Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Episódio 46 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:29 por Fësant

» Episódio 44 | A Aliança
Seg 12 Jun 2017, 14:11 por Fësant

» Episódio 43 | O Espião e o Outro Lado
Seg 12 Jun 2017, 11:47 por Fësant

» Episódio 42 | Planos para o Retorno
Qua 05 Abr 2017, 00:01 por Fësant

» Lançamento: Shinobi no Sho!
Dom 26 Mar 2017, 16:01 por Fësant

» Naruto ''Shinobi no Sho'' - Livro Básico
Seg 06 Fev 2017, 04:54 por Fësant

» Episódio 41 | A Resposta do Andarilho
Sex 21 Out 2016, 21:10 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 09 | Interceptação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1659
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Episódio 09 | Interceptação   Ter 21 Jul 2015, 03:02

[23:15] Konoha. Lado Leste. 30 metros afora do muro da vila

Um jovem se encontrava sentado encostado a uma árvore, de forma até displicente haja vista sua posição. Era ruivo, com olhos castanhos bem vivos, e duas marcas retangulares sob cada olho, embora todas as cores fossem somente turvas devido à pouca luz. Seu traje era escuro, talvez negro, e de modelo bem comum, porém deixando ambos os braços sem as mangas. A região sob o ombro esquerdo estava enfaixada, mas provavelmente se tratava de mero adorno.

Em frente ao ninja, que deveria ter algo em torno de 25 anos, estava uma pequena criatura, pulando de um lado para o outro e brincando com pedras, esbanjando uma alegria aparentemente sem qualquer motivo. Enquanto isso, o rapaz risca desenhos disformes no chão, como quem simplesmente busca uma solução para o tédio. Até que algo trouxe uma leve surpresa à sua face. E então começou a falar, provavelmente pensando alto consigo mesmo.

— Hum... somente um? Jouichirou-sama havia dito que duas pessoas viriam aqui entregar o pacote... Bem, um homem precavido vale por dois. — e estranhamente se voltando para a pequena criatura que pulava pelas sombras, falou — Minion, acabou a brincadeira. Acho que algo de errado ocorreu e precisarei lutar. Poderia já fugir, mas tenho que esperar para averiguar o que está acontecendo. Vá para casa. Se um de seus irmãos chegar mais cedo que o esperado, já sabe com quem falar, entendeu?.

O bichinho então parou de pular. Pela sua sombra, parecia ter feito algum tipo de continência ao jovem, como quem estivesse entendido a ordem e pronto para segui-la.

— Sim, Taiga-san! — e dito isso, desapareceu em uma cortina de fumaça.

(...)

Akashi negou a missão dada por Omeshirama, e seguiu para conversar com Toushizo, braço direito de Hyuuga Keisei. Dele, recebeu a missão de matar seu irmão, Kurogane Higa, um ANBU de codinome Kumori Gumo. Entretanto, naquele momento, o chuunin estava prestes a agir novamente por conta própria. Fora dos muros de Konoha, observava com seu sensor um homem que deveria ser um ninja de outra vila, e que estaria lá para realizar um contato com os subordinados de Jouichirou, líder da ANBU. A 10m do arqueiro, voando sobre as árvores, estava Ogami Rei, outro chuunin que Akashi havia acabado de conhecer, mas a quem depositava a confiança, como último recurso.

Enquanto vigiava seu alvo, o Kurogane sentiu dois novos chakras com assinaturas diferentes aparecerem perto dele, e segundos depois se separarem, aparentemente se escondendo na floresta, mas ficando a aproximadamente 15m de distância do primeiro alvo. Ao que indicava, de alguma forma, o alvo sabia que alguém se aproximava.


Abertura





Última edição por Fësant em Seg 17 Ago 2015, 00:46, editado 5 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 360
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Ter 21 Jul 2015, 03:54

— "Parando pra ver, eu tenho que parar de pedir missões para os outros. Nunca faço o que me mandam." — Vagava em seus pensamentos, Akashi, conforme observava o ninja desconhecido. Tais pensamentos, entretanto, cessaram com o surgimento de reforços. Por algum motivo, ele havia sido notado, ou então seu colega o havia sido. De toda a forma, a sua maior preocupação encontrava-se no que fazer a partir do momento em questão. Seus olhos miravam a sua frente, embora o que realmente estivesse responsável por sua percepção dos eventos fosse o sua Kekkei. Sentindo a posição de cada um ali, o arqueiro preparava-se para agir.

— "Vejamos, os outros dois não são tão fortes quanto o primeiro. Vou começar por eles. Preciso achar uma forma de avisar Rei também." — Refletindo sobre seus próximos passos, Akashi sacou seu arco, junto com uma flecha, preparando-se para começar o combate.  — "Lidar com três inimigos parece muito trabalhoso. Minha vontade era de recuar e ir embora; mas se eu voltar, quem vai me matar é Toushizo." — Concluiu seus pensamentos, tendo então confirmação de que lutar era a sua última e única opção. Ignorando a tentativa de emboscada de seus inimigos, soltou a flecha, fazendo o projétil ir em direção a um dos inimigos escondidos. A velocidade da flecha, entretanto, mostrava-se anormal. Revestida de chakra fuuton, não demorou mais que poucos instantes para alcançar a posição do alvo, visando feri-lo ao máximo. Em adição ao ataque, Akashi esperou a reação defensiva do adversário, esperando saber a posição exata deste após o ataque, para alertar em voz alta o seu colega sobre as suas coordenadas. — Apareceram mais dois inimigos, cada um a 15m do alvo. E agora, Rei, preciso que use tudo o que você tiver nas coordenadas que eu disser, um deles está lá! Vamos começar por ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ogami Rei
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/07/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Ter 21 Jul 2015, 13:42

Os dois chuunins já se encontravam na floresta, rumo a encontro do alvo ainda desconhecido. Sobre seu pássaro nos céus, Ogami Rei viajava contra o vento, numa velocidade equivalente a de seu companheiro para que não se separassem. Não foram necessários mais que alguns minutos para que Akashi anunciasse a proximidade com o alvo, entretanto esta notícia viera acompanhada de mais reforços inimigos, algo já esperado por Rei. "De fato seria muito imprudente vir sozinho, já esperava algo do gênero.." Pensou Ogami. Antes mesmo que Akashi terminasse de solicitar sua assistência contra um alvo específico, determinado pelas coordenadas ditas pelo mesmo, as mãos do ninja já estavam descobertas por suas luvas negras ornamentadas por detalhes vermelho vinho. Para quem visse aquilo pela primeira vez, seria no mínimo arrepiante. Nas palmas de suas mãos logo se revelavam de um sono profundo algo que parecia estar vivo, que apenas com mais atenção e um esfregar dos olhos seria possível presumir o que aquilo era. Bocas. Pareciam mastigar algo, cuspindo logo em seguida diversos objetos aparentemente vivos. Eram pequenos pássaros brancos, feitos de argila.

Sua expressão vazia logo se transformou totalmente. Um sorriso desafiador, acompanhado de um olhar penetrante e focado logo se revelou em sua face. Já preparado para combate, Ogami posicionou-se ereto sobre sua criatura, cruzando os braços, os mesmos retos na direção do chão. Com sua face já mirada para o chão, aguardou poucos segundos para iniciar seu ataque misterioso até entao. Ergueu sua cabeça simultaneamente com um descruzar violento de seus braços, libertando suas criações. Não tardaram para mostrar seu propósito. 5 pássaros de tamanho miúdo logo viajaram numa velocidade perturbadora, rasgando o vento, enquanto miravam ousadamente o inimigo definido por seu companheiro. Ao contrário delas, Ogami travou no ar junto com sua montaria, agora já de braços cruzados. Pela sua expressão, se apresentava apenas como um espectador aguardando um espetáculo explosivo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1659
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Qua 22 Jul 2015, 01:02

Rei e Akashi então iniciaram o ataque, de forma bem coordenada para uma dupla que mal havia se conhecido. O lugar mal tinha iluminação, e tanto Akashi quanto Rei mal viam seus alvos, este último principalmente, pois sobrevoava o lugar e as árvores atrapalhavam a visão. Contudo, tinham a possibilidade de atacar sem dificuldades. Rei por ser um especialista em explosões, e Akashi por ter o Kagura Shingan guiando toda a sua mira. No ataque, o arqueiro foi o primeiro, disparando um projétil rápido e certeiro, reforçado pela natureza de chakra que controlava, o fuuton. O rastreador sentiu o impacto do projétil, que também pôde ser ouvido, embora não fosse um som muito alto. Mas algo de estranho havia ocorrido.

Em sua vez, Rei lançou suas criações de argila sobre a área na qual o alvo se encontrava, explodindo com uma sincronia impecável quando elas atingiram o ponto de altura ideal. Esse ataque sim fez um bom estrondo, movendo um pouco as colunas de vento e queimando as árvores em volta da área, clareando a visão para o ninja que a sobrevoava. Quando a poeira baixou, ambos os chuunins de Konoha viram uma redoma de pedra no lugar onde estava o alvo, rachada. Segundos depois se despedaçou, revelando a sombra humana de alguém que mal havia se ferido.

O Kagura Shingan de Akashi havia lhe dado a explicação do que ocorreu. Quando os ataques foram desferidos, o fluxo de chakra do primeiro alvo se modificou, revelando a execução de um jutsu naquele exato momento. O provável ninja de outra vila que a dupla caçava havia protegido seus aliados com uma técnica Doton. Akashi também havia segundos antes do início do combate que o alvo estava utilizando alguma técnica sensora, mas naquele momento já havia dispensado a mesma.

Enquanto a redoma de pedra se desfazia, mais poeira ia se levantando no lugar, embora não tenha demorado muito tempo para que a mesma baixasse novamente. E quando a visão ficou completamente limpa, os chuunins puderam distinguir naquela sombra humana uma cauda. E depois constataram que nada havia de humano naquele ser.

Apesar do aspecto humanoide, de trajar uma armadura shinobi e de estar semiereto, tinha muito mais pelos que um ser humano. Estava descalço. Os pelos dos lados do corpo e das costas eram brancos, enquanto que os das regiões da frente eram castanhos. O rosto tinha um nariz mais protuberante, toda a face em pelos brancos, com um pequeno círculo vermelho tingido na esta. Nas mãos, portava um bastão. Tratava-se de um macaco... E que falava.

— Obrigado, Taiga-san — ouviu-se então a voz rouca da criatura, em agradecimento.

— Estou aqui para isso, meu amigo — respondeu alguém mais ao fundo, e ao que parecia, era o alvo originário de Akashi e Rei, que prosseguiu sua fala — Esse ataque aéreo quase me pegou de surpresa! Mas me diga, você, Mascarado. Por que resolveu me atacar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 360
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Qua 22 Jul 2015, 16:02

Akashi olhou decepcionado para o seu inimigo, insatisfeito com fracasso de ambos os ataques realizados pela dupla. Parecia preocupado, como se buscasse uma solução alternativa para a situação em que se encontrava. A desvantagem numérica mostrava-se um problema, então o plano de acabar com um dos inimigos o mais rápido possível permanecia. Ao notar que lutava com um macaco, a expressão do arqueiro não se alterou. Somente passou pela sua cabeça o seguinte pensamento: — "Não vou nem tentar entender." — E continuou focado na batalha.

O ninja sensor ouviu as palavras do homem, denominado como Taiga, mas ao invés de responde-lo de imediato, suspirou e olhou para o lado, como se estivesse fazendo algo contra a sua vontade, o que embora não fosse o caso, ele parecia não querer estar ali. Por fim, decidiu dar continuidade ao diálogo iniciado pelo ninja desconhecido, já que realmente precisava de tempo para pensar em algo. — Preciso saber as reais intenções de Jouichirou. Escolhi aleatoriamente você para me "ajudar" nisso, mas to começando a ficar arrependido. Talvez devesse ter escolhido o outro.

Em sequência, olhou para o colega e passou-lhe as informações sobre o combate: — O ninja do meio foi o responsável por defender o companheiro dele, com uma técnica Doton.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ogami Rei
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/07/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Qua 22 Jul 2015, 21:53

Rei sem dúvidas estava irritado com o método defensivo usado por seu inimigo. De todos os meios, este talvez fosse o único capaz de evitar seu ataque por completo, e o fato de entre tantas possibilidades ser logo esta, a mais remota, o afetou emocionalmente de um jeito que a única coisa que pensava era explodir seus inimigos de dentro para fora. Antes que deixasse o lado emocional consumir a razão, Ogami se conteve, levando a palma de sua mão em direção a sua testa enquanto carregava seus cabelos castanhos para trás, suspirando simultaneamente junto a um olhar vazio para baixo. Já mais calmo, um sorriso descarado logo surgira em sua face, burlando tal sentimento de ira para uma risada discreta, visto o momento irônico que presenciara.

— Bem, pelo jeito o ataque surpresa não foi efetivo como eu esperava.. 3 contra 2. Situação complicada. Para o do meio ter defendido seu companheiro, deve ser o mais forte. Nossa estratégia não é mais válida. Vamos começar a organizar nossos ataques coordenados no do meio e manter distância para evitar investidas dos outros dois. O forte do nosso novo alvo sem dúvida é ninjutsu, o que não nos favorece. Sugiro continuar a sequência de ataques para eu poder estudar mais ele e descobrir alguma fraqueza para que possamos abusar dela. — Proferiu Ogami, pausando por não mais que um segundo sua fala. — Temos que ser rápidos também porque daqui a alguns minutos não estaremos mais sozinhos e isso dificultará nosso plano. — Finalizara, levando suas mãos para perto das bolsas ninjas na sua cintura que continham seu material de guerra. Pela sua feição, não pretendia poupar nenhuma alma que interferisse em seu caminho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 360
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Qui 23 Jul 2015, 23:06

— Quer saber as reais intenções de Jouichirou, e faz isso me atacando? Parabéns, foi uma ótima escolha. — disse o adversário chamado por Taiga, ironizando a resposta de Akashi. — Nesse caso, devo supor que nenhum dos dois é aliado dele, e no entanto sabe que eu, ou no mínimo um alguém qualquer, estaria aqui... Como um bom ninja que vê o plano ser desmantelado, meu dever é fugir... Mas vou esperar um pouco mais, só por curiosidade. Gun, Shuu. Padrão de ataque 4.

Akashi e Rei então viram o macaco de bastão passar a correr em velocidade na direção do arqueiro. Como havia se precavido em uma boa distância, o inimigo não deveria alcança-lo tão cedo. Mas a movimentação ofensiva não se restringiu a isso. Escondido atrás de uns arbustos, estava ainda o terceiro oponente. O Kagura Shingan já indicava a localização, e agora também delatava uma movimentação no chakra que indicava o uso de uma técnica. E então o arqueiro viu três projéteis de ar condensado com chakra serem disparados em sua direção.

Akashi moveu seus olhos na direção exata de onde vinham os projéteis. Tamanho era o alcance de seu sensor, nada lhe escaparia no combate. Envolvendo o seu corpo com chakra, alcançou uma velocidade absurda por um instante. Instante este suficiente para mover-se para o lado, evadindo com eficiência os ataques. Ao final disto, realizou alguns selos e conjurou uma flecha de vento que formou-se no ar, partindo então em direção ao ninja responsável por coordenar os ataques, denominado como Taiga.

Ogami tinha dificuldades em perceber o que acontecia naquele campo de batalha, entretanto foi capaz de perceber que seu companheiro acabara de ser atacado, felizmente o mesmo conseguira sair ileso. Simultaneamente à reação de ataque de Akashi, Rei atacava mais uma vez usando sua argila pre moldada nas suas mãos, aplicando o mesmo ataque que fizera poucos segundos atrás, um bombardeio no formato de pequenos pássaros.

Akashi disparou sua flecha de vento, mas viu explodir numa nova barreira de pedra que conseguiu surgir a tempo de deter seu rápido projétil. Em seguida, Rei prosseguiu com seu ataque aéreo. Taiga tentou reconstruir a barreira criada para defender o primeiro ataque, mas não conseguir fazer os selos de mão a tempo. Os passarinhos de rem entraram por uma abertura na barreira incompleta e a explodiram de dentro pra fora.

— Hum... erro de cálculo. Mas estou bem, galera. Prosseguindo para o padrão de ataque 5. — e após essas palavras, o grupo inimigo partiu para a ofensiva novamente. Akashi viu novamente os projéteis de ar voarem em sua direção, enquanto o macaco terminava sua aproximação para ataca-lo logo após. Por fim, Taiga parecia realizar novos selos de mão, e tudo indicava que ele iria atacar por último, tentando pegar o arqueiro de guarda baixa.

O Kurogane esquivou dos três projéteis com facilidade através de seu shunjutsu. Assim que ressurgiu em outro ponto a poucos passos dali, o macaco o tinha perseguido, e tentou golpeá-lo com seu bastão. Akashi então consegue esquivar com a mesma facilidade novamente, dessa vez para o lado oposto. No fim, ainda notou que uma quantidade incontável de finas lanças de pedra fora atiradas contra si, e ao que indicava foram conjuradas por Taiga. Contudo, a sincronização de seu ataque não foi boa o suficiente, e o arqueiro conseguiu mais uma esquiva limpa, movendo-se para direita a 2m.

Após a sua evasão, Akashi pareceu ignorar por completo a existência dos dois oponentes além de Taiga. Prontando seu arco para a frente, lançou uma flecha na direção do alvo priorizado, sem o uso de quaisquer jutsus.

Ainda dificultado pelo local e a falta de luz, Rei não hesitou em agir, entretanto desta vez de uma maneira diferente. Sua moldagem demorara um pouco mais que o usual, dando sinal que sua criação seria diferente das que fizera até então. De fato, era isto. De sua mão saíra uma criatura em formato de centopeia, esgueirando-se pelo pássaro em direção a arvore mais próxima para então descer ao chão. Rei já esperava que ela fosse detectada, tomando medidas no ato — Akashi, estou neste momento enviando uma unidade argilosa minha para fazer contato próximo com nosso inimigo, caso ele tente intervir peço que me ofereça suporte inutilizando seus ataques até que ela chegue no seu destino. — Finalizou, apenas aguardando silenciosamente o decorrer dos eventos seguintes.

Dessa vez, o ataque de Akashi foi puro. A pura perícia de um arqueiro, seu arco e sua flecha. O disparo foi feito com maestria, e teria alcançado até mesmo a garganta do alvo, se o mesmo também não fosse perito em sua defesa. Vendo que aparentava ser um projétil simples, o inimigo chamado de Taiga conjurou uma pequena parede de terra e pedra, não muito mais larga que a si próprio, e que se posicionou em frente a si um segundo antes da flecha o alcançar.

— Essa luta não vai chegar a lugar algum... e não vou conseguir me concentrar em quem quer que esteja voando sobre mim sem antes dar conta do arqueiro... Mas o mais estranho é que... Duas explosões, e ninguém veio averiguar?! O que está acontecendo com Konoha...? Mas já que é assim, vou abusar da liberdade um pouco. Shuu, Gun, obrigado pela ajuda. Já pude medir o nível do oponente. — O macaco de bastão então fez uma leve reverência para Taiga, e então sumiu em uma cortina de fumaça. Taiga, então, realiza novos selos, em uma sequência mais distinta em tipo do que vem fazendo até agora. — Esse pouco sangue na minha mão da última explosão é suficiente. Kuchiyose no Jutsu!

Uma grande cortina de fumaça surgiu a 2m a frente de Taiga. Sob ela, um outro símio, porém mais largo, mais forte e mais alto que o primeiro visto por Akashi e Rei, com a altura um pouco menor que o dobro da de seu invocador. Vestia um colete vermelho, mostrando os pelos rasos do tórax e os mais espessos dos braços. Sua calça também era de tecido, em cores marrom e vermelha, com um sapato escuro também de aparência comum. O rosto era enfezado, e muito semelhante a um humano, com pelos somente onde seria o cabelo e a barba de um homem comum. Sua boca, um cachimbo, e na testa uma faixa vermelha amarrada, como um digno lutador. Por fim, um bastão nas cores vermelha e dourado, segurado pelas duas mãos atrás do pescoço, em posição horizontal.

— Mais um problema, Taiga?  — disse a grande criatura.

— Nada que não possamos resolver juntos, Mei Hou Wang. — respondeu o invocador.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1659
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Ter 28 Jul 2015, 18:41

O ninja sensor testemunhou o surgimento da criatura, passando a esboçar em seu rosto não surpresa, mas uma espécie de alívio, como se tivesse finalmente chegado a uma conclusão a respeito de algo. — Ah, então ele invoca macacos. — Akashi havia de fato desprezado qualquer tentativa de entender a criatura enfrentada antes, porém a dúvida em momento algum tinha saído de sua cabeça. Mas ele não tinha tempo para isso, voltando a focar-se na batalha. Movendo suas pernas em alta velocidade, alcançou um ponto oculto no meio das árvores, mantendo ainda a distância de 20m para com Taiga. De lá, lançou uma flecha no invocador.

Rei ficou surpreso com aquela cortina de fumaça repentina, mas sabia do que se tratava pela voz de seu inimigo quando revelou o jutsu usado. Entretanto, sabia que não podia perder seu tempo admirando seja lá o que fosse que acabara de surgir no campo de batalha. Já próxima o suficiente, a centopeia de argila se lançara em seu alvo para o prender a mando de Rei, atacando o mesmo em sequência com um bombardeio de pássaros.

Akashi se escondeu, e das sombras disparou mais uma flecha, usando todo seu talento e perícia como ranger. Com a mira praticamente perfeita, disparou o projétil, que cortou o gélido da madrugada de forma certeira até cravar no ombro esquerdo do alvo. O oponente dá um gemido de dor, e depois outro ao retirar da pele com pura coragem e vigor a flecha que lhe havia acertado, constando que ela por pouco não feriu perigosamente seu músculo.

E o inimigo não tinha tempo para descansar. Quando olhou de reflexo para o lado direito, viu surgir próximo a si um animal e cor clara, semelhante a uma centopeia, e parecido em aspecto com os pássaros-bomba que haviam voado contra si por duas vezes naquele combate. A centopeia se jogou, tentando se prender a ele, mas o oponente estava atento e conseguiu se esquivar, mas ainda não estava seguro. A poucos passos de si, viu o inseto brilhar num segundo e explodir. Taiga tentou realizar selos de mão e conjurar uma proteção para si e para sua invocação, mas não foi rápido o bastante, e ambos sentiram a pele e roupas queimarem.

Rei, entretanto, não havia terminado sua ofensiva, e Taiga viu mais cinco pássaros voarem em sua direção. Porém, já parcialmente restabelecido das surpresas, conseguiu criar uma grande parede semicircular, que se interpôs no caminho daquelas bombas guiadas, protegendo ele e o grande macaco de mais uma explosão.
— Eu te chamei aqui até agora somente para se ferir... Desculpe, meu amigo. — disse Taiga, realizando uma nova sequência de selos, e nesse momento, Akashi sentiu que seu inimigo havia reutilizado sua técnica de rastreio — Mas agora é nossa vez. O alvo está atrás da terceira árvore à esquerda, a 20m. Ataque sem medo, que eu lhe cubro.

— Pode deixar! — grunhiu o símio quase gigante, que em seguida correu com os passos largos de seu tamanho avantajado, e veloz, a despeito de seu grande peso aparente, e então realizou um grande salto, cobrindo uma distância de 18m num piscar de olhos, e pousando ao chão com um grande baque, parando a 2m ao lado da árvore onde Akashi se escondia. O animal girou o bastão no ar e então desferiu um golpe horizontalmente, usando toda a extensão da arma para alcançar seu alvo.

O arqueiro esboçou uma evasão com sua técnica de movimentação rápida, mas não conseguiu reagir a tempo. O bastão o golpeou na altura do peito, jogando-o para trás com força, derrubando-o. Akashi se levanta sem dificuldades, mas a força do golpe o deixa levemente atordoado, e nem mesmo com o Kagura Shingan ele conseguiu atacar naquele momento, tendo que se reservar a se distanciar com cuidado do grande macaco, movendo-se um passo para trás, e depois correr para tentar se distanciar do mesmo, ficando a 12m de seu oponente, mas ainda mantendo a distância de 20m em relação ao Taiga.

Ogami ficou surpreendido com o vigor de seu oponente ao conseguir bloquear seu último ataque, visto a vasta sequência de investidas que tivera acabado de sofrer. — Hum, parece que ele realmente não é qualquer um.. — Disse Ogami em um tom sereno. Antes que pudesse pensar em outro plano de ataque em conjunto com Akashi, avistou um vulto rasgando os ares enquanto brandia algo semelhante a um bastão, podendo ser apenas a invocação de Taiga. Felizmente para si, o novo inimigo se dirigira a seu aliado, o poupando de um conflito a curta distância. Entretanto não poderia comemorar pois a investida do símio acabara de ser bem sucedida, atingindo seu companheiro em cheio. "Se eu derrotar esse cara, o macaco some.. É o jeito. Vamos ver se você é capaz de aguentar mais um pouco, Akashi-san." Pensou Ogami. Aquilo além de um duelo, era um teste para avaliar se o seu companheiro provisório merecia estar a seu lado, se o mesmo era capaz de aguentar momentos de dificuldade. Em postura de combate novamente, Rei conjurou mais cinco pássaros, que partiram em direção a Taiga numa velocidade surpreendente. — Vamos ver se você é durão mesmo.. !

O novo ataque de Rei, repetindo a primeira estratégia, foi novamente defendido por Taiga, que conjurou mais uma barreira de rochas como escudo contra os animais explosivos.

— Mei Hou Wang! Vamos prosseguir seguindo o mesmo alvo. Ele se moveu para a sua direita, a 12m. — e após ter as novas coordenadas da posição de Akashi, o grande macaco deu mais um grande salto, dessa vez pousando rente ao seu alvo, e desferindo mais um golpe com seu bastão.

O golpe acerta Akashi mais uma vez, que novamente se vê forçado a uma cambalhota para trás para depois se reerguer, dada a diferença de força e tamanho que acabava impulsionando o golpe. Aos poucos, o arqueiro ia recuperando a plenitude dos sentidos, mas ainda não se encontrava hábil a atacar.

Rei começara a ficar impaciente com o potencial de luta do símio de Taiga e o rumo que sua batalha contra Akashi rumava. Era necessário tomar alguma atitude decisiva, entretanto seu chakra já se esvaia aos poucos e seu fôlego já não era o mesmo. O método de ataque embora efetivo, era arriscado visto as habilidades defensivas de seu oponente. Mas Ogami optara por atacar da mesma forma de sempre, visto que o seu oponente encontrava-se em estado semelhante, ou talvez pior. Erguendo as mãos em sua frente, iniciou mais um bombardeio de pássaros de argila.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 360
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Ter 28 Jul 2015, 21:02

O novo bombardeio de Rei foi efetivo. O chuunin aproveitou um breve momento de distração de Taiga para lançar contra o mesmo mais cinco passarinhos de argila. Quando notou o ataque, o oponente não teve tempo o suficiente para conjurar uma barreira e se proteger da explosão, restando somente tentar um deslocamento rápido para fugir do epicentro do ataque e minimizar os danos. Entretanto, não conseguiu ser ágil o bastante para isso, e sentiu na pele o ardor de mais uma explosão. Suas roupas já estavam mais que chamuscadas, e a tendência era piorar conforme o combate se prolongava.

Akashi se tentava se manter escondido como podia. Contudo, mais uma vez o inimigo indicava ao símio as coordenadas de sua posição, e a grande criatura saltava, pousando próximo a si mais uma vez em um estrondo, e girando o bastão para lhe golpear. O arqueiro usa de sua técnica de movimentação e consegue escapar, buscando se ocultar mais vez e manter-se sempre a 20m do oponente nomeado de Taiga.

O arqueiro guardou seu arco e pareceu realizar uma sequência de selos nova. Tendo noção da quantidade de chakra do adversário, sabia que o jeito mais rápido de ganhar a luta era forçando o fim de sua reserva de energia. Como tal, utilizou-se de uma espécie de trunfo, visto que era a primeira vez que fazia algo do tipo na batalha. Conjurando cinco flechas de vento em sua volta, fez elas irem de encontro a Taiga, uma por vez, de um ponto distinto, forçando uma defesa diferente para cada uma.

O arqueiro disparou cinco projéteis, forçando Taiga a realizar cinco esquivas sucessivas. O oponente era alguém de grande atenção dentro de combate, algo que o próprio Akashi já havia notado, e não se deixou ser pego desprevenido pelo ataque sequenciado. Conforme ia se esquivando dos projéteis um a um, buscava diminuir a distância entre si e o arqueiro.

Ogami apenas acompanhava a movimentação de seu companheiro diante do ataque do símio, tendo sucesso na mesma. Percebeu que dessa vez Akashi usara uma técnica diferente. Intrigado, aguardou pelo que viria mediante a tais selos, percebendo instintivamente que aquela era a hora de finalizar aquela luta, ou ao menos tentar. Mais uma vez o inimigo desviara com seu shunjutsu, deixando uma abertura clara para Ogami explorar, aproveitando-se do raio de explosão de seus ataques. Enfurecidos, cinco pássaros de argila partiram mais uma vez em direção do homem, movendo fervorosamente as folhas que se encontravam no trajeto até o destino de colisão.

O oponente deu-se de encontro a mais uma explosão, mas não tentava mais criar barreiras para se proteger. Como sensor, Akashi sabia que as reservas de chakra do inimigo estavam quase no final, e esse poderia ser o motivo. Lutar contra dois especialistas em ataques à distância mostrou-se bem cansativo para ele, afinal. No fim, os pássaros voaram em direção a Taiga, e o mesmo de imediato usou seu shunjutsu para deixar a zona de impacto se posicionar-se atrás da primeira árvore que encontrou. Os animaizinhos de argila atingiram ao chão, explodindo de imediato. As chamas da explosão consumiram por completo a árvore que Taiga havia usado para se proteger e o empurrou levemente para a frente.

Naquele instante, os combatentes notaram que a luta de fato já se estendera muito: as sucessivas explosões criadas por Rei iniciaram um pequeno incêndio naquele bosque. O fogo já se alastrava com rapidez e não teria como ser contido. Normalmente algo do tipo teria ocorrido antes, mas a umidade do ar e água nas folhas e árvores resultantes da chuva de horas atrás devem ter atrasado o acontecimento. Agora, troncos, folhas, árvores... tudo ia gradativamente sendo consumido pelo fogo.

O grande macaco, chamado pelo seu invocador de Mei Hou Wang, saltou mais uma vez até Akashi, seguindo sempre a direção apontada por Taiga. Assim que pousou, girou novamente o bastão, golpeando Akashi em seu tronco, que nada conseguiu fazer para evitar o ataque daquela vez. A força da criatura era tamanha que o arqueiro pôde sentir que por mais um pouco seus ossos teriam quebrado. Depois de cambalear um passo para trás, o Kurogane se recompõe, e recua cuidadosamente dando dois passos. Se deixasse a guarda aberta, seria fatal. E assim que cessa sua locomoção, esquiva-se por mera reação de um galho de árvore em chamas que caiu ao seu lado. Quanto mais tempo passassem ali, mais perigoso seria.

Akashi se viu em grande perigo, visto os danos já sofridos. Como última opção, visando sua sobrevivência, deslocou-se até um ponto oculto dentre as árvores, onde começou a suprimir o seu chakra, buscando não ser mais encontrado pelo jutsu de rastreio do inimigo.

Ogami só pensava em finalizar a luta antes que o fogo se alastrasse mais e chamasse a atenção, subindo ligeiramente com sua montaria para aumentar seu campo de visão. Já com o chakra escasso, Rei sacou três kunais de sua bolsa ninja e lançou-as em direção de Taiga, na tentativa de infligir mais dano para que aquela luta terminasse logo.

As kunais de Rei voaram pelo céu aberto até Taiga, pois a maioria da vegetação que encobria a luta ao solo já havia se extinguido em chamas. O oponente notou os projéteis com sua visão periférica, e embora tenham sido arremessadas com imensa destreza, quase em seu ponto cego, o inimigo conseguiu se mover em uma cambalhota curta para a esquerda, esquivando-se dos projéteis.

Com o incêndio se alastrando, o ambiente começava a ser tomado pela fumaça. No solo, nada prejudicava os combatentes até então, mas a cortina aliada à escuridão iria atrapalhar as táticas ofensivas de Rei, e o chuunin já vislumbrava isso. E depois, todo o lugar seria tomado pela fumaça, afetando todos os que estavam ali, caso ainda sejam consumidos pelo fogo até então.

As chamas começam a consumir o lugar de forma cada vez mais violenta. O grande símio viu um tronco de árvore cair em sua direção, mas saltou para frente com habilidade e evitou o pior. Já Taiga não teve a mesma sorte quando lhe ocorreu algo parecido. Um galho grosso de árvore se desprendeu da mesma e caiu sobre si. Ele ainda esboçou uma esquiva e evitou que sua cabeça fosse atingida, mas permitiu que seu braço direito fosse queimado quando o galho lhe passou de raspão. Já Akashi, que até então esteve se mantendo imóvel e escondido, também passou por esse aperto quando dois galhos caíram em sua direção. O chuunin tentou esquivar, mas foi inútil, e seus pés foram chamuscados. Ao se mover levemente, sua posição havia sido revelada para Taiga, que ainda mantinha a técnica de rastreio ativa.

Ignorando os ferimentos obtidos em decorrência do galho, Akashi afastou-se mais ainda de Taiga. Ao alcançar a sua nova posição, voltou a suprimir o seu chakra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1659
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Qui 30 Jul 2015, 23:33

A luta havia se tornado perigosa para todos os envolvidos. O grande símio, o inimigo de nome Taiga e próprio Akashi. O incêndio se espalhava de forma cada vez mais rápida. Os galhos em chamas iam caindo sobre os combatentes, e até mesmo troncos de árvores inteiras. O arqueiro mantinha-se oculto, e talvez contasse com a sorte para vencer seu combate, imaginando que as chamas dessem conta do oponente, e que ele próprio conseguisse sair ileso da empreitada. Embora já se encontrasse um tanto distante de seu alvo, conseguiu ouvir baixo a voz do mesmo em conversa com sua invocação.

— Mei Hou Wang... Acho que já deu para nós. Não vamos conseguir alcançar aquele fujão, e no fim mal consegui conversar com ele também... Essa floresta em chamas... Acho que representa no que essa vila vai se tornar, se minha intuição estiver correta... Wang, tá dispensado. Volte para as montanhas e execute o código laranja em exatos 10 segundos...

Após ter ouvido essas palavras, Akashi notou pelo seu Kagura Shingan que o chakra do símio simplesmente desapareceu, tal como havia surgido antes quando fora invocado. Em seguida, ouviu novamente a voz de Taiga, dessa vez em alto e bom som, pois o ninja gritava para que ele próprio e Rei escutassem.

— Ei, vocês dois! Não sei o que pretendiam quando vieram me atacar, e vou acabar ficando sem saber. A única coisa clara que tenho é que definitivamente não estão do lado de Jouichirou-sama, o que é uma pena. Apesar de não ficar sabendo qual o plano exato dele, só o fato de terem me atacado já me dá uma ideia do que fazer. Nos veremos de novo, Arqueiro-san, Bomberman-san.

E logo após ouvir o fim do discurso do inimigo, Akashi sentiu seu chakra desaparecer de seu sensor, sem deixar qualquer rastro. Mas o chuunin não tinha tempo para avaliar a situação. Se permanecesse mais um minuto ali, seria tragado pelas chamas. Com seu sensor, notava que Rei sobrevoava o lugar freneticamente, talvez procurando alguma forma de pousar e resgatar o companheiro, o que seria difícil. A fumaça atrapalhava a visão aérea, e se no momento em que realizar o voo rasante alguma árvore cair sobre si, o pássaro de argila que lhe servia de transporte explodiria, e pioraria a situação.

E foi quando o Kurogane sentiu um chakra familiar se aproximar em alta velocidade, e depois percorrer rapidamente vários pontos daquele bosque, como alguém que procura algo. Segundos depois, viu somente um vulto humano passar por si e segura-lo com força, carregando-o nos ombros. Carregado, Akashi viu o chão ardente passar por si em grande velocidade, e ficando cada vez mais frio e escuro, distante da claridade das chamas do incêndio. Quando deu por si, estava próximo ao muro de Konoha, sentado ao chão, com a figura de seu irmão de pé em sua frente.


Última edição por Fësant em Qua 05 Ago 2015, 00:46, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Sex 31 Jul 2015, 15:02

A velocidade ofuscante de Higa criou um efeito chicote quando largou seu irmão no chão; pela força da inércia, o rapaz foi praticamente jogado contra a parede e bateu de costas no muro de Konoha. Logo adiante, de pé, a figura do ANBU o observava com olhar severo e mal-humorado: — Parabéns, tenho certeza que um incêndio é tudo que precisávamos para acalmar a Vila. — Higa olhou rapidamente para trás, em relance, um tanto quanto perplexo com o tamanho do estrago que uma única luta poderia causar - quando finalmente relaxou, então, retomou foco em Akashi. Embora não fosse de seu feitio demonstrar afeto ou preocupação, inspecionou de forma superficial os cortes e hematomas do irmão mais novo apenas para garantir que não havia sofrido nenhum ferimento fatal. Não demorou, contudo, para que fosse direto ao ponto; pôs as mãos para dentro de seu kimono, de onde tirou um pergaminho, e não tardou em jogar o pacote no colo do Chuunin: — Os documentos são estes. O tempo é curto, então não terei chance de inspecioná-los. Pelo que entendi, você precisa que eu morra ... cuidarei disso. Por hora, apenas leve o pacote para um local seguro e o investigue. Quando concluir sua tarefa, me encontre onde costumávamos ir quando crianças. — Valendo-se da sorte, Higa supôs que o incêndio atrairia a atenção de Sunshina e a faria se desviar de qualquer tentativa de procurá-lo; por pior que fosse, a imprudência de seu irmão havia garantido tempo o suficiente para pôr os planos em ordem. Ele retirou seu kimono, mantendo apenas a blusa comum que utilizava por debaixo; em seguida, retirou a sua espada sobressalente e a utilizou para realizar um corte na mão. O líquido avermelhado jorrou em pequenas quantidades que usou para espalhar pela peça de roupa e pela lâmina: — Leve como prova da minha morte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ogami Rei
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/07/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Sex 31 Jul 2015, 16:34

Aquela luta que Ogami acabara de travar sem dúvidas o esgotou, não conseguindo se desmantelar tão cedo daquela postura ofegante enquanto sobrevoava as poucas árvores que restavam do incêndio. Procurava atentamente por Akashi, seu aliado que estaria sem dúvidas em apuros naquele círculo de fumaça que se alastrava mais a cada segundo, o deixando receoso quanto ao estado do shinobi.

— Droga, cadê ele.. Devia ter resolvido esta luta mais rápido. A repercussão deste evento sem dúvidas será negativa, e o maldito estrangeiro ainda escapou. Fazia tempo que não fracassava desta forma.. Tsc —Resmungou Rei, enquanto cobria seu rosto com a gola de sua camisa.

Antes que pudesse dar continuidade às reclamações sem necessidade, um vulto fora perceptível a seus olhos, identificando seu companheiro e outro shinobi que o socorrera. Foi necessário apenas uma breve inspeção para que um alívio tomasse conta de si, algo que Ogami se esforçou para não transparecer. Visto que Akashi já estava a salvo, pelo menos por enquanto, graças ao seu irmão, levantou voo, se dirigindo de volta para Konoha. Enquanto pairava nos céus, limpou qualquer traço que pudesse o ligar ao acidente na floresta de Konoha.
Já longe dos olhos de qualquer ser, desfez seu pássaro. Já a pé, a naturalidade transbordava em si, caminhando pelas ruas de Konoha já vazias. Rei enquanto ia a seus aposentos evitava as ruas principais onde poderia ter alguma movimentação que acarretaria nas chances de negar seu alibi, um cochilo enquanto lia mais um de seus livros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 360
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Sex 31 Jul 2015, 16:46

— "Que indelicadeza..." — Reclamou em seus pensamentos, Akashi, após ter sido praticamente jogado nos muros de Konoha. Ouviu atenciosamente as palavras do irmão, conforme segurou os documentos confiados a si. Talvez não tivesse ocorrido do jeito que planejara, porém agora com a chance de analisar tais documentos, provavelmente a noite não estivesse correndo tão mal assim. Após concluir os pensamentos em questão, guardou a espada de Higa, como forma de provar que a missão havia sido concluída; embora não tivesse certeza de que chegaria a leva-la a Toushizo, visto a incerteza de até onde o sensor subordinado dele havia seguido a situação.

O arqueiro preparou-se para abrir o pergaminho entregue a si, quando deu-se conta de que não era a atitude mais inteligente a se fazer no momento. — "To na dúvida de onde é mais seguro abrir isso; se aqui fora, ou em Konoha." — E então ergueu-se. Embora tivesse se machucado bastante na luta, a sua reserva de energia ainda mostrava-se alta, como consequência de ser um ninja com uma quantidade de chakra notável, então não parecia realmente tão cansado, com excessão de sua expressão no rosto, que seria de cansaço por toda a vida. — Cuide-se, Nii-san. — Despediu-se, conforme guardou tudo da maneira como pôde, e foi dirigindo-se até a sua casa. Havia notado Rei voltando, então contataria o mesmo em outro dia. — "Se Toushizo souber que não realizei a missão, ele virá me matar. Sendo assim, não posso contar com a ajuda de ninguém do clã Hyuuga e Uchiha. Hmm... Omeshirama também não deve me ajudar, já que recusei a missão dele. Jouichirou é outro que não deve ficar de bom agrado comigo quando souber que ataquei um subordinado dele." — Akashi pôs-se a pensar por um bom tempo, já no interior de Konoha, longe de seu irmão, quando finalmente concluiu tudo o que tinha para analisar a respeito de sua situação. — É, fodeu.

Ele conseguiria sentir qualquer um suspeito perto de si, então ao menos prepararia-se caso alguém fosse o seguir. Ademais, Konoha em sua totalidade era suspeita, então não haveria local mais seguro que a sua própria casa. Assim, ao chegar em sua residência, sentou-se no chão, conforme abriu o pergaminho que seu irmão havia entregado a si.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1659
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   Qua 05 Ago 2015, 02:06

Após alguns minutos, Akashi estava na segurança de sua casa. Normalmente, após uma missão, cuidaria logo de lavar o corpo e tratar os ferimentos, para evitar infecções e febres. Mas em suas mão estava o pergaminho que Jouichirou havia confiado a seu irmão para ser entregue a um suposto aliado, o ninja com qualquer lutou e que foi chamado de Taiga por suas invocações. E normalmente teria preguiça de se debruçar em ler qualquer coisa haja vista o cansaço físico e mental, mas naquele documento poderia estar alguma resposta sobre as perguntas que lhe perturbavam a mente. Assim, sentando-se na cadeira próxima à mesa da pequena sala, cortou o lacre do pergaminho com uma kunai, e o abriu.

O conteúdo era uma curta mensagem, sem destinatário, sem assinatura, e escrita à mão. No final dela, havia um símbolo, que aparentava ser algum tipo de fuuinjutsu. Sem demora, Akashi passou a ler a mensagem, que para sua surpresa não possuía qualquer tipo de criptografia aparente.

Tatsunori-sama foi atacado nesta data. Encontra-se em estado grave, e a depender do ritmo das coisas é possível até que esteja morto quando receber esta mensagem. Esta pode ser a última oportunidade. Precisa agir. Omeshirama e Keisei começaram a se movimentar e construir alianças. Não posso fazer muito sozinho e preciso de seu apoio. Se esperar muito, Konoha escapará de nossas mãos. Temos que tomar a ofensiva. Avise-me quando estiver pronto.

Akashi ainda passou alguns instantes lendo e relendo a mensagem, procurando entende-la da melhor forma possível ou achar algum dizer oculto que havia deixado passar. Mas não encontrou nada mais. E quando estava prestes a deixar o pergaminho sobre a mesa, notou que o símbolo escrito sobre o restante do espaço em branco do mesmo passou a brilhar. Num instante, o pergaminho foi tomado por chamas, transformando-se em cinzas num piscar de olhos, sem que nada pudesse ser feito pelo chuunin para evitar. Apesar de perder a prova física, o arqueiro tinha os dizeres em sua memória, e a satisfação de que seu esforço não havia sido em vão.





Encerramento



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Episódio 09 | Interceptação   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 09 | Interceptação
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» [EVENTO] MONTE SUA QUEST BASEADA NOS EPISÓDIOS DA SÉRIE POKEMON!
» Episódios Shippuuden [Spoiler-Alert]
» Assustador! - Episódio 1 "A Mansão Velha"
» Star Wars Episódio VII: O Legado dos Sith (Crônica Livre)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Naruto RPG Online :: Episódios :: 1ª Temporada: Folha Rasgada-
Ir para: