - talvez não como todos os outros, mas um sorriso não mata ninguém. Uma das poucas pessoas que ele conhecia que não esboçava sentimentos era seu irmão. E parecer com "aquilo" não parecia ser algo legal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Sex 25 Mar 2016, 22:51

— Ok, agora que já se apresentaram, vamos ao assunto. Pra começar, eu repito o quanto sou grato a vocês dois, Fukkatsue e Genji, pelo apoio que têm me dado durante esse tempo. Muitíssimo obrigado. O único pesar é que o Tatsunomi-sama não conseguiu resistir muito tempo... A substância que vocês encontraram, eu entreguei para os médicos, mas eles estavam com dificuldade para analisar. Afinal, eles precisavam primeiro identificar se era um antídoto, um veneno qualquer ou o veneno que foi usado contra o Sandaime... Na noite de ontem descobriram que era de fato o mesmo veneno... e que era possível sintetizar o antídoto. Pena que é tarde demais... Eu passarei essa notícia para o Conselho hoje à tarde, juntamente com os médicos. É lamentável pensar que Omeshirama estava envolvido com Jouichirou num ato tão vil...

Keisei fez uma pausa. A decepção estava estampada em sua face, enquanto balançava negativamente a cabeça, cabisbaixo.

— Não sei o que o Conselho fará quanto a Omeshirama depois que eu entregar essa informação, mas ainda temos que cuidar de Jouichirou. As informações que temos é que ele parecia possuir alguma aliança com a Vila Oculta da Pedra, e as chances de ele ter fugido para lá são altas. Na verdade, a perseguição, busca e captura de nukenins fica a cargo da Anbu, mas eu não vou conseguir ficar parado. Por isso pedi permissão ao Conselho para também ter uma equipe minha nessa busca. Assim, escolhi vocês dois para essa missão, se aceitarem, claro. Como a Anbu é a responsável, é necessário ter um membro dela na equipe, e por isso Kurai irá com vocês. O que me dizem? Aceitam a missão de ir até Iwa atrás de pistas de Jouichirou?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sanada Genji
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 778
Data de inscrição : 02/08/2009
Localização : Konohagakure no Sato

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Sab 26 Mar 2016, 02:55

... Genji encarava Keisei com alguma descrença... "- Ele está afirmando piamente que o laboratório de Omeshirama possuía o veneno e que aqueles shinobis que estavam lá para apagar provar eram de Jouchirou? Ele afirma isso apenas com o que passamos para ele? Sem nenhum membro de seu próprio Clá, apenas nós? É como se ele quisesse que shinobis de fora de seu clã, como um Uchiha, fossem provas e a favor de sua teoria...-" o jovem estava pensativo demais...

... Genji, levemente irritado, diz - Iwa'gakure? Está me dizendo que quer arriscar uma guerra por uma suposição de que ele esteja lá? Keisei-Sama... Concordo que Jouchirou precise ser capturado e trazido para prestar esclarecimentos e se declarado culpado, pagar por seus crimes... Mas agir contra outra Vila, mesmo que sem violência, não acha arriscar demais? E se Jouchirou estiver lá mesmo, não acha que ele estará pronto para uma ação tão direta assim? - Genji bota as mãos sobre a mesa e diz - Bem, sei lá... Qual o seu plano? Duvido que nós ou até "ele", sejamos tão capazes para sermos suas "carta na manga"... Precisamos de uma janela para entrar sem sermos suspeitos demais... Acha que depois de tudo isso, essa janela seja possível? - ...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchiha Fukkatsue
Notável
Notável
avatar

Mensagens : 37
Data de inscrição : 29/06/2015
Idade : 25
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Sab 26 Mar 2016, 12:32

"Ótimo, Keisei agora nos passa informações antes mesmo de avisar o conselho. Um pote com o veneno que matou o Hokage ficar em um laboratório abandonado me parece algo estranho, senhor Keisei. Pensou Fukkatsue, surpreso. Até então, aquele era apenas um veneno qualquer. Na verdade, era bem provável que Keisei estivesse mentindo.

Assim que Genji termina sua fala, Fukkatsue diz, calma e levemente - Sim. Respondendo ao chamado de Keisei. Era uma missão importante, e a confiança de Keisei era algo que Fukkatsue realmente precisava. Pisar em algo sólido parecia ótimo, depois de tanta lambança.

- Devemos mata-lo, ou apenas coletar algumas informações? Fukkatsue completou, com um pequeno sorriso no canto da boca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 29 Mar 2016, 02:15

— Arriscar uma guerra? Capturar Jouichirou? Matá-lo? Acho que vocês precisam pensar melhor na situação, rapazes — disse Keisei, um tanto surpreso pelas palavras de Genji e Fukkatsue. — A missão é coletar pistas, e somente isso. Nada além disso. Se somente precisarem agir nos arredores próximos de Iwa, não haverá riscos. E caso precisem entrar em Iwa ou tratar com algum ninja de lá, basta agirem diplomaticamente, identificarem-se como ninjas de Konoha que estão atrás de um nukenin. Normalmente, mesmo entre vilas que não são aliadas, isso não gera problemas. Mas se ainda assim encontrarem algum ninja de Iwa hostil, basta se defenderem e recuarem. Não é uma missão ofensiva, mas sim uma busca. Tenham isso em mente. E por favor: se acaso encontrem Jouichirou, somente reportem isso o mais rápido possível a mim ou ao Conselho. Ele foi um herói de guerra, e nenhum de vocês possuem força suficiente para enfrenta-lo, lembrem-se disso.

Keisei fez uma pausa, para deixar os ninjas à sua frente apreenderem as informações. Instantes depois, prosseguiu.

— Sobre “plano”, não há qualquer um. Até porque estamos no início das buscas, então temos somente o ponto de partida provável que é Iwa, ou seus arredores. O objetivo é conseguir o máximo de informações possível e reportar. E embora seja um tanto óbvio, é bom ressaltar que caso achem o paradeiro de Jouichirou, devem fazê-lo de forma que o mesmo não perceba isso, ou então ele irá fugir novamente e todo o esforço será em vão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sanada Genji
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 778
Data de inscrição : 02/08/2009
Localização : Konohagakure no Sato

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 29 Mar 2016, 12:28




... - Eu disse "guerra", pois se Iwa aceitou Jouchirou como aliado, com certeza não irão deixar que sua localização seja descoberta, o que com certeza pode gerar ações hostis... E você sabe que se nos defendermos, e IREMOS fazer se preciso, é uma fagulha que poderá queimar... - Genji toca o ombro do silencioso Kurai e de Fukka com um "soquinho", alertando os dois para a retirada, afinal não haviam muitas dúvidas nesse caso.... - Mas OK! Acho que ficou claro nossa missão... Iwa fica a alguns dia de viagem, então é bom irmos nessa! - Genji ameaça se virar, mas ele volta meio descaradamente e com um tom desafiador - Ah esqueci de uma curiosidade minha... Qual o nome do responsável pela análise da substância que encontramos no suposto laboratório de Omeshirama? É que tenho detalhes sobre o local e que gostaria de passar a ele, acho que pode ajudar... E como o laboratório já era... - ...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blackheart
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 211
Data de inscrição : 09/01/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Qua 30 Mar 2016, 00:51

Assim que Sanada tocou o ombro de Kurai, ele se levantou dando um passo em direção contrária. Claramente ele se sentia desconfortável com este tipo de situação. O ninja ouviu o dialogo entre os dois membros de sua equipe e bufou, um tanto quanto decepcionado. "Será que nunca fizeram uma missão de verdade?".

- ...Então não seja capturado, Sanada. Não estamos falando de uma missão qualquer, como estão acostumados na "Folha" - Sua forma de dizer, demonstrava um certo desagrado com a Vila Oculta acima dele, ele não se sentia em casa. Aquela não era sua casa. - Esse homem pode estar diretamente envolvido com a conspiração que assassinou o Hokage. Eu já fui enviado em missões em outros países e por isso acompanharei vocês nesta missão: Kamishiro Sayuri é uma ninja da "Raiz" que está infiltrada na Vila Oculta da Pedra a alguns anos, ela será nosso contato enquanto estivermos no País da Terra. De lá em diante, teremos que buscar informações como o Keisei informou. - Kurai então cruzo os braços, fechando seus olhos enquanto pensava. - Devemos assumir que se formos detectados lá e Jouchirou tiver aliados no país, seremos mortos. Na melhor das hipóteses seremos torturados para entregar informações das buscas da Folha sobre seu paradeiro.


Kurai parou de falar, caminhando até uma mesa próxima que tinha alguns equipamentos. Na mesa havia alguns equipamentos diversos. Sua bolsa já estava em sua perna. Pegou então uma katana, prendendo-a em suas costas e um manto negro que cobriu seu corpo mantendo seu rosto de fora. Puxou também uma mascara negra com um grande sorriso maligno, que mantinha apenas seu olho esquerdo revelado. Antes de colocar a mascara sussurrou para si mesmo; em respeito ao que já fizera usando a mascara: "Me jogue aos Lobos, e voltarei liderando a Matilha". Kurai então caminhou em direção a saída do local. Como um membro da "Raiz" ele foi treinado a ficar calmo e pensar, mesmo nas missões mais difíceis; ele não se importava de ser morto em uma missão ou abandonar um companheiro para cumprir seus objetivos. Ele foi treinado para cumprir ordens, não para questiona-las.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sanada Genji
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 778
Data de inscrição : 02/08/2009
Localização : Konohagakure no Sato

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Qua 30 Mar 2016, 11:12


... Assim que Kurai se vira para sair do local, Genji já estava peitando seu corpo, encarando-os nos olhos e não deixando que o mesmo avançasse... Seu braço estava estendido para o lado, como se pedisse para que Hyuuga Keisei aguardasse... Após alguns segundos na tensa situação, ele diz - Algo mais, Kurai-san? - .... Kurai havia se mostrado mais do que competente, inteligente e extremamente estratégico, porém sua primeira frase sobre as missões executadas na Folha havia tocado no ego do jovem Chuunin... Após o embate das energias dentro da sala, Genji sai da frente da frente deixando Kurai prosseguir e agora seu olhar mirava Keisei, aguardando as devidas respostas... E era bom ele não demorar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchiha Fukkatsue
Notável
Notável
avatar

Mensagens : 37
Data de inscrição : 29/06/2015
Idade : 25
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Qua 30 Mar 2016, 12:50

Aquele não era o Fukkatsue comum. Jamais fora assim, após ouvir a bronca de Keisei e as informações, disse: - Apesar de estar exagerando um pouco, meu desejo de matar o assassino de Sandaime, ao meu ver, também é o desejo de muitos. Mesmo sabendo que não somos páreos para isso, racionalmente, não consigo reprimir a onda de justiça que tenta me levar. Fukkatsue olhou então para seus companheiros e completou. - É um prazer te ajudar, Keisei. Principalmente quando você está ajudando Konoha. E nós estamos aqui para isso. Já que não parece produtivo nem vemos grandes chances em ter sucesso atacando Jouichirou, observá-lo é, de fato, a melhor opção. Meu único medo é de sermos capturados. Fukkatsue percebeu que sua fala poderia ser mal interpretada, e, rapidamente, se explicou. -Não pelo que pode acontecer conosco, mas com você. É lógico que agora existe muitas pessoas querendo saber do paradeiro de Jouichirou, até por motivos próprios, mas um empecilho em seu caminho é o que você menos deseja, acredito. Me esforçarei para ter o melhor resultado possível nessa missão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 05 Abr 2016, 00:27

— Sou muito grato por sua ajuda e preocupação, Fukkatsue. Mas confio na capacidade de vocês. Sei que não irão falhar. — respondeu prontamente Keisei, também se levantando de seu assento. — Kadoma. Esse é o nome do ninja médico que fez a análise da substância, Genji. Você poderá encontra-lo no Palácio do Hokage ou no Hospital. Certamente algum outro ninja médico deverá saber o lugar exato onde ele está no momento. — respondeu então o Hyuuga, olhando para Genji. — Então, se já está tudo certo, estão dispensados. Boa sorte.

Sem mais delongas, os ninjas saíram da sala, dirigindo-se até seus aposentos para se preparem para a viagem. Às 11 horas da mesma manhã, partiram.




(...)

Passaram-se dois dias de viagem tranquila, cautelosa e sem sustos, seguindo na direção noroeste. Atravessar o País do Fogo por completo não foi problema, e passar pelas fronteiras dos países das vilas da Grama e Cachoeira muito menos. O verdadeiro perigo da missão começava agora, quando o grupo pisava no solo do País da Terra.

Após entrar no território, o trio avançou por muitos metros ainda, para se distanciarem da fronteira, onde o fluxo de ninjas e pessoas era maior. Quando começava a anoitecer, aprofundaram-se mais nas regiões montanhosas, afastando-se da estrada principal, pois precisariam procurar um abrigo para descansar. Embora não estivessem habituados, não tiveram dificuldades para encontrar uma pequena caverna para passarem a noite que chegava.


Última edição por Fësant em Qua 26 Out 2016, 13:45, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sanada Genji
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 778
Data de inscrição : 02/08/2009
Localização : Konohagakure no Sato

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 05 Abr 2016, 00:54



... Genji logo soltava sua mochila em um canto, se alongando em seguida, principalmente suas pernas e pescoço, tudo devido a longa viagem - Essas montanhas são o pior lugar da terra... Pedregulhos, rocha pra todo lado, que lugar desolado... - ele vai até a entrada e então a partir de sua mão lentamente começa a crescer uma massa de madeira jovem, formando em seguido três silhuetas que finalmente se transformam em três clones... - Estaremos seguros... Pelo menos por hora... - ele se joga no canto usando sua mochila como apoio, deixando uma kunai em sua mão e sua capa sob seu corpo... Os clones por sua vez saiam dali e partiam para partes mais altas da montanha, afim de ficarem como sentinelas estrategicamente posicionadas, além de a qualquer momento poder acordar seu criador com uma mensagem... Genji se ajeita em sua cama improvisada e diz - Até gostaria de um fogo... Mas aposto que Kurai vai declinar... He... Boa noite... Amanhã chegaremos a Iwa... - sem deixar de cutucar o calado Kurai, ele se vira e dorme armado, tentando relaxar para recobrar suas energias...

... Os clones assim que chegam as suas posições reclama - Tsc! Ficar aqui vai ser um tédio... - e um outro diz - Que linda noite... - e o ultimo diz - Ah não, pisei em um coco? Puta merda... Digo... Espero que seja sorte... Eca! - ...
Posição dos Clones:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Uchiha Fukkatsue
Notável
Notável
avatar

Mensagens : 37
Data de inscrição : 29/06/2015
Idade : 25
Localização : Campo Grande - MS

MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   Ter 05 Abr 2016, 23:54

Fukkatsue sentou-se, apoiando-se em uma das paredes. Pensava em como organizar a vigília da caverna, quando Genji deu conta do recado.

"Porra. Quatro Genjis e um doido. Só falta aparecer um Uchiha aqui agora..." Pegou no sono e sonhou. Em seu sonho, de fato, um Uchiha chegava na caverna e cumprimentava os ninjas ali dentro.

Mas Uchiha voltou ao mundo real, acordou e esfregou os olhos. Deitou-se de uma maneira mais confortável, tirou alguns botões, para que a roupa não atrapalhar a tão esperada noite de sono. Ficou alguns minutos pensando em como seus esforços poderiam mudar algo, ou não, e dormiu. Mas não sem antes dizer um - Boa noite, galera.

(...)

Genji, Fukkatsue e Kurai passariam a noite na caverna, tendo o primeiro já providenciado os vigias para o sono, com cada clone estrategicamente posicionado. Após uma hora de descanso, quando o sono já estava tomando praticamente todo o corpo dos ninjas, Genji e Fukkatsue percebem uma movimentação estranha e acordam. Quando os olhos se acostumam novamente à escuridão, ambos percebem Kurai terminando de se aprontar, prestes a sair...


Encerramento



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Episódio 34 | A Caminho da Pedra   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 34 | A Caminho da Pedra
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» [EVENTO] MONTE SUA QUEST BASEADA NOS EPISÓDIOS DA SÉRIE POKEMON!
» Elementos ( Agua/Fogo/Eletrico/Planta/Pedra/Metal/Fantasma/Psyquico )
» Star Wars Episódio VII: O Legado dos Sith (Crônica Livre)
» Oração a São Marcos da Pedra Preta

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Naruto RPG Online :: Episódios :: 2ª Temporada: Folha e Pedra-
Ir para: