Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Fichas Personalizadas por Clã
Ter 07 Nov 2017, 15:06 por Fësant

» Apresente-se
Sex 25 Ago 2017, 23:48 por George Firefalcon

» Episódio 49 | A Reunião
Dom 06 Ago 2017, 19:15 por Fësant

» Dúvidas do Sistema
Ter 01 Ago 2017, 11:33 por Fësant

» Episódio 46 | Ou Himitsu?
Seg 26 Jun 2017, 02:57 por Fësant

» Episódio 48 | Encontros Esperados
Sab 24 Jun 2017, 18:09 por Inozaki

» Episódio 47 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:19 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 04 | Lado A

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Episódio 04 | Lado A   Qua 08 Jul 2015, 02:43


Abertura






Nos episódios anteriores...

— Foi você o culpado do que aconteceu hoje, Omeshirama-san? — Uma atitude um tanto quanto inusitada perante alguém de tamanha importância, mas Akashi jamais daria-se conta da magnitude de sua insolência. Alguém que despendeu toda a vida tentando não preocupar-se com os outros, jamais tornaria-se alguém bom socialmente. De toda a forma, ao arqueiro somente interessava a reação do Senju - ou melhor, a reação de seu chakra. — Só responda "sim" ou "não", por favor.


(...)

Omeshirama não respondeu de imediato. Ficou vários segundos com o rosto voltado para Akashi, respondendo seu olhar com a mesma intensidade... ou até mais. O shinobi sensor de Konoha sentiu uma alteração no chakra do Senju, mas não aquela que procurava com suas indagações. O que sentiu com sua habilidade era algo que poderia ser visto externamente por todos os presentes: a manifestação da cólera de um poderoso shinobi. Seu fluxo de chakra estava revolto, e seu semblante carregado. Todo o clima se envolveu de tensão, e o outro shinobi sensor na sala olhava para Akashi pasmo, como se não acreditasse no que o mesmo estava fazendo. Depois de instantes que parecerem séculos, Omeshirama finalmente respondeu.

— Repeite-me, moleque! — disse, sem alterar muito o tom de voz, mas visivelmente enérgico. — Primeiro tenha noção de sua posição e com quem está falando. O mundo shinobi possui organização militar e você ultrapassou todos os limites de tratamento com seu superior hierárquico! — o Senju pareceu que iria prosseguir com o sermão, mas respirou para se acalmar, e então continuou — Sim... sou o culpado pelo que aconteceu hoje com o Sandaime... No fim, sou o culpado. Eu, como um de seus braços direitos, deveria ter zelado por sua segurança mais do que ninguém, mas não o fiz... Mas é justamente por ser o culpado que tenho o dever de agir! — finalizou ele, socando a mesa com força com sua mão direita.



Última edição por Fësant em Ter 14 Jul 2015, 19:24, editado 7 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 365
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Qua 08 Jul 2015, 03:40

De início Akashi pareceu confuso ao ouvir as palavras de Omeshirama, como se não conseguisse entender o motivo de sua fúria. Fosse como fosse, ele não iria dispensar qualquer energia procurando saber a resposta para isso, mas sim para dar sequência às suas palavras. Erguendo a mão à frente de Ikari, fez sinal para que o deixasse prosseguir, como se precisasse realmente continuar falando sem qualquer interrupção. A palavra "sim" vindo da boca do Senju foi o que mais teve a atenção do Kurogane, tal como o seu chakra ao proferir tal palavra.

— Entendi. — Akashi não parecia surpreso e nem incomodado com o que ouvira, o que provavelmente causaria mais surpresa ainda que a própria revelação de Omeshirama. — Eu não ligo para quem é o melhor sucessor ou qual é o melhor lado, mas eu escolherei o seu. Daria mais trabalho analisar a melhor opção ou procurar outro para seguir, então eu seguirei você mesmo. Nunca antes nada me interessou na vida até o dia de hoje. Existem coisas que eu preciso descobrir sobre Konoha, mas para isso eu preciso escolher um lado. — Dando sequência às suas atitudes inusitadas, o arqueiro colocou a mão na região direita de seu peito, como se estivesse prestes a fazer uma espécie de juramento. — Neste momento eu estou jurando lealdade direta a você, Senju Omeshirama. Acima de todos na vila, inclusive do próprio Hokage, eu agirei dando prioridade às suas ordens, até que eu tenha as respostas que eu preciso. Oferecerei a você todas as minhas habilidades. Se os Hyuuga possuem o Byakugan, você agora possui o Kagura Shingan. — Akashi logo sacou o seu arco que situava-se em suas costas, como se estivesse simbolizando algo que estava prestes a falar. — Eu serei a sua arma, o seu detector de mentiras, o seu espião, o seu assassino. Serei aquilo que precisar, desde que me ofereça em troca todo o suporte possível para investigar mais a fundo as facções de Konoha. Reportarei tudo que descobrir a você, desde que faça o mesmo comigo. Só quero que compartilhemos informação em igualdade. Se aceitar isto, serei um completo subordinado seu. — Após o seu pronunciamento, Akashi suspirou em tom de alívio. A sua expressão no rosto havia se acalmado, dispensando qualquer seriedade emitida durante as suas palavras, como se tivesse feito a parte mais trabalhosa que tinha em mente. Ao final disto, olhou fixamente para Omeshirama, esboçando sua natural e comum feição de desânimo, como se nada esperasse do mesmo, embora o que houvesse dito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Qui 09 Jul 2015, 02:01

Omeshirama ouviu o juramento de Akashi seriamente, da mesma forma que se manteve durante toda a conversa até ali. No fim da fala, esboçou um sorriso de satisfação pelas palavras, e encostou-se melhor em sua cadeira, parecendo tentar relaxar o corpo, antes de dizer sua resposta.

— Fico aliviado por ter sapiência e disposição para escolher o melhor caminho, rapaz — disse, voltando-se a Akashi — Quanto ao seu pedido, garanto-lhe que terá toda a informação que lhe possa ajudar e que seja de sua competência. — e voltando-se agora para Ikari, proferiu — E você, meu irmão, creio que nosso laço por si só seja motivo mais que suficiente para que eu possa contar que sua ajuda, correto? — indagou, retoricamente. — Resolvida essa parte, vamos para o ponto principal. Vocês disseram que tentaram obter informações de um dos suspeitos, mas ele acabou morrendo antes... e que ele disse algo sobre ser ou ter sido membro da Anbu, não é? Vamos começar daí. Enquanto aguardamos que os médicos façam seu trabalho quanto à saúde do Sandaime-sama, devemos investigar desvendar a situação. A Anbu possui registros secretos de todos os seus integrantes. Uma vez que um ninja entra para a Anbu, seu registro comum de shinobi é destruído, e somente sua nova unidade possuirá seus dados. Por mais que eu tenha influência, nunca conseguirei esses registros de Jouichirou, então precisaremos obtê-los de outra forma. Vocês precisarão adentrar a sede da Anbu e procurar nos registros qualquer informação sobre o suspeito morto. Muito provavelmente nos arquivos dele deve haver uma foto e vocês poderão buscar o arquivo correto pela sua aparência. Deve haver algo nos dados dele que possa nos guiar para outra direção, até que consigamos a prova cabal contra Keisei. Para isso, estarei adicionando mais um integrante de minha confiança ao time de vocês. Rei, pode entrar.

Omeshirama havia citado a presença de mais uma pessoa naquela sala. Para Ikari seria surpresa, mas Akashi já havia notado desde o princípio o quinto ninja ali oculto, guardando para si a curiosidade sobre não-aparição até o momento.


Última edição por Fësant em Qui 09 Jul 2015, 10:40, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Ogami Rei
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/07/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Qui 09 Jul 2015, 05:16

Embora inconformado, Ogami atendera à exigência de seu superior. Desde sua chegada a Konoha, era o primeiro acontecimento capaz de causar impacto em sua consciência. Livre de obrigações pessoais, como sempre se sentiu, Rei não se via como membro de tal sociedade por inteiro, embora esta lhe agradasse de certa forma. O único que tinha um vínculo com ele, por menor que fosse, era o Hokage. O ocorrido, capaz de fragilizar tal imagem que sempre se mostrou tão imponente ao longo dos anos que a presenciou, abalou-o sutilmente, deixando transparecer sua "humanidade" de maneira breve. Recebeu tal notícia em sua residência, na qual repousava por desinteresse em tal cerimônia. Visto que o dever lhe chamava e aquele era um motivo capaz de fazê-lo abandonar sua leitura, assim o fez, partindo para o palácio do Hokage.
   
Uma postura desinteressada e uma feição de arrogância era como se apresentava antes de abrir a porta. Mediante a um longo suspiro e uma espreguiçada nada convencional, relaxou seu corpo, virando seu rosto para o chão em seguida. Não se fez necessário mais que alguns segundos para que adentra-se seu 'personagem', erguendo sua cabeça com um sorriso convidativo. "Ombros para trás, cabeça erguida, sorrisão. Acho que não faltou nada..!" — Pensou. Já pronto, girou a maçaneta da porta, esgueirando-se para dentro da sala como alguém perdido — Alguém disse meu nome? — Perguntou em tom de brincadeira, sorrindo sozinho visto o clima tenso que pairava naquela sala. "É.. Acho que fazer piadas só vai me complicar.. prevejo um discurso mandatório vindo do Omeshirama. Vai ser difícil segurar a língua, mas fazer o quê.. maldita hierarquia." — Divagou brevemente em seus pensamentos. Sem delongas, abriu totalmente a porta, fechando-a assim que entrara completamente na sala.

Portava trajes negros, acompanhados do colete Chunnin. Nada em sua aparência chamava atenção, com exceção da cicatriz em seu olho esquerdo. Deu-se a liberdade de dar alguns passos em direção à mesa, partindo para um cumprimento formal ao seu superior, quando se deu conta da presença de outros ninjas na sala. Distraído como sempre, esboçou uma expressão de surpresa momentânea, analisando seus futuros companheiros de missão. — Olá, sou Ogami Rei, acredito que iremos realizar uma missão juntos. Espero que tudo dê certo! — Finalizou, esboçando um sorriso forçado com o intuito de fazer acreditar que era autêntico, embora viesse acompanhado de uma dose de sarcasmo proposital. Sem dúvidas ninguém acreditaria naquilo, mas era esse o ponto. Rei se divertia com o questionamento dos outros quanto a suas intenções, era como um jogo para passar o tempo. Após sua atuação, virou-se para o Omeshirama, adotando uma postura e feição apresentáveis, das quais não se desprenderia até que  os detalhes e instruções necessárias para a missão fossem repassadas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 365
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Qui 09 Jul 2015, 05:38

Akashi já havia desviado o olhar de Omeshirama desde o momento em que o mesmo confirmou o seu pedido, como se nada além daquilo fosse tão importante quanto. Eis que ouviu não tão atenciosamente a missão a si dada, a respeito da infiltração da qual havia que dar conta. Ainda faltavam os reais detalhes de como tal tarefa seria realizada, mas qualquer atividade furtiva encontrava-se dentro das especialidades do Chunnin. Auxiliado por seu sensor, somado às suas habilidades discretas e minuciosas, provavelmente seria perfeito para o trabalho, embora ainda considerasse um tanto quanto arriscado adentrar a sede da ANBU como se nada fosse; porém Omeshirama sabe o que faz, ou ao menos era nisto que Akashi buscava acreditar.

Quando finalmente concluiu seus pensamentos prioritários, que não durariam muito tendo em conta o trabalho que daria para tal, direcionou a sua atenção para o quinto ninja que encontrava-se presente, ou que estava para ser. A sua existência não havia tido qualquer importância para Akashi enquanto não conseguisse a resposta de Omeshirama, afinal pensar sobre a sua finalidade ali somente faria-lhe gastar energia com pensamentos fúteis; mas quando obteve a resposta, finalmente daria atenção para o indivíduo em questão. O chakra deste fazia-se familiar para o ninja sensor, de modo que a primeira dedução era de que haviam ao menos frequentado a academia juntos, embora não conseguisse recordar-se especificamente de quem se tratava.

Quando o indivíduo adentrou a sala, Akashi logo notou que de fato era um Chunnin de Konoha, do qual sabia quase nada mais que apenas o nome. A sua apresentação fez-se rápida, porém inusitada. O seu sarcasmo foi notado de imediato pelo ninja sensor, graças à distorção de chakra emitida, de modo que quase deixou seu pensamento fluir por alto. Fosse como fosse, não interessava ao Kurogane preocupar-se com conflitos sociais, então provavelmente deixaria passar. Assim, levantou uma de suas mãos em sinal de cumprimento, como se desse as boas vindas mais simples possível, de modo a conservar ao máximo a sua energia, sem sequer pronunciar-se a respeito. Em adição a isto, seu rosto permanecia desprovido de ânimo e qualquer sorriso, como sempre, embora mantivesse esta expressão consigo o tempo todo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Sex 10 Jul 2015, 14:43

— Visto que estão todos acordados, vamos agir. Cada minuto mais em espera significa muita coisa — anunciou então Omeshirama, ao passo em que abria uma gaveta em sua mesa, retirando um pergaminho e colocando-o sobre a mesa. — Aqui estão informações sobre a sede da ANBU, que fica no subterrâneo desse prédio. Dentro das informações, tem um mapa e escala de vigilância. Apesar disso, vocês ainda deverão tomar cuidado, pois há chances de haver mudanças, tendo em vista os acontecimentos de hoje. Se deixarmos para agir depois de somente um dia, então com certeza tudo estará alterado, então peço que ajam hoje mesmo, enquanto ainda é noite. Akashi, você será o líder da missão, pois é o mais acostumado com situações furtivas. Finalizou o Senju.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Ogami Rei
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/07/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Sex 10 Jul 2015, 18:18

Ogami escutou o que Omeshirama dizia atentamente, entretanto não deixou transparecer isso. Parecia despreocupado, afinal sua personalidade inconsequente não permitia que se preocupasse com a situação que estava prestes a se meter. Durante o discurso, Rei aproveitara para observar melhor as características de seus companheiros arquitetando no mesmo momento estratégias, posicionamentos, planos de evasão e os possíveis problemas que encontrariam. A situação a partir de sua perspectiva não poderia ser pior. O jovem encostado na parede, possivelmente o Senju devido às semelhanças com o Omeshirama, remetia uma aparência sem nenhuma peculiaridade que pudesse chamar a atenção. Entretanto o outro a seu lado, Akashi, além de suas características misteriosas e seu comportamento anti social, possuía algo que chamou a atenção na mesma hora. Repousava em suas costas um arco. Além desta informação, Ogami estava ciente de suas habilidades, mesmo que apenas superficialmente.

"Isso tá parecendo furada.. As possibilidades de sucesso desta missão são mínimas. Um arqueiro, um homem-bomba.. Uma espécime horrível para lugares fechados e outro que faz tudo menos não chamar a atenção com as explosões, embora eu saiba que posso me virar. Omeshirama sempre me enfiando em problemas, seria prudente relatar a falta de coerência nos ninjas recrutados para essa missão mas acho que isso não levaria a nada visto que o objetivo maior é deixar o menor de pessoas sabendo sobre isso.. Agora é tarde para recusar a missão, não acho que ele vá deixar simplesmente um 'não' nos tirar dessa." — Pausou por um momento seu pensamento, dando a ideia que iria dizer algo com as leves expressões que fazia, porém nada saiu de sua boca. — "Pode não ser tão ruim devido a habilidade sensorial dele" — Pensou enquanto fazia contato visual com Akashi — "Se os ANBU's tiverem um mecanismo para cobrir isso, não teremos chances. Ai ai.. porquê que eu faço isso sempre?" — Sorriu levemente, abaixando sua cabeça enquanto levava seu cabelo para trás com sua mão, descobrindo sua testa. Mesmo com um comportamento idiota e explosivo, Rei não conseguia controlar sua inteligência que constantemente ignorava isso e o fazia agir inconscientemente, normalmente analisando qualquer situação em que estivesse exposto. — Omeshirama-sama, antes de nos dar acesso a tais informações sigilosas, peço que revise mais uma vez sobre o esquadrão que está levando. Se manter sua posição, considere feita a missão. — Terminou, dando seu sorriso característico e olhos levemente fechados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 365
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Sex 10 Jul 2015, 18:50

Akashi pareceu distraído e disposto a realizar a missão como indicado, apesar de que ele provavelmente não havia sequer parado para pensar a respeito, como se para ele não importasse muito quaisquer detalhes. Enquanto permanecia deste modo, acabou sentindo certa negação no chakra do novo integrante do time, Rei, como se houvesse presença de dúvida ou alguma incerteza a respeito da situação. Visto que conversavam sobre a missão, era natural que era a respeito dela o seu chakra distorcido. Quando finalmente se pronunciou, isto ficou mais claro ainda, obrigando então o ninja sensor a pensar sobre a tarefa a si dada.

Suas mãos encontravam-se apoiadas em sua cintura, revelando seu cansaço de ficar em pé, embora tal cansaço fosse apenas psicológico — um ninja jamais se esgotaria com algo tão pequeno. Seu rosto já começava a expressar tal sensação, deixando nítido que Akashi finalmente havia percebido o quão difícil a missão em questão seria para si. Um arqueiro em um lugar totalmente fechado, limitando e inutilizando seus melhores pontos fortes, não teria como dar certo. Ao cessar seus pensamentos, o Chunnin bocejou por alguns segundos — embora não fosse possível notar com tanta exatidão devido ao protetor em sua boca — preparando-se finalmente para falar: — Não. — Foi direto, como de costume, despreocupando-se com quaisquer fatores externos. — Eu sei que jurei lealdade a você, mas não me mande em uma missão de suicídio, por favor, Omeshirama-san. — Akashi começou a coçar a cabeça, conforme olhava para o lado, revelando um ar desconfortável. — Vai ser ruim pra mim usar o meu arco em um lugar fechado desses. Eu sou especialista em missões furtivas, sim, mas vamos com calma. Nada muito fechado, por favor, ou que ao menos dê para eu me ocultar e manter a distância. — Requisitou, dada a sua posição. Se fosse se arriscar, que ao menos fosse dentro de condições favoráveis ao seu estilo shinobi.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Senju Ikari
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/06/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Sex 10 Jul 2015, 20:05

Ikari já havia ficado desconfortável com o comentário de Akashi sobre o ataque ter sido logo antes da nomeação de Omeshirama, mas a acusação que ele fez em seguida levou aquele desconforto ao extremo. Era quase engraçado, não que Ikari levasse a hierarquia da folha super a serio, ele sabia que alguns ninjas não mereciam os títulos que tinham, mas respeito era o básico. Ikari estava prestes a interromper em favor de Akashi mas é impedido pelo mesmo.

Aquela conversa toda não era de seu agrado, seu irmão já parecia assumir que Keisei era o culpado. Ikari havia aprendido na academia ninja que nem tudo era o que parecia, e um rival ter armado tudo aquilo daquela forma e naquele momento encaixava perfeitamente, a facilidade em apontar um culpado parecia boa demais para o gosto de Ikari.

Ele suspirava, sabia que sua opinião não era sempre vista com o melhor dos olhos por sua pouca idade, entretanto ele tinha que aconselhar Omeshirama, ou se sentiria culpado. --Irmão, é claro que estou do seu lado, Mas acho que precisamos de calma nesse momento. Não acha que Keisei é um suspeito um pouco obvio demais? Da mesma forma, você não acha que os Hyuugas e seus aliados acreditam que você é o culpado? Caso comecemos a acusar os outros abertamente, o ataque não só vai ter tirado o hokage de circulação, como vai ter diminuído a credibilidade de seus sucessores. A folha vai ficar dividida e obviamente enfraquecida. Além disso, Keisei é um ninja de alto nivel e se ele quisesse assassinar o hokage não acho que faria dessa forma, é obvio que ele se tornaria suspeito, você a mesma coisa irmão.


Ele termina de falar enquanto o terceiro chunnin entrava pela porta. Ikari não se lembrava dele, talvez não fosse de lá. Ikari da um sorriso pela tentativa de brincadeira do companheiro, então se apresenta.

--Meu nome é Senju Ikari, e como já deve ter percebido eu sou o irmão de Omeshirama. É um prazer conhece-lo.

Sua atenção novamente se voltava ao irmão, aquela situação o preocupava bastante e Ikari tinha medo de que todos estivessem agindo exatamente como quem armou o ataque queria.

--Eu aconselho você a fazer um discurso irmão, eu deixaria claro que os autores do ataque são desconhecidos e que Konoha continua forte e integrada como sempre, eu deixaria claro que os Senju e os Hyuugas ainda estão em bons termos e que não devemos suspeitar um dos outros nos tempos que virão. A folha precisa se sentir cuidada agora, os clans precisam saber que ainda somos uma família. Além disso, mostrar que a intenção de quem armou os ataques falhou deixaria o autor frustrado, e provavelmente o forçaria a agir novamente, só que dessa vez estaríamos preparados. Enquanto isso faremos a investigação na ANBU, Existe alguma forma de nos botar lá dentro? Talvez nos indicar a agentes?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Dom 12 Jul 2015, 16:30

Ogami, Ikari e mesmo Akashi questionaram a missão dada por Omeshirama. Entretanto, o Senju não pareceu nem um pouco surpreso com as ações dos chuunins. Ouviu tudo atentamente, com a mesma expressão séria de todo o início da conversa. E então falou.

— Concordo que a formação tática do grupo não é a mais indicada possível, Ogami. E também entendeu sua preocupação e motivo para não aceitar a missão Akashi. — disse, referindo-se primeiro aos dois que mostraram maior recusa — E não haveria como infiltrar vocês lá como ANBU. É notório que Rei trabalha para mim com frequência, enquanto que Akashi e Ikari foram chamados por mim para que reportasse a missão de emergência primeiro. E pior, você ainda é meu irmão, Ikari. Nunca que conseguiria infiltrar você na ANBU nesse momento pelo qual passamos — explicou ainda.

— Mas não tenho agora ninguém mais para fazer esse serviço. Apesar de ser hierarquicamente superior, e me deverem respeito por isso, as ações que tomo aqui não são vinculadas a Konoha, e não posso obriga-los a nada. No fim da contas, é um problema que eu invoquei para mim mesmo, e devo carrega-lo. — no fim dessa frase, o Senju se levanta, andando calmamente para a frente da escrivaninha, parando. — Já que me juraram lealdade, peço ao menos que fiquem de prontidão caso eu precise. Por enquanto estão dispensados. Quanto a obter os dados sigilosos da ANBU, eu procurei outro modo de fazê-lo — e olhando no fim para Ikari e Akashi, disse — E vocês dois realmente precisam de um banho.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 365
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Dom 12 Jul 2015, 16:57

— Hai hai... — Concordou Akashi. Apesar de sua motivação inicial, ser dispensado sempre foi motivo de alegria para si, visto o pouco esforço que teria que se submeter. Sua expressão de desânimo prevaleceu, conforme preparou-se para retirar-se dali, erguendo a mão e sinalizando despedida para todos os presentes. Antes que abrisse a porta e saísse de fato, deixou um último comentário: — Omeshirama-san, depois vou precisar perguntar algo para você, mas fica pra outra hora. — As suas intenções mostraram-se ocultas perante até mesmo os seus próprios aliados, mas ainda que se tratasse de alguém bastante preguiçoso e apegado a não fazer nada, o Kurogane aparentava ter algo em mente. Ele com certeza iria agir, com ou sem ordens de seu superior.


Última edição por Kurogane Akashi em Seg 13 Jul 2015, 23:57, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ogami Rei
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/07/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Dom 12 Jul 2015, 21:04

Ogami não estava tão preocupado com o panorama total, e sim com sua integridade física se expondo na missão imposta. Entretanto, involuntariamente pegava pontas soltas que querendo ou não o levavam a uma reflexão do motivo da catástrofe que Konoha passava.

"[...] No fim da contas, é um problema que eu invoquei para mim mesmo, e devo carrega-lo" foi a gota que faltava para atrair a sua atenção para o que era no máximo curiosidade até então. "Estranho.. Omeshirama está apresentando um comportamento muito culpado pelo que aconteceu. Pelo que me contaram não teria o que ele fazer, afinal não é de sua responsabilidade avaliar o que o Hokage ingere.. Essa tentativa de empurrar a culpa para o mais possível culpado, Keisei, parece também uma tentativa de tirar os holofotes de si e ofuscar as suspeitas que possam ter a seu respeito. Esperava um comportamento mais de ira do que incapacidade.." Refletiu Rei enquanto era dispensado da sala. Não era sua intenção criar um conflito interno naquele momento, tampouco tomar conclusões ou atitudes precipitadas. A lista de possíveis culpados era extensa, e conveniente para muitas pessoas. Se responsabilizou pessoalmente naquele momento em investigar minuciosamente o que realmente acontecia, mesmo que ainda pensasse que aquilo não fosse de sua conta. Ogami sem perceber, começava a apresentar traços que poderiam remeter a uma possível preocupação com a vila.

— Sábio como sempre, não poderia esperar menos do senhor, Omeshirama. — Sorriu enquanto fechava de maneira sutil seus olhos. — Prontidão é meu nome do meio. Estarei aguardando suas ordens, como sempre. — Finalizou seu discurso acompanhado de uma reverência de brincadeira. Ao erguer-se, virou-se para seus colegas, despedindo-se dos mesmos com sua expressão suspeita como sempre — Foi um prazer a companhia de vocês mesmo que neste curto tempo, vamos combinar de tomar um saquê depois quando estivermos sem missões. — encerrou, despedindo-se de maneira cortês ao balançar levemente sua cabeça para baixo, dando continuidade com um caminhar leve e pacífico até a porta. Já isento de telespectadores, mirou seus olhos no vazio, os mesmos repletos de suspeitas, acompanhados com um sorriso desafiador que clamava por saciar esta dúvida. Parecia que tinha encontrado algo capaz de ocupar seu tempo, sendo então uma despedida inevitável a seus tão queridos livros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Senju Ikari
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/06/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Seg 13 Jul 2015, 14:22

Apesar de todos na vila amarem o hokage, ninguém era tão próximo a ele do que Omeshirama e Ikari, pelo menos não naquela sala. Ele queria ter certeza de que estaria presente em cada etapa da investigação e principalmente na hora de aplicar a justiça ao culpado. Ele conseguia entender os motivos de seus companheiros, mas Ikari não podia se dar o luxo de negar missões, aquele trabalho não simplesmente desapareceria, alguém teria que faze-lo. O jovem senju se aproximava da mesa e de seu irmão.

--Irmão, eu não disse que não faria o trabalho. Eu sei quanto isso significa para você, significa muito para mim também. Ele não era só o hokage para nós, era muito mais que isso. Vocês podem não entender porque não estavam tão próximos, mas Omeshirama e Keisei amavam Tatsunori. Além disso, o Hokage era nosso maior ninja de toda a historia, vocês realmente acham que ele não saberia julgar o caráter de seus pupilos? Eu sei que podemos não ser o melhor time para essa missão, mas que tipo de ninjas seriamos rejeitando uma missão tão importante somente pelo seu perigo? E essa não é uma missão qualquer! Ele batia uma das mãos mesa.  --Isso é pessoal droga!

Ikari tentava recuperar a calma, controlando a respiração. Agora com mais tempo para pensar, ele tinha certeza de que o autor do crime era provavelmente de fora da vila, e estava pregando uma peça em toda Konoha. Nesse momento o culpado estava rindo enquanto todos se voltavam um contra o outro.

--Eu peço que repensem suas decisões.   Ikari olhava seriamente para Akashi e depois para Rei, estava claramente decidido no que ia fazer. --Eu vou aceitar a missão, e espero que me sigam...não podemos deixar quem fez isso impune...é isso que ser um ninja de konoha representa, mexeu com um, mexeu com todos. Eu estou pronto pra dar minha vida na busca pelo culpado...quem está comigo?    Ikari olhava para um companheiro então para o outro, aquele era um momento de tensão, ele realmente esperava que os outros dois mudassem de ideia, mas estava disposto a fazer o que precisava mesmo que sozinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Inozaki
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 365
Data de inscrição : 21/11/2009
Idade : 22

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Seg 13 Jul 2015, 23:55

Akashi já estava em frente à porta, pronto a retirar-se dali, quando foi interrompido pelas palavras de Ikari. Embora não houvesse se virado para o mesmo, havia prestado atenção em todas as suas palavras. A sua mão ainda encostava a maçaneta, revelando que aquela mensagem havia ao menos impedido-o de sair tão cedo daquela sala.

— Eu acho que se o maior ninja de toda a história não soube julgar o caráter do líder de uma organização de tamanha importância como a ANBU, então o mesmo vale para seus pupilos. Se você vai conseguir informação ilegalmente de Jouichirou, então suspeita dele. Mas ele não é diferente dos outros aqui em Konoha. Ninguém é digno de confiança. — Akashi pausou para respirar, continuando ainda de costas para o seu companheiro. — Ikari-san, isto não é pessoal, pelo menos não para mim. Eu não busco punir aquele que fez isso à vila, meus motivos são outros. Ao contrário de você, eu não nasci aqui, não tenho nenhum apego pelo Hokage ou até mesmo por Konoha em si. Eu sou leal a ela, e só. Não me arriscarei em uma missão suicida sem pensar.

O arqueiro então finalmente virou suas costas, ficando de frente para Ikari. — Eu não sei no que você tá pensando, mas eu não consigo imaginar um cenário onde o irmão de Omeshirama entre na base de Jouichirou, consiga um arquivo confidencial, e saia sem levantar suspeitas. Mesmo que não fosse irmão dele, você ainda é um Senju. Não é possível. E mesmo que fosse, imagine as suspeitas que cairiam no seu clã, no seu irmão, caso você fosse pego. Eu gostaria muito de ajuda-lo, Ikari-san, mas meu bom senso desta vez me impede. Ao invés de me arriscar numa missão suicida, eu vou descobrir o que eu quero do meu jeito, até que Omeshirama-san precise de mim novamente. — Akashi pausou de novo, desta vez não para respirar, mas para aproximar-se mais ainda daquele com quem conversava. Ao encontrar-se a poucos centímetros de distância do mesmo, aproximou-se de seu ouvido e sussurou: — A única coisa que importa para você é o culpado? Então eu vou falar para você o nome dele... Senju Omeshirama, seu irmão.

O arqueiro suspirou, em tom de preocupação, como se tal suspeita fosse um enorme problema para a situação em questão. Mas ele não conseguia importar-se tanto assim com isso, só queria saber de sair dali o quanto antes e investigar do seu jeito, sem esforços desnecessários. Ao final de seu suspiro, virou-se de frente para a porta e dirigiu-se a ela. Segurou a maçaneta e pareceu prestes a abrir, quando retornou a falar: — É isso que ser um ninja de Konoha representa? E o que seria Konoha? Estão todos dispersos, cada um de um lado diferente, ninguém confiável. Não existe mais essa de ninja de Konoha, agora somos todos ninjas e só. Não existe mais Konoha, não até que descubramos o que aconteceu de verdade ontem. E é atrás dessa verdade que eu vou agora. — E então o caçula Kurogane retirou-se da  sala. Não havia mais o que se discutir ali, bastava apenas Ikari refletir mediante as suas palavras. Akashi não podia se dar ao luxo de esperar isso, haviam outras prioridades, coisas que deveria fazer com extrema urgência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ogami Rei
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 08/07/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Ter 14 Jul 2015, 00:48

Ogami seguia à porta quando as palavras de Ikari o fizeram permanecer mais, mesmo que a princípio isso lhe incomodasse de maneira leve. As palavras do ninja embora sinceras, transmitiam mais emoções que razão, e isso incomodava-o. Posicionou-se durante o discurso de seu companheiro de maneira respeitosa para não causar uma impressão negativa, mesmo que não concordasse com tudo que ouvia.

O Senju encerrara com uma pergunta, a qual Ogami planejava já responder, entretanto apenas após um breve suspiro. — Ikari, eu temo em concordar com Akashi a respeito de sua decisão. Além de imprudente, traria uma avalanche de consequências para o seu clã e toda a vila.. Invadir o esconderijo dos ANBUs seria anunciar que eles não são confiáveis, e isto contraria o jeito que você pensa como a vila funciona. Não farei parte da missão sem uma intimação superior pois estou tentando ver um cenário maior do que aquele que está diante de nossos olhos. — Pronunciou-se, alterando sua expressão séria para a casual e suspeita — Mas vamos lá, aproveite para descansar e refletir sobre seus planos, não somos próximos mas tenho um certo apreço pela sua integridade física, ficaria triste se lhe acontecesse algo. — Sorriu, acenando enquanto se retirava do recinto.

Agora exatamente entre a sala e o corredor de saída e ainda de costas, virou seu rosto ligeiramente mais uma vez para Omeshirama, deixando implícito a quem suas próximas palavras se dirigiriam — Cuide-se, Omeshirama-san. — Disse Ogami, porém com uma entonação no mínimo incomum. Seus olhos acompanhados de um sorriso fixaram-se naquele que lhe ouvira, os quais repousavam sobre a margem ligeira que dividia a intimidade da hostilidade, transmitindo uma sensação confusa. Contudo se  tornara algo passageiro, voltando para um sorriso inofensivo, acenando mais uma vez e deixando claro sua retirada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Senju Ikari
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/06/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Ter 14 Jul 2015, 10:45

" Está enganado Akashi..."    O Chunnin fechava os olhos e balançava a cabeça negativamente, seu parceio achava que tinha descoberto algo, mas ele ainda não havia enxergado o esquema maior por trás do atentado.

Ikari queria falar mais mas sabia que seria em vão. Seu coração pesava, desde quando os ninjas da folha tinham se tornado tão covardes? Tanto Akashi quanto Rei só conseguiam ver o cenário em que falhavam e eram capturados. Konoha tinha sido construída por ninjas que fizeram o impossível possível desde sua criação!

O jovem Senju cruzava os braços e suspirava, tentando manter a calma e se recompor. Ele olhava os companheiros partirem e se perguntava quantas vezes seus antepassados deveriam ter passado pelo mesmo.mesmo. Konoha não havia sido fundada em um dia, e as primeiras tentativas de conciliação deviam acontecer mais ou menos da mesma forma. Não importava, Ikari conseguiria os documentos e mostraria a seus companheiros que eles podiam confiar em sua palavra. E seu isso não fosse suficiente ele faria o impossível de novo, e de novo, e de novo, até que a esperança voltasse e o espirito da folha voltasse a queimar em seus corações.

Ikari também não acreditava que a ANBU estava diretamente envolvida, Jouchirou era um homem sombrio mas todo seu fanatismo era voltado para manter a vila segura. Ele entendia muito bem que as outras vilas se aproveitariam de uma fraqueza desse tamanho e se aliariam para desregular a dominância que a folha tem no mercado ninja. No momento só haviam três pistas concretas, os ninjas que invadiram a vila, seus selos e o veneno que estava no corpo do Hokage. Como ele e Akashi eram os únicos que haviam visto o rosto dos ninjas invasores ele começaria por ali.

--Eu vou precisar de um Yamanaka pra entrar lá, de algum tipo de veneno que cause perca de memoria recente e inconsciência ou pelo menos algo do tipo e da oportunidade de encontrar um deles sozinho. Talvez tento acesso a uma rotina, identidade de algum ou em ultimo caso fazemos o rastreamento do jeito difícil, vasculhando pela vila.

O chunnin puxava uma cadeira e se sentava, agora que os outros dois tinham ido embora aquele ambiente ficava mais familiar para ele, afinal era ele e seu irmão. Ikari sentia que podia relaxar, ele finalmente sentia os efeitos daquele dia de trabalho  O ninja afundava um pouco na cadeira e continuava.

--Acho que poderíamos envenenar o ANBU, dessa forma o Yamanaka poderia trocar de mentes de forma segura. Ele invade o arquivo e copia a ficha para um papel caso ele ache, dessa forma não vai precisar tirar nada. Ele sai de lá, volta, nos implantamos um genjutsu para o ANBU acreditar que seguiu sua rotina normal e fazemos ele acreditar que nada aconteceu...o que acha? Eu ainda posso descrever os ninjas muito bem já que foi a pouco tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Qua 15 Jul 2015, 01:51

O líder do clã Senju ouviu os comentários e respostas de Akashi e Rei sem nada dizer, e sem alterar sua expressão. Depois ouviu com o cuidado de sempre as palavras de seu irmão mais novo, que agora estava diante de si, sentado ao outro lado da escrivaninha. Somente após o chuunin concluir seus raciocínios é que Omeshirama deixou sua voz ressoar novamente.

— Hum... Vamos por partes, meu irmão. Você não precisará de nada disso. Eu de fato iria pedir que você, Akashi e Rei fizessem tudo aquilo que falei. Entrassem na ANBU e tentassem encontrar e pegar as informações sobre o ninja com o qual trocaram palavras. Fui sincero em cada palavra, pois não há como mentir na frente de Akashi. Mas eu tinha um plano reserva, que é o que vou aplicar. Eu tenho um ninja infiltrado na ANBU já. Vigiar inimigos e aliados é chave de qualquer guerra, afinal. E você se pergunta, talvez, o porquê de não ter usado essa como primeira opção? É simples. Precisava saber o limite da lealdade daqueles dois. Você é meu sangue, sabia que estaria ao meu lado. Mas não tinha a certeza quanto a Akashi e Rei, e num tempo como esse, não posso ficar cercado de incertezas.

O Senju pausou um instante, para que Ikari entendesse o que havia ocorrido e os objetivos de seu irmão. Após, continuou.

— Como estava dizendo, não preciso que vá até a sede ANBU. No fim de nossa conversa, me passe somente uma descrição física do sujeito, e será mais que o suficiente. Eu cuidarei do resto. Mas quero que faça outro trabalho para mim. Antes, tenho que lhe dar uma informação mais confidencial, que só compartilharia com Akashi e Rei caso sentisse a confiança necessária. Hyuuga Keisei, para mim, foi o responsável pelo atentado ao Sandaime-sama, como já falei. Contudo, há outra ponta nessa história. Jouichirou vai aproveitar esse momento de instabilidade para tentar um golpe de estado. Meu contato dentro da ANBU me informou que os subordinados de Jouichirou irão se encontrar com um ninja estrangeiro ainda hoje, na saída leste de Konoha. Você irá impedir isso, para atrasar os planos dele. Você deverá sair da vila, e pelo lado de fora dos muros se dirigir até a saída leste, identificar, interceptar e capturar o ninja estrangeiro. Se a captura não for possível, deverá mata-lo. É algo que eu posso confiar somente a você, meu irmão. Poderá fazer isso por mim? Por Konoha, e por nosso clã?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Senju Ikari
Novato
Novato
avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/06/2015

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Qui 16 Jul 2015, 18:36

Ikari que mantinha a cabeça abaixada pensativo levanta os olhos e não pode esconder um pequeno sorriso diante da astucia do irmão. Gostaria que não fosse necessário, mas Omeshirama estava certo, dar certas responsabilidades as pessoas erradas podem custar muito caro ao longo prazo. Não que ele duvidasse da capacidade de Akashi e Rei, mas aquela ainda não era a hora dos dois.

--Astuto como sempre irmão...

O chunnin agora olhava nos olhos de Omeshirama, mesmo com seu jeito mais firme seu irmão sempre havia passado segurança. esse era um dos motivos porque Ikari achava que seu irmão era o mais qualificado para o cargo de Hokage. Entretanto aquela rivalidade com Keisei humanizava Omeshirama, os dois mesmo com suas mentes brilhantes regrediam a um tipo de infantilidade quanto o assunto era o outro. Conforme ia amadurecendo Ikari percebia que seu irmão não era o super-herói que ele imaginava e que precisava de sua ajuda mais do que ele próprio imaginava.

--É claro que posso fazer isso irmão, como você mesmo disse temos o mesmo sangue e eu quero fazer tudo em minhas capacidades para achar o culpado. Só peço que você dê uma chance a paz, já que ainda não existem provas concretas contra ninguém não vamos culpar nossos próprios aliados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1671
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 29

MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   Sex 17 Jul 2015, 23:03

— Que bom que posso contar com você, Ikari — disse de logo Omeshirama, referindo-se ao fato de seu irmão ter aceitado a missão solicitada. — Mas sobre seu pedido...  Você me conhece desde criança. Crescemos juntos. Eu sou um dos conselheiros do Hokage há pelo menos cinco anos. Durante esse tempo todo, quando foi que não me viu dar “chance à paz?” — indagou retoricamente o Senju, argumentando sobre as palavras de seu irmão mais novo — Há coisas na política de Konoha que você e cidadãos comuns da vila desconhecem. Meu dia-a-dia na vila, ao lado de Keisei, podem sim me dar a certeza de que ele foi responsável pelo que aconteceu ao Sandaime-sama, sem qualquer dúvidas, ainda que não tenha provas ainda. Futuramente você entenderá, garanto. Agora, vá se preparar para a missão. O tempo corre contra nós.

Após a resposta positiva, Ikaria deixaria a sala para mais uma missão de urgência, dessa vez a pedido de Senju Omeshirama, seu irmão mais velho.





Encerramento



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Episódio 04 | Lado A   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 04 | Lado A
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» [EVENTO] MONTE SUA QUEST BASEADA NOS EPISÓDIOS DA SÉRIE POKEMON!
» T02E06 - De Qual Lado?
» "Falsa Sensação de Segurança" Chapter VII "O Outro lado do espelho - O reflexo revela-se"
» Episódios Shippuuden [Spoiler-Alert]

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Naruto RPG Online :: Episódios :: 1ª Temporada: Folha Rasgada-
Ir para: