Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Episódio 49 | A Reunião
Dom 06 Ago 2017, 19:15 por Fësant

» Dúvidas do Sistema
Ter 01 Ago 2017, 11:33 por Fësant

» Episódio 46 | Ou Himitsu?
Seg 26 Jun 2017, 02:57 por Fësant

» Episódio 48 | Encontros Esperados
Sab 24 Jun 2017, 18:09 por Inozaki

» Episódio 47 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:19 por Fësant

» Episódio 44 | A Aliança
Seg 12 Jun 2017, 14:11 por Fësant

» Episódio 43 | O Espião e o Outro Lado
Seg 12 Jun 2017, 11:47 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Ter 07 Jul 2015, 03:26


Abertura






Nos episódios anteriores...

Ken, então, chegou à cena a tempo de vislumbrar a execução. Gumo desceu a lâmina de forma reta e vertical no centro da cabeça do inimigo. Como se abrisse um melão ao meio, a partiu em duas. Em seguida, num instante, sem qualquer razão plausível aparente, o corpo mutilado e ensanguentado estava ardendo em chamas. O fogo surgiu de maneira inexplicável e tomou o inimigo morto por completo, transformando-o em cinzas em poucos segundos.

Não fosse o súbito clarão produzido pelo chamuscar do cadáver, o ANBU provavelmente teria partido dali sem pensar duas vezes. Em vez disso, apenas observou. Seus olhos fixos e empedernidos brilharam ligeiramente diante do crepitar daquele fogo funesto. E após uns segundos de lapsos de memória, moveu-se. Em alta velocidade rumou caminho em busca de seu irmão.

(...)


Gumo então partiu à procura de seu irmão, Kurogane Akashi. O plano inicial era que ele conseguisse capturar um suspeito vivo. Se tivesse logrado êxito, poderia ser a chave para entender o que estava acontecendo em Konoha naquela noite. O Anbu corria rasgando o vento e a chuva, seguido por Ken Tonkou, seu subordinado momentâneo. Contudo, enquanto corria, rapaz notou um discreto sinal luminoso ao fundo de uma rua escura. Qualquer um deixaria aquilo despercebido, mas ele sabia e qualquer outro Anbu sabia que aquilo se tratava de código de comunicação específico da unidade. Gumo havia sido convocado à presença de seu líder.

Parando rapidamente seu trajeto, Gumo ordena que Ken prossiga ao encontro de Hyuuga Keisei, que àquela altura deveria estar no Palácio do Hokage, para relatar sobre a missão. Depois, sem dar qualquer desculpa, desapareceu das vistas do chuunin.

Minutos depois, estava na sala de Jouichirou, o líder da Anbu. O lugar também ficava no Palácio do Hokage, porém em uma seção subterrânea de acesso restrito. O cômodo era grande o suficiente para caber uma mesa retangular de seis lugares, mais a cabeceira, e uma escrivaninha mais ao fundo, próxima à parede. Nas paredes laterais, estantes com livros e pergaminhos sem indicativos de seus conteúdos.

O líder estava já sentado à cabeceira da mesa. Tinha cerca de 50 anos, embora não aparentasse nada em seu físico que lhe denunciasse essa idade, com exceção de algumas rugas. Tinha barba espessa, negra como os cabelos, e uma grande cicatriz que ia da sobrancelha esquerda em diagonal até o início da boca, uma das várias marcas que lhe restaram da guerra. Seu semblante estava preocupado. Sobre a mesa, repousava ambas as mãos, que acariciavam gentilmente sua bandana com o símbolo de Konoha, que normalmente estaria amarrada em sua testa. Trajava um quimono em cor marrom, mas aberto no peitoral, e sem a manga do braço direito, deixando a vista ataduras que cobrem todo o tórax até os braços. Usava protetores nos antebraços e, no ombro esquerdo, trazia uma parte da armadura que usou durante a guerra.

Também estavam sentados à mesa outras duas pessoas. Uma delas era uma jovem mulher, a qual Gumo não se recordava de já ter visto. Tinha rosto delicado, olhos claros e cabelos compridos e ruivos, e estava ao assento esquerdo de Jouichirou. Sentado ao assento direito, estava alguém que o jounin já conhecia, embora nunca tivessem feito qualquer missões juntos, ou mesmo trocado muitas palavras. Era um jovem de cabelos curtos prateados, com brincos diversos em ambas as orelhas, e que estranhamente aparentava usar vendas nos olhos. Seu traje era igualmente incomum, com um colete verde sobre o torso e um protetor de metal no ombro esquerdo, o qual trazia o símbolo de Konoha. Desse protetor, saía um manto que parecia cobrir todo o braço esquerdo, e o rapaz deixava somente a mão direita sobre a mesa.

— Que bom que chegou prontamente como sempre, Gumo. — principiou o Jouichirou assim que o Anbu adentrou a sala e fechou a porta — Agora que os três estão aqui, já posso começar. Mas antes, soube que Hyuuga Keisei lhe ordenou que perseguisse os invasores... O que aconteceu com eles, Gumo?




Última edição por Fësant em Ter 14 Jul 2015, 19:19, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Ter 07 Jul 2015, 17:43

— Um operativo e uma comum. Qual o significado disso? — O recinto, embora modesto, era bem organizado e limpo o suficiente para contrastar de forma nítida com o estado de Gumo. Seus pés sujos haviam deixado pequenos rastros no assoalho de madeira, suas roupas azuladas, embora de aspecto fino, jaziam encharcadas o bastante para que o tecido parecesse pesado e encardido. Não suficiente, observava-se manchas profundas e avermelhadas próximo das mangas, como uma espécie de respingo, deixando fácil para um olho treinado julgar que ele havia recentemente ferido alguém. De cabelos negros e longos, o espadachim pareceu não se preocupar com sua própria aparência, contudo. Ele se dirigiu até a outra ponta da mesa, oposta à de seu superior, e sentou-se ali após puxar o assento.

Seu rosto era jovem, mas suas expressões entonavam uma seriedade em par com a de veteranos de guerra. Movendo uma das mãos até a cintura, Gumo desfez um pequeno laço de corda branca que prendia a bainha de sua espada à cintura. A retirou, por inteiro, e prostrou sobre a mesa com sua mão espalmada sobre a madeira: — Foram mortos. Tanto por mim quanto por quem os controlava. Seus corpos chamuscaram e transformaram-se em cinzas. Imagino tratar-se de uma técnica padrão para que shinobis capturados ou derrotados não sejam interrogados ou tenham seus cadáveres enviados para pesquisa. O Hyuuga não é de confiança. — Com uma breve pausa, então, seus olhos se fecharam por um instante. Pareceu recobrar o fôlego, distanciando-se dali por um instante afim de refocar e restruturar sua cabeça. Em um tom grave, prosseguiu: — Embora eu não tenda a me basear em teorias sem evidências, algo me diz que o Hokage estava prestes a declarar o Seju como seu próximo candidato. Os invasores eram fracos e descartáveis; o mandante nem mesmo se preocupou em enviar seus melhores para o serviço. É virtualmente impossível que soldados medíocres passem despercebidos pelo doujutsu de todo um clã; o mais óbvio seria considerar que os Hyuuga simplesmente "olharam para o outro lado".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sunnyq
Desconhecido
Desconhecido
avatar

Mensagens : 2
Data de inscrição : 07/07/2015
Localização : Japan

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Qua 08 Jul 2015, 04:35

Impassível sobre a chegada discreta do homem, continuara com suas mãos juntas uma da outra sobre suas pernas, que mostrara alguma tensão sobre estar em uma seção, sendo as conferências sempre assuntos importantes e submissões objetivas à se tratar e realizar. Olhando sempre ao seu redor, sobre cada canto do comodo, algo sempre lhe despertava alguma curiosidade ao ser deparado, sendo esse os pergaminhos que se encontravam sobre uma estante, onde também haviam muitos livros que chamariam sua atenção e interesse.

Sua mente se encontrava sobrecarregada... De uma pequena e ingênua gennin, para chunnin... Sendo inesperável no começo tal mérito, hoje assumindo seu posto literalmente, como foi dado o seu título. Sobretudo, por algo relevante e importante, sua vila e seu companheiros. — "Afinal, o que realmente estamos fazendo aqui?! Sobre o que iremos tratar de tão imediato..." — Pensava alto a garota, expressando em seu rosto alguma preocupação momentânea.

Após ter alguns pensamentos repentinos, voltara sua atenção para a conferência, qual havia perdido totalmente o foco. Olhando assim para o homem com suas vestes sujas e molhadas, que lhe recordava uma criança sem cuidados maternos, breves "cenas" apareciam em sua mente, sendo impedidas pela garota que evitava pensar muito além sobre si.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Qua 08 Jul 2015, 11:50

Como de costume, Zeru, havia prontamente cumprido a ordem que fora dada, comparecendo ao local ordenado se reunindo a presença de Jouichirou, que já estava na companhia de uma mulher que ele pode identificar como Chuunin, considerando que não a "reconheceu" das fileiras da Anbu, não aparentava ter a experiência e notoriedade de um Jounin e não possuía idade compatível a de um Genin, sendo assim tal fato o fez questionar para si o porque dela estar ali. Dada a "frequência" de seu chakra pode especular que se tratava de um membro do Clã Uzumaki, uma vez que eles remetiam características bem particulares na sua assinatura, possuindo um chakra vigoroso e intenso.

Ao adentrar na sala apenas fez uma singela reverência ao seu líder antes de tomar um lugar para se sentar, antes de qualquer explicação lhe foi solicitado que aguardasse a chegada de mais uma pessoa ao recinto, sendo assim Zeru optou por utilizar aqueles minutos para refletir os últimos acontecimentos referentes ao atentado contra o Hokage, agindo com a frieza que lhe tanto era conhecida. No primeiro momento o ataque fora anunciado como obra da Vila da Chuva, algo que ele quase foi capaz de descartar imediatamente se não fosse o mal habito de desconfiar de tudo e apenas afirmar algo com base nas evidências, mas até onde sabia a Chuva jamais teria condições de lançar um ataque como aquele, por se tratar de uma Vila ainda em desenvolvimento político, econômico e militar.

Levantar o nome de Amegakure pareceu algo muito pertinente para instalar o caos e causar divergências, ainda fazia menos sentido atacar o próprio Hokage quando este estava prestes a deixar o poder nas mãos de um novo sucessor, um ato que para ele seria de uma estratégia totalmente falha e imprudente. A Chuva se tratava de uma organização que dependia da Folha para continuar seu desenvolvimento, uma vez que ambas se aliaram quando Konoha optou por investir no crescimento numa futura aliada em potencial, sendo assim não fazia sentido algum a Chuva arriscar sua própria existência executando um ataque suicida contra uma das maiores potenciais militares do mundo.

Ele estava presente no estádio no momento em que tudo acontecera, diferente da grande maioria não deu prioridade a atender o Hokage, mesmo ele sendo capaz disso, mas sim optou por ficar por perto de modo a monitorar as pessoas que circulavam o líder da vila durante o atentado. Suas habilidades eram úteis para aquele tipo de serviço, mas aparentemente nenhum dos reais envolvidos se encontravam perto do líder da folha e se encontravam foram espertos ao manter suas aparências, sendo assim achou pertinente se afastar até receber suas ordens e ali estava ele.

Não levou muito tempo até um companheiro da Anbu e o homem que Jouichirou estava aguardando chegar, e Zeru pode reconhece-lo quase que imediatamente pelo tom de voz e a imposição que a mesma tinha a intenção de passar ... A Anbu tinha muitos operativos isso era um fato, mas poucos que se destacassem por habilidades especificas e particulares, um desses era Komori Gumo, Shinobi que construiu uma sólida reputação graças ao seu estilo de combate veloz e agressivo, e um exímio espadachim.

Olfato não se tratava de um sentido que Zeru tinha como ponto forte, mas o seu sentido era bem treinado o suficiente para sentir o cheiro de roupa molhada misturada a sangue fresco ... Gumo tinha sim noticias e não apenas isso, o mesmo pareceu ser ousado a ponto de levantar sua própria hipótese do ocorrido e sendo arrogante ao ponto de levantar a questão frente a Jouichirou.

Dedicou total silêncio durante a explicação do membro da Anbu, e se manteve assim mesmo quando ele concluiu seu raciocínio. A informação compartilhada ali serviu para reforçar ainda mais sua hipótese de que o ataque não era obra da Chuva, uma vez que eles não possuíam recursos ou forças capazes de executar uma manobra ardilosa como aquela, que para ele, apesar de desastrada pareceu ser mais efetiva do que realmente deveria ter sido.

Gumo atingiu um ponto importante ao levantar desconfiança sobre os Hyuugas por estes não terem sido capazes de antecipar o ataque, no entanto, mesmo o Byakugan tem suas limitações, uma vez que o Shinobi que o possui precisa ter conhecimento do que está procurando para saber com o que lidar, sendo assim Zeru pode supor que o inimigo tinha não só conhecimento disso como também sabia como se portar dentro da folha sem levantar suspeitas.

Poucos eram os fatos, mas eram suficientes para que Zeru pudesse traçar uma linha de investigação e saber onde e o que procurar. O silêncio se permaneceu até que lhe fosse dada a ordem para se dirigir aos presentes por parte de Jouichirou, assim como todo bom soldado deveria se posicionar.


Última edição por Zeru em Qui 09 Jul 2015, 12:09, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Qui 09 Jul 2015, 00:00

— Correto, Gumo. Hyuuga Keisei não é de confiança. — principiou Jouichirou, concordando veementemente com seu subordinado impetuoso — Nesse ponto, aliás, poucos são de confiança. Provavelmente, o plano dele é, caso não conseguisse a morte do Hokage, pelo menos fragilizar Konoha. Nesse momento, qualquer um pode se aproveitar da situação de instabilidade para atacar a vila por fora, ou por dentro, como um golpe de estado, ou no mínimo ser o salvador do Sandaime e ser proclamado como o novo Hokage pelo próprio povo. Todo cuidado é pouco... E nós, a ANBU, o instrumento de força mais importante do Hokage, não podemos ficar parados.

Parando a fala, o líder sacou um pequeno papel do bolso interno de seu quimono e o jogou na mesa, de forma que todos pudessem ver. Ao pousar na superfície, o papel revelou-se ser uma fotografia. Na imagem, estava um ninja com a bandana de Konoha, com rosto claro, olhos castanhos, fundos e depressivos, apesar do sorriso estampado na face. Possuía ainda cabelos pretos bem curtos, praticamente raspados. Apesar de possuir o símbolo da Folha no protetor de metal em sua testa, nenhum dos outros presentes sequer se recordava de seu rosto.

— Para esta missão, precisarei de vocês três, e cada um terá uma missão importantíssima a desempenhar. — e voltando os olhos e a mão esquerda para a garota ruiva, faz a apresentação — essa é Uzumaki Sunshina. Foi minha aluna durante um curso especial na Academia. Ela é perita em genjutsu e ninjutsu médico, e vai servir de grande suporte nessa missão. — e voltando-se para o local onde a foto estava, apontando para a mesma, prosseguiu — Este é Wataru Satoshi. Apesar de ter quase 30 anos, ainda é um genin. É um dos ninjas menos talentosos de nossa vila. Sim... infelizmente existem casos assim em nossa vila. Nós tentamos sempre ajudar, mas todos possuem um limite em suas habilidades. Pessoas do tipo são frequentemente ignoradas, como se sua existência não significasse qualquer coisa... e é disso que iremos nos aproveitar. Satoshi trabalha na manutenção de equipamentos do Centro de Policiamento. Ele não possui amigos ou familiares. Vocês irão captura-lo hoje, e então Zeru irá se tomar seu lugar amanhã. O motivo? Hyuuga Keisei e os Uchiha são aliados, e a segurança da vila depende do clã Uchiha. Para que invasores entrassem aqui, além dos Hyuuga fazerem vista grossa, seria necessário colaboração com os Uchiha, e é isso que Zeru irá investigar lá dentro. Uma pista ou prova de algo do tipo foi feito. Mas essa é só uma parte da missão.

Após fazer uma pausa para confirmar que todos haviam assimilado as informações, continuou.

—Após terem dado suporte para Zeru capturar o alvo, Gumo e Sunshina irão até a saída leste de Konoha, entregar este pergaminho até um homem que estará esperando lá em 2 horas — nesse momento, retirou um pergaminho de seu quimono e o jogou a Gumo — Não preciso dizer que seu conteúdo é inviolável. Mas é preciso dizer que com certeza os homens de Keisei vão impedir que ele chegue até o destino, e vocês dois devem garantir o contrário. Pode parecer clichê ou exagero, mas nesse pergaminho está a salvação de Konoha. Sobre o homem que deverá receber o item, ele será identificado por possuir um animal relacionado à nossa vila. — Jouichirou finalmente cessou a fala, aguardando as reações de seus subordinados.


Última edição por Fësant em Sex 10 Jul 2015, 00:15, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Qui 09 Jul 2015, 12:34

-- ... !!!

Zeru, ouviu atento a missão que era passada aquele grupo que fora caprichosamente reunido com um intento que eles estavam mais do que capacitados para executar. O raciocínio de Jouichirou fora perfeito, caso aquele fosse de fato o foco da investigação, sendo assim por hora optou por como de costume seguir as ordens da forma mais eficiente que poderia. Chegou a ouvir o discreto som de papel deslizar sobre a mesa após deixar as mãos do líder da Anbu, e sem desviar seu rosto na direção da mesa após ouvir a explicação de seu superior, pela primeira vez permitiu que sua voz de fizesse conhecida pelos presentes.

-- Sunshina, se importaria de descrever a aparência de Wataru Satoshi para mim ?!

O rosto de Zeru não expressou nenhuma alteração frente a sua indagação, talvez os demais presentes que não o conheciam poderiam não ter percebido, mas o Jounin Especial possuía uma venda em seus olhos deixando claro que ele não poderia distinguir a imagem destacada na foto, sendo assim escolheu Sunshina para auxilia-lo naquele breve instante.

-- Jouichirou-dono, imagino que alem da foto o senhor tenha nós trazido o registro pessoal de Wataru Satoshi assim como ter montado um dossiê com informações detalhadas sobre a rotina do mesmo ... Estou certo ?!

Jouichirou era um lider experiente, e como carro chefe da Anbu ele deveria ser meticuloso de modo a ser capaz de ocupar o cargo que estava, ele não deixaria nenhuma ponta solta que acarretaria fracasso em uma missão. E como era de se esperar estava correto, quando pela segunda vez pode ouvir um som cair sobre a mesa, dessa vez mais robusto e com um conteúdo bem maior.

-- Peço então mais uma vez que Sunshina leia e me revele os fatos mais pertinentes nesses registros para que possamos agir o quanto antes ... Imagino que como sendo a especialista em Genjutsu ela será a peça chave no sequestro de Wataru Satoshi, não é mesmo ?!

Zeru era capaz de compreender a urgência nas ações, se o atentado fora uma obra de alguma organização interna da Folha as mesmas igualmente estariam agindo da forma mais rápida possivel, não era uma questão de paranoia ponderar em quem deveria confiar e questionar quem era de confiança, mesmo que se tratasse de companheiros de longa data, felizmente estar na presença de completos estranhos reunidos por um unico homem de confiança fazia a diferença e trazia tranquilidade.

-- Jouichirou-dono, essa missão aborda Hyuuga Keisei e os Uchihas como suspeitos do atentado ao Hokage, no entanto, concordo com o que disse ao se referir que no presente momento poucos são aqueles de confiança ... Considerando isso posso questionar o que será feito com as demais possíveis linhas de investigação assim como suspeitos em potencial ?!

Zeru não precisou ser mais especifico ao levantar nomes, o lider da Anbu era bom o suficiente para compreender a preocupação de seu subordinado, e sabia bem que além de Hyuuga Keisei, existiam outros que poderiam se beneficiar daquele ataque, e isso incluía tanto Senju Omeshirama e na menor das hipóteses dadas as evidência uma vila inimiga da folha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Qui 09 Jul 2015, 20:13

Um leve arquear de sobrancelha imediatamente delatou o descontentamento de Gumo; haviam diversas seções diferentes dentro da ANBU, cada qual contribuindo para uma área de ação específica. Sendo membro do Batalhão de Remoção a Ameaças Prioritárias, havia um excelente motivo para que o espadachim não estivesse alocado a nenhuma divisão responsável por infiltrações ou espionagem: ele era a denominada "opção nuclear". O tipo de soldado que se envia para determinado local sem esperanças de que alguém saia vivo para confabular o acontecimento. Com um suspiro curto e discreto, decidiu contribuir para a conversa: — É de melhor opção que o alvo seja eliminado. Uma ponta solta numa operação interna poderia comprometer a imagem da organização. —







Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Sex 10 Jul 2015, 16:51

O Líder da ANBU ouviu os questionamentos e opiniões de seus subordinados, atentando-se a cada palavra antes de responder um a um.

— Como bem disse, Zeru, não escolhi vocês três por acaso. Sunshina poderá, através de genjutsu, capturar o alvo sem machuca-lo... e isso já responde minha opinião sobre mata-lo, Higa. — disse Jouichirou, voltando seu olhar para o Kurogane, chamando-o pelo nome real. Dentro da ANBU, codinomes não eram necessários, pois estes serviam somente para preservar a identidade real dos membros quando estão fora de ação — Satoshi é só alguém que não conseguiu se desenvolver bem o suficiente para realizar missões externas, não há qualquer necessidade de mata-lo, mas somente mantê-lo preso enquanto Zeru estiver em seu lugar. Inclusive, sua presença na operação de captura é por mera precaução, pois ele é um genin, e mesmo Zeru sozinho conseguiria dar conta disso. Sua permissão de matar, Higa, será útil na missão seguinte, pois, como falei, certamente vocês encontrarão inimigos que os tentarão impedir de fazer contato com meus aliados.

Com o complemento da explicação, Jouichirou esperou que os papéis e objetivos das missões já estivessem plenamente esclarecidos para os três agentes. Após uma curta pausa, continuou.

— Sobre as outras linhas de investigação, Zeru. — principiou, então, a responder o último questionamento do jounin especial — Eu já ordenei que outros agentes fossem até vilas vizinhas para investigar, bem como contatar aliados pessoais meus a respeito de rumores sobre possíveis ações ofensivas contra Konoha. Também enviei agentes para Amegakure, embora ache que a mesma foi usada somente como bode expiatório. Quanto a Senju Omeshirama... Para mim ele é tão perigoso e astuto quanto Hyuuga Keisei, mas ainda não possuo qualquer pista ou ponta solta para começar uma linha investigativa contra ele. Tenho outros agentes também cuidando dessa parte. — por fim, voltando-se para a Uzumaki, falou — Ah sim, Sunshina. Por favor dê os detalhes das informações para Zeru.


Última edição por Fësant em Dom 12 Jul 2015, 13:21, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sunnyq
Desconhecido
Desconhecido
avatar

Mensagens : 2
Data de inscrição : 07/07/2015
Localização : Japan

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Dom 12 Jul 2015, 00:45

Sunshina se encontrara apreensiva em um pequeno instante em que se desfocava da reunião conduzida por Jouichirou, o antigo professor e então cabeça da conferência e da ANBU. Tal que reunia os mais bem formados e talentosos shinobis, afim de bons resultados em suas importantíssimas missões de demandas.

Subitamente escutara uma voz em que, chamando pelo seu nome, seguia com algumas perguntas sobre o principal alvo que estaria retratado no papel que pousava sobre a mesa. A Uzumaki percebera ao olhar profundamente o Jounin Especial, que dirigindo-se para Sun, era notável o mesmo possuir problemas visuais, e então seguindo com as informações obtidas após a apresentação e confirmação de Jouichirou;

— Nome: Watashi Satoshi. Sexo: Masculino. Idade: 29 anos. Patente: Genin. Ocupação Atual: Funcionário da manutenção de equipamentos do Centro de Policiamento. Classificação das Habilidades: Ninjutsu nível 3/10; Genjutsu nível 0/10; Taijutsu nível 3/10. Perícias e Aptidões: possui mediano nível intelectual e pouca aptidão corporal, embora tenha bom conhecimento de armas e funcionamento dos equipamentos ninjas; também apresenta facilidade no uso de equipamentos razoavelmente mais complexos, como sistemas de fechaduras simples e mecânicas, ou aparelhos com gatilhos mecânicos simples. — terminou então a primeira parte das informações, que resumiam as habilidades do alvo. A dicção da garota era perfeita e a voz de uma suavidade quase hipnótica. Era impossível não prestar atenção em suas palavras ou nos delicados lábios que a proferiam. Porém a ideologia em que era explanada por Gumo, e dado o seu tom sobre a eliminação do alvo, a causara espanto encima da "tenuidade" com a vida, mesmo sendo a de um inimigo.     — Personalidade: antissocial; fala somente quando indagado ou requisitado; muito raramente inicia conversas com outras pessoas, a menos que seja algo relacionado ao trabalho; anda sempre cabisbaixo, em sinal indicativo de depressão. Rotina: acorda às 7 horas da manhã; chegava ao trabalho às 8 horas; almoçava sozinho em qualquer mesa do refeitório; ia embora às 16 horas; na última semana de observação passou todos os dias na loja de armamentos da vila, tendo comprado itens diversos, desde kunais até kousen e tarjas explosivas. — chegando ao fim do resumo, a Uzumaki fechou a pasta, restabelecendo a postura ao se encostar novamente na cadeira.

Após passar as informações que lhe foram questionadas e restabelecer-se a postura, esperando pela continuidade dos demais presentes, se sentira grata pelo destaque feito por Zeru, que destacava como peça importante os poderes da Uzumaki em questão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Dom 12 Jul 2015, 00:54

Apesar dos olhos vendados Zeru olhava para a parede como se estivesse distante, concentrando sua audição de modo a captar cada palavra caprichosamente proferida pela Uzumaki. Palavras formavam frases, e frases formavam seu raciocínio ... Wataru Satoshi era o que um especialista em infiltração e espionagem poderia chamar de "Entrada Fácil", uma pessoa sem vínculos, de pouco conhecimento e cuja existência tinha sua importância mais ao mesmo tempo para a grande maioria se mostrava como insignificante. Os registros de Wataru evidenciavam o shinobi medíocre que ele era, no entanto algo pareceu chamar a sua atenção ...

-- Curioso ...

Zeru coçou levemente o queixo para criar uma linha de raciocínio que não parecesse apenas uma preocupação desnecessária, mas foi incapaz de conter o que lhe pareceu tão suspeito:

-- A rotina recente dele me parece incompatível com todo o registro que se tem conhecimento ... Minto, para fazer mais sentido a postura que ele apresentou recentemente faz muito sentido se não tratarmos Wataru como um cidadão comum, mas sim como um suspeito de terrorismo.

A aparente ausência de visão do Shinobi e a forma como ele estava sempre olhando para frente sem focar sua atenção em pessoas especificas transmitia um ar de serenidade e maturidade muitas vezes provocativa e desafiadora.

-- Terroristas geralmente agem sobre instruções rigorosas quanto a estar sempre abaixo do radar e não chamar a atenção para si, Wataru Satoshi desempenhou muito bem esse requisito, onde qualquer um que ouse analisa-lo vá constatar que ele se trata de um ninguém, porem recentemente a rotina dele sofreu uma alteração no mínimo curiosa ...

O Anbu parecia estar chegando a um lugar, sua forma de colocar as palavras fez com que Jouichirou e Gumo pudessem antecipar onde ele estava querendo chegar.

-- Um Genin que ocupa uma posição administrativa cujas habilidades o impedem de estar em campo não teria porque passar tanto tempo na loja de equipamentos fazendo compras, uma vez que ele passa boa parte do seu dia como responsável por armamentos da Policia ... Claro ele poderia muito bem estar comprando equipamentos para treinar e melhorar suas capacidades, mas para alguém de 29 anos demonstrar tanta dedicação após tanto tempo não me parece pertinente ... Ele também poderia apenas ser um compulsivo por armas e equipamentos, mas que aficionado iria procurar itens ordinários ?!

Manteve um minuto de silêncio para que todos pudessem compartilhar do mesmo raciocínio que ele tentou produzir com aquela informação, passado esse tempo volveu o pescoço na direção de Sunshina primeiramente e seguidamente para Jouichirou.

-- Sunshina, o relatório possui registro detalhado do que Wataru Satoshi comprou na loja de equipamentos da vila ?! Pode ser apenas paranoia minha, mas se o que foi comprado bater com a pericia feita pela Anbu do ataque realizado contra o Hokage, podemos comprovar que o material usado como distração para criar a explosão que serviu de chamariz para atacar o Hokage veio de dentro da própria Vila, fato esse que tornaria possível ludibriar até mesmo o Byakugan dos Hyuugas servindo para afasta-los como suspeitos, mas reforçando a possibilidade de um coup d'etat.

-- A missão permanece a mesma, com a única diferença de que se essa suposição for verdadeira, não devemos considerar Wataru Satoshi como um alvo fácil de ser subjugado como estávamos pensando,e na pior das hipóteses assumir que ele está sendo vigiado a todo momento, uma vez que se quem está por trás disso sabe o que está fazendo não ira deixar pontas soltas ... Sendo assim as habilidades de Higa poderão se fazer uteis mais cedo que Jouichuirou-dono previu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Dom 12 Jul 2015, 16:01

Jouichirou ouviu as suposições e os raciocínios tecidos por Zeru com muita atenção, e se o ANBU não estivesse vendado teria o seu líder olhando fixamente para sua face, com um leve sorriso no rosto de satisfação. Após ouvir toda a explanação, comentou.

— Não esperava nada menos de você, Zeru — disse primeiro, num elogio — Inclusive cheguei a cogitar coisas parecidas. Mas não teremos certeza até a análise do local do incidente ser divulgada amanhã de manhã. Não teremos como comparar até lá. Entretanto, não seria errôneo pensar que uma pessoa como Satoshi, que se sente invisível perante toda a vila, pudesse ser facilmente manipulado para causar aquelas explosões. E se for esse o caso, também não seria estranho que o mesmo estivesse preocupado de ser perseguido após seu suposto crime. Então, ser precavido nunca é demais — concluiu Jouichirou, concordando com os pensamentos de seu subordinado.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Dom 12 Jul 2015, 23:21

Um leve suspiro e inclinar de olhos exibiu discretamente a insatisfação de Gumo diante de toda aquela situação. Para alguém que faz do termo "praticidade" um ideal de vida, tanto o ataque recente quanto a insaciável busca de poder daquele que o orquestrou parecia fútil e desnecessária - uma opinião no mínimo apropriada para alguém cujo perfil psicológico batia com o de ditadores e empresários mãos-de-ferro. Sua espada, ainda sobre a mesa, começava a sujar a madeira polida conforme a água da chuva escorria do cabo e acumulava-se abaixo, nas sombras da bainha: — Resumindo: operativos de baixa habilidade foram empregados; um suposto elo solto é deixado exposto caso Watashi Satoshi esteja envolvido; o atentado não gerou grande repercussão e, considerando que seu alvo primário permanece vivo, falhou. Se alguém realmente quisesse assassinar o Hokage, é mais provável e eficiente empregar alguém como eu. Uma adaga na lateral do pescoço durante a noite, uma kunai arremessada num momento de guarda baixa, um acidente súbito e inesperado.

Inclinando-se para frente, Higa apoiou-se sobre a mesa com os cotovelos. Suas mãos uniram-se diante do rosto, entrelaçando os dedos, o que pareceu dar ao rapaz um ar pensativo: — Duas opções são extraídas destes fatos: ou estamos lidando com um amador, provavelmente motivado por alguma causa social típica dos fracassados e fracos, ou estamos lidando com uma distração e, neste caso, algo pior está para acontecer enquanto perdemos tempo analisando este atentado.— E, por fim, os olhos do espadachim finalmente voltaram-se contra a única mulher no recinto. Ele a observou de cima abaixo, meticuloso, como se a analisasse afim de tirar conclusões. O fato de uma Chuunin estar naquela conversa ainda era uma curiosidade para ele; reuniões ANBU raramente admitem a presença de alguém de fora da organização, tornando-se desnecessário dizer quão fora do ordinário é a presença de alguém do baixo escalão. Embora não fosse sua intenção parecer intimidador ou rude, a personalidade rígida e maneirismos de Higa o transformavam em alguém com pouca confiança nos outros e um tato quase nulo. Restou-lhe concluir que Sunshina era ou alguém muito habilidosa, ou alguém muito bem conectada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Seg 13 Jul 2015, 00:41

-- Não gerou grande repercussão ?! Discordo ... Toda a Vila esta mobilizada devido aos últimos acontecimentos, o caos apenas não se instaurou porque somos uma vila Shinobi e como tal seus habitantes em maioria são treinados para aguentar tal pressão ... Quanto a julgar que o atentado possa ter sido considerado uma falha, eu também igualmente discordo ... Um Hokage debilitado e enfraquecido ainda é o líder da Vila, ele representa a imagem de maior poder dentro do Pais do Fogo e se a noticia se espalhar a Folha demonstrara fragilidade. Os lideres da folha sabem disso, nossa delicada posição forçara o Imperador do Fogo a exigir um novo líder militar, e talvez seja com base nisso que os suspeitos tenham arquitetado esse plano.

Zeru raramente demonstrava emoções ou sinais que pudessem caracteriza-las, naquele momento frente as ultimas palavras de Gumo, ele resistiu a necessidade de sorrir em escárnio.

-- Um Kage mesmo em idade avançada ainda é um Kage, ele ocupa ainda tal posição não apenas por respeito ou experiência, ele é um símbolo de poder, o Shinobi mais poderoso da Vila Oculta da Folha ... Qualquer um que acredite que poderia elimina-lo utilizando as formas nas quais você citou, não passa de um tolo que superestima sua própria habilidade e que desconhece o que é um Kage.

O Anbu cruzou os braços frente as ultimas reflexões, mesmo elas sendo dirigidas a Gumo de modo a traze-lo de volta a realidade. A reunião parecia se encaminhar para o seu desfecho. Como era de se esperar Jouichirou possuía uma linha de raciocínio similar a dele, levantar aquela hipótese apenas servira para que os membros daquela equipe temporária se preparasse devidamente para o que estavam prestes a fazer e não baixar a guarda diante de um alvo que em teoria deveria ser "fácil". Não havia tempo para que os três shinobis se conhecessem, mas naquele curto espaço de tempo foi capaz de traçar um discreto perfil de cada um ...

Uzumaki Sunshina estava ali para aproveitar uma oportunidade quase que única, demonstrar suas habilidades diante de um dos homens mais poderosos e influentes da Folha, sua timidez e aparente insegurança eram esperadas considerando o peso daquela responsabilidade, mas ainda assim a Kunoichi parecia estar confiante em suas próprias habilidades ... Komori Gumo como todo membro experiente da Anbu possuía um codinome, Higa se tratava de um Shinobi especialista, cujo treinamento o forçara a agir e não pensar, dentro de uma unidade seria o menos capaz de ser considerado o cérebro, mas o mais capaz de ser considerado os músculos.

Felizmente Jouichirou se mostrou taxativo quanto a função de cada membro ali presente, e como bons soldados nenhum deles iria fugir de suas atribuições, a missão havia passado de simples a complexa com pequenos fatos explorados sobre novos pontos de perspectiva, então talvez fosse o momento de fazer ponderações finais para que pudessem começar a agir:

-- Com as evidências que temos não podemos afirmar se Wataru Satoshi é de fato culpado, e caso este o seja se agiu de forma consciente e deliberada ou se apenas foi manipulado para tal ... Considerando essas possibilidades devemos tratar Wataru como um companheiro da Vila Oculta da Folha, independente se ele é um traidor ou não.

Naquele momento Zeru pareceu encarar Gumo por trás da venda como se pudesse enxerga-lo para deixar claro que não iria permitir que a missão se tornasse um derramamento desnecessário de sangue de um companheiro que vestia o símbolo da folha.

-- Se tudo se basear em uma conspiração interna seria prudente não derramar sangue de um Shinobi de Konoha, independente das circunstâncias, sendo assim gostaria de solicitar que o uso de força letal só se valha se extremamente necessário ... Qualquer morte pode acabar se voltando contra nós de maneira mais negativa do que positiva, tenham isso em mente.

Voltando ao plano de iniciativa que iria tomar, estava traçado que deveriam sequestrar e substituir Wataru Satoshi sem levantar suspeitas, algo que em condições normais seria algo simples de se executar, mas existiam certas complicações a serem consideradas.

-- Antes de mais nada devemos encontrar o nosso alvo, considerando as informações que temos disponível podemos começar por sua residência, e lá devemos proceder com o maior cuidado possível ... O local pode estar sendo vigiado, pode conter armadilhas ou na pior das hipóteses chegaremos tarde demais. Teremos que isolar o perímetro e nós certificar que nossa contato com o alvo seja seguro ... Eu posso me encarregar disso.

Zeru com sua postura costumeira pareceu continuar a olhar para o nada fazendo uma pausa para que os demais pudessem fazer ponderações, e dado esse tempo prosseguiu com o plano A que havia traçado de modo a discutir com os demais e fazer alterações se estas fossem pertinentes.

-- Quando estivermos em contato com o alvo, Sunshina terá que neutraliza-lo com seu Genjutsu, de um modo que ele possa acreditar que o tempo que eu estiver assumindo o seu lugar ele sinta como se estivesse de fato trabalhando, assim quando eu concluir meu período de infiltração ele possa retornar como se nada tivesse acontecido, desse modo nenhuma suspeita será levantada e ninguém saberá o que ocorreu ... Após isso colocaremos Wataru em um local seguro para que minha identidade não seja comprometida. A partir desse ponto Higa e Sunshina podem seguir com a segunda metade da maneira que considerarem melhor.

Zeru terminou se apontar as questões que lhe eram relevantes para a sua participação na missão, mas existia um fato que ele ainda optou por manter para si, algo que o incomodava, algo que ele não podia ignorar por ter aprendido a confiar em seus instintos acima de qualquer coisa, uma preocupação que iria dividir talvez com os membros daquele grupo caso pudesse ver que eles eram de confiança.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Seg 13 Jul 2015, 20:09

Um curto sorriso sarcástico formou-se no rosto de Higa. Ele virou seus olhos contra Zeru - que embora não pudesse ver suas expressões, provavelmente já havia notado o requinte de indiferença que o ANBU demonstrava em relação a quase todo assunto referente à Vila, uma provável consequência de sua origem estrangeira, o que o fazia enxergar a si mesmo como alguém que em primeiro lugar não era de lá.

— Exato. Como eu disse, toda a Vila está mobilizada. Se qualquer coisa, os eventos recentes não serviriam pra mais que enfraquecer a imagem de Konoha ou como distração para algo maior. Uma Vila como esta, tão propensa a agir com base em emoções e besteiras ideológicas, talvez veja uma tentativa de assassinato fraca como uma espécie de "grande atentado". Em visão prática, o ataque não gerou mais que uma possível abertura; foi um atentado, no mínimo, secundário. Qual o propósito de enfraquecer um Hokage que já está fraco? É o equivalente a gastar esforços e recursos pra demitir alguém que já está a um dia de distância de demitir a si mesmo. Quanto ao método de eliminação, um assassino de elite de Kumo ou Kiri seria mais que suficiente dado devido preparo. Konoha sempre foi propensa a se expor de forma inútil com eventos civis como o desta noite. — Com um suspiro, por fim, escutou de forma atenta ao restante do debriefing e manteve-se calado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Seg 13 Jul 2015, 22:44

Jouchirou observou o final da conversa entre os dois membros da ANBU sem se intrometer. Sempre foi de sua característica dar o espaço necessário para que seus subordinados conversassem entre si e realizassem suas próprias ponderações, e Zeru e Higa sabiam disso. Jouichirou acreditava que esta era a forma de fazer cada membro da ANBU evoluir, pois um shinobi precisa sempre de um mínimo de discernimento para tomar suas próprias decisões, do que meramente seguir ordens. Contudo, estava também sempre atento a intervir quando as coisas não seguiam pelo caminho que julgava correto, e nunca se omitia em ensinar lições. Dessa vez, não seria diferente.

— Eu mais que ninguém sei de sua história e sua origem, Higa — começou ele, voltando-se para o jounin de codinome Gumo — Mas deixe-me lhe dizer algumas coisas. As ideologias e emoções pelas quais o povo de Konoha age não são nunca besteiras. Da mesma forma, os eventos civis da vila não são inúteis. Apesar de ter um passado complicado, e de ser um assassino profissional, você é jovem. Não sabe o que é guerra. Não presenciou seus companheiros morrerem dia após dia. Não sabe o que é desconhecer outro odor além do sangue e de carne podre por meses. Não sabe o que é chegar a uma vila pequena e encontrar crianças e mulheres civis mortas ou mutiladas e ter que seguir em enfrente com essa dor. As ideologias de Konoha e os eventos civis foram um presente do nosso líder, Sarutobi Tatsunori-sama. Ele reergueu Konoha, cada tijolo e cada alma. Então, dobre sua língua antes de falar coisas do tipo. — disse o líder, com o costumeiro tom educado, porém enérgico, sem alterar o tom de voz.

Depois de uns instantes para que Higa entendesse o motivo do sermão, prosseguiu, dessa vez focando nas situações atuais e na missão. — Você também indaga, Higa, qual seria o propósito de enfraquecer o Hokage. Para mim é somente um: criar o caos. Esse atentado deve ser somente o início de tudo. Quem quer que seja o culpado, vai querer instaurar o maior caos possível, para então surgir como herói, e provavelmente o novo Hokage, e amado pelo povo. Devemos impedir que isso aconteça. Nossa vila não foi construída para ser resumida a um objeto de jogos de poder. — Jouchirou então parou novamente, dessa vez para retirar um maço de cigarros de um dos bolsos da calça, junto com um isqueiro. Ascendeu. Tragou um pouco da fumaça e prosseguiu falando, com o cigarro na boca.

— Sobre a missão... acho que tudo já está encaminhado. Quando tiverem capturado Satoshi, trangam ele para cá. Usem a passagem Norte 2 para que ninguém os veja. E assim não teremos problema quanto à identidade de Zeru. A menos que tenham algo mais a ponderar, estão dispensados. — finalizou, tragando mais um pouco de seu vício, retirando o cigarro da boca com a mão direita, pousando-a sobre a mesa.


Última edição por Fësant em Ter 14 Jul 2015, 01:58, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Seg 13 Jul 2015, 23:08

Zeru possuía uma natureza fria e conformista, mas tudo isso foi construido graças a sua fidelidade a Folha, seu corpo carregava marcas profundas que jamais desapareceriam, ele experimentara dores que muitos durante toda uma vida jamais iriam sequer experimentar, e tudo isso poderia muito bem criar um ressentimento para com a vila que o acolhera, mas a verdade é que tudo apenas servira para torna-lo um soldado ainda mais fiel e determinado. Tudo que Zeru possuía ele devia a Konoha e ao Hokage, isso incluía até mesmo seu nome, e como todo patriota ouviu as palavras de Jouichirou com regozijo, admirando a experiência daquele shinobi que o liderava, esperando que o mesmo fosse capaz de passar aquele sentimento para Higa, mesmo que essa possibilidade fosse remota.

Balançou negativamente a cabeça frente a pergunta de Jouichirou se eles tinha mais questões a se levantar, não havia mais motivos para perderem tempo. Seguidamente se pôs de pé de modo a fazer uma singela reverência a seu comandante, para logo deixar a sala de reunião em silêncio para aguardar do lado de fora os demais membros da equipe para que pudessem partir imediatamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Seg 13 Jul 2015, 23:24

A íris do espadachim chegou a brilhar com o discurso de seu superior; não por boas emoção, mas por suas palavras relembrarem ao rapaz uma vida que havia abandonado muitos anos atrás, quando decidiu que mais valia salvar seu irmão que permanecer e desafiar as chances a favor de seu pai: — O senhor sabe de onde vim e quem fui. Deveria lembrar que nem tudo que mencionou é tão desconhecido pra mim quanto imagina ... com o devido respeito.

Treinado desde a infância, Higa aprendeu a matar quando outros brincavam de ninjas; ele aprendeu a trair quando outros descobriam a diferença entre certo e errado; ele aprendeu a desvalorizar tudo e todos, pois apenas assim evitaria hesitar na inevitável hora em que suas habilidades fossem postas em uso. Não fosse a interrupção de seu progresso em virtude de seu exílio aos oito anos de idade, seria um tanto quanto inevitável o rapaz ter se tornado uma máquina com ainda menos sentimentos do que já tem. Embora o shinobi possuísse um senso extraordinário de obediência em relação a seguir ordens, este senso era totalmente oposto na hora de expressar suas opiniões, fosse para quem fosse. Com o fim da reunião, então, ergueu-se finalmente. Tirou sua espada de cima da mesa - que já havia deixado uma marca no local onde estava repousada - e direcionou-se para seu comandante com uma reverência formal. Seguindo Zeru e Sunshina, deixou o local.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Qua 15 Jul 2015, 02:17

(...)


Uma hora depois, Gumo, Zeru e Sunshina estavam a poucos 20 metros da casa de Satoshi. O trio estava sobre o telhado de uma casa vizinha, aproveitando as sombras da noite pelo céu carregado de nuvens para ocultar a presença. Todas as casas naquele quarteirão tinham suas luzes apagadas, indicando que há muito os ninjas e civis dali já dormiam. As luzes das ruas eram fortes o suficiente para deixar o chão bem iluminado, embora, obviamente, não conseguisse fazer os mesmo com as regiões mais altas. No solo, nenhuma alma viva a passeio, o que era estranho. No mínimo, deveria haver vigias de baixo nível do Policiamento do clã Uchiha, mas ninguém se encontrava no local além daqueles três. No mais, o grupo ajustava os últimos detalhes para o início da aperação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Qui 16 Jul 2015, 01:40

-- ... ?!

A missão havia começado, e em condições normais ele afirmaria que tudo estava a seu favor ... O alvo se encontrava no local e se apresentava de forma indefesa e desprotegida, o perímetro estava seguro, sem vigias ou testemunhas, a escuridão e pouco iluminação eram fortes aliados e seus poderes se apresentavam como ideais para aquele tipo de missão ... Mas porque seus instintos pareciam querer gritar para que não subestimasse as circunstâncias ?! Zeru chegou onde chegou e se mantivera vivo até então por ter aprendido a confiar em seus próprios instintos acima de qualquer outra coisa, e naquele momento eles diziam que havia muito mais do que seus demais sentidos podiam alcançar.

-- Não quero que isso pareça um clichê, mas está tudo fácil demais ...

Zeru prosseguiu de modo a dar detalhes do que sua habilidade permitia que ele compreendesse o momento, tanto Gumo quanto Sunshina receberam um detalhado relatório sobre as condições que enfrentavam, mas igualmente eram alertados quanto a preocupação do Jounin Especial.

-- Isso não faz sentido ... Konoha sofreu um atentado sem precedentes, nenhum culpado foi apresentado, as pessoas estão com medo e por isso se encontram em suas casas, considerando tudo isso porque as ruas estão completamente desertas ?! E o mais intrigante ... Porque especificamente desertas nesse ponto em particular ?!

O Anbu buscava manter sua concentração para alcançar o limite máximo da sua percepção extrassensorial, de modo que nada escapasse de seu Ondou, que por maior que fosse o esforço em encontrar o imperceptível nada se apresentava a ele, tal segurança o seduzia a seguir em frente de forma despreocupada, mas ainda assim algo não parecia certo.

-- O Policiamento da Folha é eficiente e meticuloso já em condições normais, mas com a folha em estado de sitio, era para os reforços estarem espalhados por todo o lugar, mas numa área de 45 metros nada parece se mover. Estamos próximos do Edifício Principal do Hokage, um ponto de vigília importante, mas não temos um Uchiha sequer fazendo patrulhamento.

Tudo que poderia fazer era seguir adiante com cautela, ficar parado e demonstrar hesitação não iria levar a nenhum progresso, então chegara a hora de dar prosseguimento mesmo diante dos seus instintos tentarem mantê-lo em segurança.

-- Gumo, mantenha sua posição, nessa ponto temos uma vista privilegiada caso sejamos atacados enquanto nós dirigimos a casa de Wataru Satoshi ... Estamos próximos do local de extração, então temos boas chances de evitar qualquer tipo de contato com testemunhas ou hostis, mas em todo o caso conto com você para nós proteger caso sejamos emboscados, ressaltando mais uma vez que o uso de força letal é dispensável.

Curiosamente Zeru pareceu encarar Kurogane Gumo como se fosse capaz de enxergar, balançando sutilmente a cabeça em demonstração de boa fé e confiança no mesmo naquele ponto da estratégia.

-- Eu irei na frente e Sunshina vai me acompanhar mantendo uma distância de pelo menos 2 metros, assim eu posso esquadrinhar a área enquanto me desloco e checar se o perímetro está seguro até que alcancemos a casa do alvo ... Se necessário faça uso de sua habilidade em Genjutsus para ludibriar sua presença, se você é tão boa quanto Jouichirou acredita será capaz de enganar até mesmo o Sharingan dos Uchihas.

-- Wataru parece estar dormindo, e séria ideal que permanecesse assim até que você possa lançar um Genjutsu sobre o mesmo, fazendo com que acredite que nós próximos dias ele não apenas passou dormindo, mas sim que tenha ido trabalhar como faz normalmente, assim poderei me infiltrar e sair sem levantar nenhuma suspeita ... Entendido ?!

Deu apenas uma oportunidade para que seus companheiros fizessem suas ponderações e demonstrassem discordar ou estarem de acordo com a estratégia traçada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Sex 17 Jul 2015, 03:40

Toda a proposta daquela missão exigia um nível de fineza incaracterística no repertório de qualidades do espadachim; ele era capaz de matar alguém nas sombras, assassinar todo um grupo na calada da noite, mas exercer tamanha restrição a ponto de não fazer uso de toda sua força contra um inimigo era, no mínimo, irritante. Fitando o ambiente escuro com olhos impassíveis, o ANBU fez questão de dar maior atenção para as casas vizinhas à do alvo em busca de movimentação ou sinais de perigo; eram os pontos mais prováveis de abrigarem emboscadas ou, na mais simples das hipóteses, uma testemunha inesperada.

— Recomendo que vasculhe as duas residências a direita e a esquerda do alvo antes de moverem-se para posição. Se tudo correr como planejado, o final da rua servirá como ponto de extração. Eu encontro Sunshina lá e partimos para o próximo passo. — Concluiu, ausentando-se de maiores comentários naquele instante. Havia, realmente, um sentimento inquietante a respeito da calmaria naquela região; era de se esperar mais movimentação e segurança em função dos eventos recentes, mas mais parecia que a área havia sido evacuada. Prostrando a mão em sua espada, Higa puxou um centímetro da lâmina para fora em preparação para caso seu uso se fizesse necessário: — Em aguardo. — Sinalizou com a mão para que os dois companheiros prosseguissem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1667
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   Sex 17 Jul 2015, 21:50

Sunshina escutava as impressões e comentários de seus parceiros temporários daquela missão. Como cada um ali teria uma função específica a desempenhar, a garota sentia-se tranquila na medida do possível, e confiante de que poderia realizar sua parte sem problemas. E enquanto Zeru narrava o “via”, o que era estranho, já que o mesmo usava vendas, a chuunin observava o lugar também, com seus olhos comuns.

A casa do alvo era uma construção única, diferente do usual naquele bairro, onde prédios de dois ou três andares abrigavam pessoas diversas. Tratava-se de um pequeno prédio de somente um andar, modesto. O térreo não possuía qualquer entrada ou janela, havendo uma escada na lateral que dava acesso ao primeiro andar, e a porta. Além dessa porta, havia quatro janelas espalhadas pelo andar, todas elas sem reflexos de luz vindos do outro lado, o que indicava que provavelmente Wataru Satoshi estivesse dormindo. Após observar ela mesma a situação, pronunciou-se.

— Não há ninguém em pelo menos 45m de distância... Mas, pera, como você sabe isso? Imagino que tenha alguma capacidade de sensor, suponho... E sim, eu concordo que está fácil demais, mas precisamos avançar. Faremos como sugeriu, irei segui-lo a 2m de distância. Estou pronta. Vamos!




Encerramento



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 05 | A Unidade dos Assassinos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» [EVENTO] MONTE SUA QUEST BASEADA NOS EPISÓDIOS DA SÉRIE POKEMON!
» Episódios Shippuuden [Spoiler-Alert]
» Assustador! - Episódio 1 "A Mansão Velha"
» Star Wars Episódio VII: O Legado dos Sith (Crônica Livre)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Naruto RPG Online :: Episódios :: 1ª Temporada: Folha Rasgada-
Ir para: