Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Apresente-se
Sex 25 Ago 2017, 23:48 por George Firefalcon

» Episódio 49 | A Reunião
Dom 06 Ago 2017, 19:15 por Fësant

» Dúvidas do Sistema
Ter 01 Ago 2017, 11:33 por Fësant

» Episódio 46 | Ou Himitsu?
Seg 26 Jun 2017, 02:57 por Fësant

» Episódio 48 | Encontros Esperados
Sab 24 Jun 2017, 18:09 por Inozaki

» Episódio 47 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:19 por Fësant

» Episódio 44 | A Aliança
Seg 12 Jun 2017, 14:11 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 03 | Seguindo em Frente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Episódio 03 | Seguindo em Frente   Qui 15 Ago 2013, 19:22





Quando Hirei, Haika e Suzune chegaram à base da torre, notaram que havia somente uma única entrada. Esta, do tamanho comum de uma porta, era rodeado por escritos e símbolos que nenhum dos três conhecia. Desprezando este detalhe, e com a esfera verde na mão, a kunoichi da Névoa adentrou o local, e logo que estava com o corpo completamente dentro da construção, sua pequena bola rachou e quebrou e milhares de cristais, que caíram ao chão. De fato, aquele pequeno objeto era realmente o passaporte para o final daquela primeira fase do Chuunin Shiken. De pronto, Hirei, que ainda carregava o corpo de Uzuki, e Haika também entraram, e viram que as esferas que traziam consigo na palma da mão também se quebraram.

Dentro da torre, na havia nada além de um curto corredor, que terminava em uma escada para o próximo pavimento. O grupo então seguiu. Seria uma longa sequência de degraus até o último andar, onde provavelmente algum assistente ou o próprio coordenador do Exame estaria à espera, já que no meio do caminho nada havia além de escadas, corredores e portas trancadas. Contudo, algo chamou a atenção do grupo. Enquanto passavam por mais um corredor, uma voz masculina alterada bradava atrás da mesma.


Kazekage saberá disso! Sabia que tinha algo por trás disso tudo! Nunca confiei em vocês, e aí está a resposta! - — disse a voz. E logo em seguida, os genins ouviram um estrondo acompanhado do tremor leve da porta. Quando deram conta, uma lâmina fina, roliça, longa e pontiaguda havia brotado da porta, suja de sangue. Depois, a lâmina voltou, como se tivesse sido puxada pelo seu manipulador. A voz que bradou sobre o Kazekage não foi mais ouvida, assim como nenhuma outra.

. - Estupefatos pela cena, e curiosos, Hirei e Haika permaneceram ali, parados. Suzune, aflita, provavelmente por já ter visto cenas de mortes aos montes naquele dia, puxava Haika pelo braço, enquanto fazia sinal para Hirei também sair, mas ambos ficaram imóveis. Sem remédio, a menina também ficou ali, olhando apreensiva para a porta perfurada. Ficaram lá por quase um minuto, e nada ocorreu. - — Acho que... estamos a salvo... É provável que a pessoa que estava lá dentro fosse de nível Jounin, e tenha percebido nossa presença, mas por algum motivo não quis nos matar também... Vamos seguir... - — disse Suzune, voltando a andar em direção ao final do corredor, onde estava mais uma escada.

O trio então prossegue seu caminho, e depois de mais minutos de escada, alcançam o topo da torre, sem mais eventos estranhos no percurso. O lugar era espaçoso, contrastando com todos os corredores que viram até então. No fundo, uma estranha e grande estátua: duas mãos humanas que se juntavam em um selo. Nas laterais, escadas subiam até estreitos corredores suspensos que funcionavam como uma espécie de arquibancada, na qual alguns shinobis adultos se encontravam, conversando descontraídos.



Quando o grupo chegou, todos se voltaram para vê-los. Os genins conseguiu ouvir comentários do tipo “Chegaram os primeiros!”, “Olhem, já chegaram os primeiros!”, “Esses foram bem rápidos!”. Contudo, um dos shinobis que lá estavam permaneceu calado. Num instante, já havia saltado da arquibancada, estando bem em frente ao trio. Os cabelos ruivos revoltos como sempre, mas no semblante uma expressão triste, no lugar do comum olhar alegre e alcoolizado.

— Como isso ocorreu? - — perguntou Kazuki seriamente, tomando Uzuki dos braços de Hirei. Acariciando o rosto pálido da menina, o jounin sussurrou melancolicamente. - — Foi minha culpa... deveria saber que estavam jovens demais para ir ao Exame... Vou retirá-los do Chuunin Shiken, não quero levar flores ao túmulo de vocês dois também...

Uchiha Haika diz:
- Se fizer isso, não irei perdoá-lo, Sensei. - Respondeu, de pronto, sem sequer pensar duas vezes. Os olhos de Haika encaravam o corpo defalecido de Uzuki com um tom de seriedade e compromisso. Se aproximando, o garoto suspirou e abaixou seu tom de voz, voltando a encarar o professor: - Nós viemos até aqui, e devemos à Uzuki-chan chegar no fim dessa competição. Pra conseguir essa chance, pretendo vencer. - Concluiu, levando a mão até o braço direito onde jazia um ferimento por corte de espada; de lá, sangue verteu por um breve instante, demonstrando que a ferida havia se aberto novamente com o esforço que fez até ali: - Mas se 'cê tá perguntando quem é o responsável ... muitos são. Outra razão para querer continuar é ter a chance de dar uma palavrinha à eles. - E dito isto, Haika retirou de seu braço direito a própria bandana de sua Vila. A dobrou com cuidado, pondo dentro da bolsa azulada que carregava atada à perna; a partir dali não estaria representando nação alguma, poderio militar nenhum. Ele venceria aquela competição ... mas por outros motivos, para outros fins, representando apenas a si mesmo.


Hozuki Hirei diz:
. - Notando Kazuki tomar Uzuki de si, Hirei hesitou por um breve momento, quase que tentando impedir seu sensei de faze-lo. Desapegar-se do corpo de sua amiga parecia incomoda-lo em muito, acreditando na falha possibilidade de ainda haver quaisquer resquícios de vida em tal corpo. A sua reação não podia ser outra além da qual havia se empenhado em demonstrar o trajeto todo até o local: uma total inexistência de quaisquer sentimentos. Um olhar vazio, uma expressão derrotada. A aparência do Hozuki se encontrava terrível, refletindo o seu interior perante a situação ocorrida mais cedo. Fosse como fosse, pareceu apesar de tudo prestar atenção nas palavras do seu professor, ouvindo-o lamentar-se diante da perda de um dos alunos, considerando a má ideia que foi inscreve-los no exame, e como se não bastasse ainda ameaçando tira-los dali. De imediato, o pequeno genin pareceu concordar e pouco importar-se com aquilo, mas ao notar a resposta de Haika, mudou de ideia - ou simplesmente fingiu ter mudado. Limitou-se a nada falar, impedindo a si mesmo de concordar com a decisão tomada, e assim permitindo ao seu colega convencer Kazuki de que o melhor era permanecer lutando até o fim.


— Perdão por me intrometer, senhor Sensei, mas deixe-os continuar, por favor... Eu também perdi meus amigos neste exame, e não gostaria de sair daqui assim, sem nada fazer... Acho que eles estão sentindo o mesmo que eu... Deixe-os, por favor... - — argumentou Suzune, antes de Kazuki iniciar a falar.

— Verdade... você é nativa da Névoa, e está sozinha... meus sinceros pesares pelos seus amigos... - — respondeu prontamente o jounin antes de se voltar novamente para Haika - — “Muitos são?” O que quer dizer com isso? Bem, agora não vou ter tempo para conversar com vocês, e aqui também não é o lugar. Vou deixa-los continuar no Exame... Até porque, nas fases seguintes eu poderei acompanhar o progresso pessoalmente, e assim poderei proteger vocês de qualquer mau. Agora vão, encostem-se em algum lugar e descansem. Aproveitem que foram os primeiros, porque esse tempo extra que ganharam vai ser muito útil para a próxima etapa... Vou levar Uzuki. Podem ficar sossegados, pois tem outros jounins de Konoha lá em cima. - — dito isso, Kazuki saiu do lugar, andando calmamente, carregando o Uzuki consigo.

Uchiha Haika diz:
. - Assim que Kazuki virou-se, Haika abaixou o olhar, respondendo em susurros para si próprio: - É. Cinco, para ser exato. - Ele se referia aos cinco Kages, que orquestravam aquele evento por fins políticos. Apesar de sua ávidez inicial para adentrar o Chuunin Shiken, a realidade dura de seu andamento fez com que Haika tomasse nojo daquilo tudo. E pior - caísse na dura realidade de descobrir quão imaturo ele realmente é. Seguindo para um canto qualquer, o garoto arrastou Suzune e Hirei consigo, mas não sem antes de olhar o parceiro por cima dos ombros, num fitar duro, severo: - Ôi, Hirei. Não quero molengas perto de mim, pode ser contagioso. Levanta essa cara e se recomponha, do contrário teletransporto você pra um aquário, onde seria mais útil servindo de ar pra peixe. Devemos a vitória à Uzuki, não se esqueça disso.


Hozuki Hirei diz:
— N-Não me esquecerei. - Respondeu em seguida, Hirei, após um breve olhar de surpreso para seu colega. Não esperava algo assim, e de fato sequer havia se dado conta do quão desanimado se encontrava. E, de fato, não foi nessa hora que percebeu, a ponto de ser suficiente para recompor-se totalmente. Dando sequência ao diálogo e dizendo que acreditava ser o que Haika gostaria de ouvir, o pequeno Hozuki proferiu: - Quando for a hora, eu conseguirei me recompor. N-Não se preocupe. - Mantendo o olhar vazio e o tom constante e demasiadamente calmo, Hirei transbordava infelicidade, continuando com sua aparência deplorável. Mas, ao menos, suas palavras eram honestas e parecia realmente acreditar nelas.


Os genins sentaram-se ao chão frio e descansaram. Minutos depois, veriam Kazuki retornar, ainda com seriedade e melancolia nos olhos. O sensei subiu as escadas calmamente, juntando-se a outros jounins de Konoha, passando a conversa com os mesmos aos sussurros. Haika e Hirei esperariam por um bom tempo, o suficiente até mesmo para cochilarem e recomporem suas forças. Durante a espera, quando despertavam para verificar o que ocorria, via o lugar ser preenchido paulatinamente por outros genins. Algumas horas depois de a luz do sol adentrar as janelas da torre, foi dado o fim da primeira fase do Exame Chuunin. Havia quase 40 genins no lugar, e todos foram ordenados a ficar de pé, em fila, e eis que chega o coordenador do Exame, Momochi Hiromasa. Enquanto se organizavam em fila, Haika e Hirei perceberam que outros times também estavam incompletos, o que significava que talvez não fossem os únicos a sofrer uma perda. No meio da última fila da direita, estava aquele responsável pela morte de Uzuki, de expressão calma, completamente diferente de quando ceifou a vida da companheira.

— Parabéns, conseguiram passar pela primeira fase do Chuunin Shiken. - — iniciou o coordenador, quando notou que já tinha a atenção de todos. - — Esta primeira fase serviu para testá-los em vários aspectos: trabalho em grupo, ou egoísmo, liderança, capacidade de seguir ordens, sobrevivência, rastreio, improvisação, etc. As próximas duas fases serão bem simples e idênticas. Esta segunda fase será realizada em lutas de um contra um. Aqueles que vencerem, serão classificados para a fase seguinte. Simples e direto. Contudo, as mesmas regras da outra fase ainda se mantém: aquele que tiver medo de morrer, sinta-se livre para desistir aqui. Todavia, os jounins e eu estaremos aqui para impedir mortes desnecessárias, mas acidentes ocorrem... Aqueles que não se sentirem em condições de prosseguir lutando também podem desistir. Por fim, os Jounins de vocês também estão autorizados a retirar da competição os alunos que não julgarem em condições de continuar.

. - Depois dessas palavras, alguns participantes deixaram o lugar, ou por vontade própria, ou por determinação de seus jounins. No fim, contando rapidamente pelas filas, Haika e Hirei notaram que restaram exatos 16 genins. - — Agora que já fizemos as eliminações necessárias, vamos dar início às lutas. Cada um de vocês venha até a frente, mantendo a ordem da vila, e retire um papel dentro dessas caixas que estão aqui, para realizarmos o sorteio. - — assim, um a um, os genins foram retirando seus papeis. Depois de pouco mais de um minuto, foram ordenados a se afastarem, indo para as arquibancadas, ao lado de seus respectivos jounins. Quando o andar estava livre, os participantes começaram a ser chamados, e as lutas foram ocorrendo.

Na quarta rodada de lutas...

— Uchiha Haika contra Hyuuga Taiji! Participantes, direcionem-se até o centro da arena! - — falou alto o coordenador. De pronto, Haika viu um garoto descer as escadas. Seu oponente tinha longos cabelos castanhos, pele clara e olhos brancos. Era, de fato, um Hyuuga. Tinha vestes largas na cor branca, como um kimono, sobre o qual havia outro, de cor marrom, mas sem mangas, amarrado por uma larga faixa de cor vermelha. Aparentemente sério e disciplinado, o genin já se encontrava no centro do local, a espera de Haika.

Uchiha Haika diz:
. - A sorte foi lançada, e para sua surpresa, Haika iria enfrentar alguém de sua própria Vila. Observando o menino que descia as escadas, o Gennin lentamente iniciou caminhada até a arena, prostrando-se em lado oposto ao Hyuuga conforme, após encará-lo, tomou distância parando cerca de dez metros afastado. Ele levou as mãos até seu casaco amarelo, o retirando do torso com cuidado e letargia. Conforme o dobrou, o posicionou logo ao lado dos pés, e por cima do próprio deixou a bandana de Konoha que havia retirado; dentro do casaco deixou também uma kunai, que serviria de ponto de teletransporte. Finalmente fitou seu oponente, e conforme respirou fundo, fechando os olhos, levou a mão até a bainha de sua espada, a sacanado: - Devo vencer.


— Já é a quarta luta, mas devo relembrar as regras: aquele que desistir, ficar inconsciente, fora de combate por qualquer motivo, ou for morto, estará desclassificado, sendo a vitória declarada para o outro competidor. Prontos? Lutem!



############# Abertura 1ª Temporada #############



##########################################




Última edição por Fësant em Dom 22 Set 2013, 12:08, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 03 | Seguindo em Frente   Sab 31 Ago 2013, 22:45

A luta começa. De pronto, Taiji assume uma postura de luta nunca antes vista por Haika: uma perna a frente, a outra posicionada atrás, com os joelhos levemente flexionados. A base era feita com as palmas das mãos voltadas para o inimigo. Fitando o rosto do adversário, o Uchiha notou que seus olhos brancos agora possuíam as veias ao seu redor bem alteradas, como se estivessem elevando de alguma forma a capacidade ocular do mesmo. Permanecendo em posição, o Hyuuga aguardou que seu oponente iniciasse o combate. Mas não foi o que ocorreu, pelo menos ao parecer de Taiji. Haika sacou oito kunais de suas bolsas e as jogou displicentemente ao ar, distruibuindo-as pelo lugar, sem ao menos mirar o Hyuuga no momento do arremesso.

-- Que diabos de movimento foi esse, Uchiha? Se não quer atacar, eu ataco! - disse Taiji, passando a correr até Haika e atacando-o com o que seria um soco, só que de punho aberto com a palma voltada para seu corpo.




Uchiha Haika diz:
- Tsc ... - Foi a única reação visivel de Haika frente à pergunta pouco conveniente do seu oponente. O Uchiha permaneceu parado, de espada em riste, ao passo que permitiu ao Hyuuga dar o primeiro movimento. Os pés do garoto eram rápidos, e sua velocidade em muito comparava-se à de sua antiga companheira, Uzuki; conforme varou pela arena como uma flecha, o Hyuuga mirou um ponto vital, mas segundos antes de tocar a pele do Uchiha, algo ocorreu. Em câmera lenta, Haika desapareceu em meio ao ar! A palma de seu oponente cruzou o vazio, deixando no movimento algumas fagulhas azuladas de chakra devido ao estilo típico de seu clã. O Byakugan seria, comumente, a melhor defensiva contra ataques surpresa - contudo, as técnicas empregadas por Haika superavam isso. Após resurgir na posição de uma kunai cinco metros atrás do oponente, o membro do clã Uchiha tornou a desaparecer-se de súbito. Sua imagem, desta vez, formou-se ao lado de seu inimigo - de espada em riste, Haika executou um corte lateral que cobriu em vermelho o piso da arena. O branco da espada reluziu nos holofotes, tornando-se carmesim ao passo que adentrou o braço direito do menino e esguichou um jato de sangue em arco no chão. Sem deixar espaço para contragolpes, o Uchiha tornou a desaparecer de imediato, ressurgindo na kunai mais longe dali com uma sobrancelha arqueada que acompanhava seu típico sorriso arrogante: - ... E esse, conseguiu entender, ou foi rápido de mais pra você?


. - O Byakugan de Taiji viu tudo, mas seu corpo não podia acompanhar aquela velocidade. Mas o garoto mal teve tempo de pensar: a dor no profundo corte no braço o consumia. Como já tinha a manga rasgada pelo corte, rasgou-a ainda mais, e amarrou ao redor do braço, puxando com força usando a outra mão livre e a boca. Mas, obviamente, o oponente não iria ficar assistindo aquela cena de braços cruzados. Porém, dessa vez, o Hyuuga estaria preparado. - "Ele se move muito rápido e pode atacar de qualquer direção... Mas usarei o Kaiten, e estarei coberto!" - pensou.

Uchiha Haika diz:
. - O pensamento, apesar de correto, não se equiparou à velocidade do Hyuuga. Ao passo que Haika ameaçou o próximo golpe, Taiji iniciou a rotação, mas o garoto Uchiha já havia desaparecido - e de praxo, seu surgimento diante do alvo foi virtualmente automático. Usando a parte traseira da lâmina, Haika aproveitou-se do início de giro do oponente e contra-atacou em sentido contrário, na altura do ombro. Conforme Taiji rotacionava para a esquerda, sua lâmina serviu de barreira vindo em direção oposta, e acertou-lhe com força impedindo o movimento e causando danos no processo. Feito uma ilusão, Haika tornou a desaparecer de súbito, ressurgindo em posição de combate alguns metros atrás.


. - Observando a luta, os jounins nas arquibancadas comentavam sobre cada movimento praticado pelos competidores. - Taiji sempre se confiou muito em sua kekkei genkai e sua capacidade de ver absolutamente tudo à sua volta... mas isso não é tudo, e ele está vendo isso agora. Ele não está enfrentando um oponente qualquer, e mais cedo ou mais tarde algo assim iria ocorrer. - disse um jounin de longos cabelos lisos e rosados, aparentemente o sensei do Hyuuga que lutava.

-- Hakke Kushou! - bradou o garoto, enquanto movia rapidamente e com vigor seu braço direito em direção a Haika, como se o quisesse golpear de longe, e foi justamente o que aconteceu. O ar condensado enviado pelo Hyuuga pela palma de sua mão alcançou com força o Uchiha, que não conseguiu se manter equilibrado e caiu ao chão. Taiji sorriu, inutilmente. Estar ao chão de nada significava para o usuário de Jikuukan Ninjutsu. Estando ainda caído ao chão, a imagem do mesmo desapareceu, ressurgindo às costas do Hyuuga, que se viu cortado mais uma vez. No fim do movimento, Haika se teletransportou novamente, distanciando-se mais uma vez de seu oponente, que era nitidamente um perito em combate de curta distância.

Taiji estava nitidamente nervoso. Estava vendo o combate em situação totalmente favorável ao adversário, situação esta pela qual nunca havia passado. Eis que então, veio uma luz, uma ideia, uma esperança de reverter aquele quadro. Mais uma vez, o Hyuuga executou o Hakke Kushou. Haika foi novamente golpeado, derrubado ao chão e rolando por três vezes, ganhando uma boa quantidade de escoriações antes de conseguir parar de rodar se erguer. Naquele momento, os dois combates estavam próximos de seu limite, e aquele a receber o próximo golpe cairia. Porém, Taiji já havia atacado, e aberto a brecha para Haika dar o ataque final. Mas o ninja de olhos brancos se antecipou: liberando chakra por todos os seus poros e iniciando um movimento de rotação em alta velocidade, utilizou a conhecida técnica Hakkeshou Kaiten, conjurando uma semiesfera de chakra rotacionado em alta velocidade, que, feito antecipadamente, com certeza impediria o Uchiha de se aproximar.

-- Uma boa ideia. Já que não pode acompanhá-lo na velocidade, se antecipa e cria uma defesa pra impedir de ser atacado. Um tanto tardio, e vai consumir uma boa quantidade de chakra para manter essa técnica. Provavelmente, deve estar preparando o movimento final, esgotando suas últimas forças. Se acertar, a vitória será dele, mas se errar... - comentou o mesmo jounin, avaliando a estratégia adotada pelo suposto discípulo.

Uchiha Haika diz:
- Mer-.... - Foi tudo que conseguiu dizer ao notar tarde de mais a aproximação súbita do golpe à distância. O Uchiha rolou vários metros para trás, e ao finalizar sua queda, deu algumas cambalhotas retrogradas ao passo que finalizar num giro aéreo. Deste giro, uma kunai repentinamente foi lançada em direção oposta ao oponente, ganhando maior área de alcance para seu teletransporte. Quando finalmente parou, Haika ajoelhou-se no chão apoiado em sua arma; seu corpo, completamente encoberto por sangue e escoriações, jazia num estado lastimável de cansaço e falta de chakra. Suor escorria por sua testa, e ofegante, o Shinobi respirava em ritmo rápido pela boca: - "Com uma velocidade dessas, não conseguirei ângulo de ataque. Mesmo que eu me aproxime, serei pego na redoma de chakra. Não tenho escolha senão ... Espera ..." - Como num simples segundo, tudo ao redor do Uchiha enlerdeceu. Seus olhos passaram a captar melhor movimentos e prevê-los com facilidade; adicionalmente, o chakra tornou-se algo nítico, aparentemente paupável, e estava por todo lugar! Levantando-se, Haika fitou Taiji boquiaberto - e todos puderam ver, naquele instante, o negro absoluto transformar-se lentamente num vermelho vivo! Uma única vírgula surgiu ao redor da pupila do Uchiha, que tornou-se um mero ponto diminuto em meio ao par carmesim de íris. Como Hirei havia dito, ele havia finalmente adquirido aquilo que seu clã tanto o ofendia por não possuir! Mas não era hora de comemorações - quando Taiji parou sua rotação, o Uchiha sequer perdeu um segundo. Desapareceu de súbito, surgindo pelas costas do inimigo que pôde finalmente acompanhar seus movimentos. Forçando os pés contra o solo, Haika saltou por cima do oponente conforme iniciou a execução de uma sequência rápida de selos; levando uma das mãos à boca, formou um anel, e a partir dele soprou um jato de chamas contra o Hyuuga, que saltou para o lado realizando uma esquiva perfeita. As chamas tomaram o solo, enegrecendo o piso da arena, e utilizando pouco do chakra que lhe restava, Haika tornou a desaparecer e surgir à distância.


-- Minha vez! - gritou o garoto. Identificando a posição do oponente através do Byakugan, Taiji correu em alta velocidade até ele, ainda mais rápido que a primeira vez. Haika havia se movido para bem distante do Hyuuga e a alta velocidade era necessária para que pudesse alcançá-lo em ataque corporal. O menino alcança a marca de 5 metros de distância de seu oponente, e então anunciou seu ataque enquanto se movia para executá-lo: - Juuken Ryu: Hakke Sanjūni Shō !

-- Os Trinta e Dois Pontos do Octograma... Normalmente acabaria a luta, mas aquele garoto já subiu de nível ao despertar aqueles olhos. - disse o Jounin, antes mesmo de Taiji ter anunciado seu golpe. Provavelmente, por ser o sensei, já conhecia as técnicas e movimentos de seu aluno e podia prever o que o mesmo iria fazer.




Uchiha Haika diz:
. - Era hora de finalizar a luta! Haika tomou o aumento de velocidade de seu inimigo como nada mais que um pequeno detalhe. Dotado do Sharingan, observou Taiji aproximar-se em câmera lenta, e através da visão de chakra, pôde notar a quantidade absurda de energia que se acumulava na ponta dos dedos do garoto. Em questão de segundos, o Hyuuga já estava em sua dianteira. Mantendo-se parado Haika viu o braço aproximar-se, e questão de milímetros antes de encostá-lo, sumiu de repente! Quando resurgiu, parte de sua veste, onde receberia o ataque, havia sido rasgada. Com um sorriso, o Uchiha viu ali a brecha que precisava - desapareceu novamente, ressurgindo próximo à lateral do Hyuuga. De espada em riste, mirou a lâmina contra o antebraço do garoto, já machuado. O gume de sua arma perfurou o ferimento uma segunda vez, a ponto de sair do outro lado do músculo, transpassando a região por inteiro! Haika retirou sua lâmina rápidamente, a balançando no processo para que as gotículas de sangue desprendessem do metal. A dor insuportável havia inutilizado por completo o braço do Hyuuga, tal como sua capacidade de prosseguir o combate. Fechando os olhos, Haika desativou seu Sharingan e, em seguida, apontou para Hirei e Suzune com um "v" formado pelos dedos indicadores e médio da mão: - O PRÓXIMO É SEU, MENINO-VAPOR!


Última edição por Fësant em Dom 22 Set 2013, 13:30, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 03 | Seguindo em Frente   Sab 31 Ago 2013, 23:10

-- Eu... perdi..??!! - indagou o Hyuuga a si próprio, incrédulo.

-- Sim, perdeu, Taiji - respondeu o jounin de cabelos longos, já estando de pé ao lado do aluno. O mesmo estendeu a mão, ajudando o garoto a se levantar. Pondo amigavelmente a mão em seu ombro, o guiou até a saída. - Se tivesse confiado menos em suas habilidades e parado para analisar o oponente, talvez o resultado tivesse sido outro. Quando você começou a fazer isso, já era tarde mais, e a luta já estava a favor dele. No mais, você lutou bem, como sempre. Sua graduação vai ficar para o próximo exame, Taiji. Agora vamos para o setor médico, porque se não tratar esse ferimento agora é capaz de perder o movimento do braço. - o genin ouviu seu sensei, resignado e cabisbaixo, enquanto deixava o lugar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 03 | Seguindo em Frente   Sab 31 Ago 2013, 23:12

— Quinta luta: Yuki Suzune contra Hozuki Hirei! Os competidores devem se dirigir até o centro da arena! - disse o coordenador do Exame, minutos depois do local estar preparado para a próxima luta. De imediato, Suzune, que estava sentada ao lado de Hirei, levantou-se, e deu um passo a frente.

— Que azarada que sou... Apesar de já ter visto o seu “truque” quando estava em Konoha, não estou em condições de vencê-lo... não tenho reservas de chakra suficientes. Mas farei o melhor! Tenho que seguir em frente e vingar a morte de meus amigos... assim como você... - e com essas palavras, ainda de costas para o Hozuki, Suzune caminhou calmamente para o centro do lugar onde seria a luta, virando-se no fim para ficar de frente à posição de Hirei, enquanto o aguardava se aproximar.

Hozuki Hirei diz:
. - O jovem garoto somente retribuiu o olhar para Haika, ao notar o gesto que este fez para si no intento de anima-lo. A sua dor, entretanto, mostrava-se maior que o esperado conforme o tempo passava, limitando-o a simplesmente sorrir forçadamente como resposta, de modo a tentar no mínimo agradar o seu colega de equipe. Eis que o som de seu nome ecoou pelo local, arrastando-o para a arena contra a sua vontade, visto sua total ausência de ânimo para prosseguir com o exame. Porém não podia simplesmente abandonar seu amigo em meio a todos aqueles desafios na rota para tornar-se um chunnin, além de que desistir no ato faria da vida de sua amiga ter sido levada em vão. O jeito era lutar, independente de quem fosse seu oponente. Se fosse em qualquer outro momento, Hirei esboçaria uma feição de alegria ao ter o privilégio de "vingar-se" de Suzune, uma vez que foi atacado pela mesma há uns dias atrás. Contudo, tendo em conta a situação, permaneceu com aquele olhar vazio que havia adquirido com o recente trauma, somente dirigindo-se ao campo de batalha como instruído. As palavras dela em nada pareceram-lhe afetar, ao levantar-se e andar a lentos passos para próximo dela, pronto a lutar, calado. Enquanto percorria o trajeto, fez questão de passar por Haika e pegar sua ninja-to emprestado, ao tira-la quase que à força, sob as palavras: - Pegarei isso emprestado, se não se importar. - E, no mesmo instante, o braço que carregava a arma aumentou de tamanho, ganhou medidas musculares acimas do possível para alguém de seu tamanho, revelando uma enorme força ganha. Não apenas isso como seu corpo envolveu-se com chakra por um único segundo, ativando a sua kekkei rara, afim de conte-lo dos futuros ataques. Quando alcançou a frente de Suzune, finalmente disse: - Que ganhe o melhor.


A luta começa. Sem perder tempo, Hirei corre em direção a Suzune e tenta cortá-la com um golpe horizontal de sua ninja-to emprestada. A garota consegue esquivar, movendo-se lateralmente. Para contra-atacar, Suzune realiza uma curta sequência de selos, inspira profundamente, e depois sobra uma rajada de vento em direção a Hirei, que também consegue evitar o ataque. O garoto ataca novamente com sua arma, e é novamente esquivado. Suzune, por sua vez, também repete o movimento anterior, mas desta vez o Hozuki não conseguiu evitar ser atingido. Ao tentar se mover para o lado, o vento atingiu seu braço que de imediato ficou rígido. Quando olhou para o mesmo, viu que estava congelado.

Hirei forçou o braço rígido, e o congelamento se desfez, mostrando-se ser somente superficial. Contudo, ser atingido em cheio por aquele poder não seria nada agradável, pensava. Vendo que poderia cair em desvantagem, o genin de Konoha guarda a ninja-to momentaneamente para realizar uma sequência de selos. Completada a execução, uma porção de água se desprendeu de seu corpo e caiu ao chão, logo se levantando rapidamente e tomando a forma humana. Por fim, a imagem do humanoide se moldou, transformando-se em uma réplica exata de Hirei.


Realizando a ação específica para a qual foi criado, o Mizu Bunshin imediatamente avançou até Suzune, escapando para trás da mesma e agarrando-a, imobilizando seus braços. Mas isso não durou muito tempo. Logo em seguida, o clone sentiu que sua superfície estava resfriando rapidamente, e se ficasse próximo dela acabaria completamente congelado, e seria destruído. Então, abortou a ação, e a ninja da Névoa estava livre novamente. Porém, ainda na desvantagem, tendo que cuidar de dois oponentes.

Ficando entre os dois adversários, Suzune não conseguiu evitar os ataques que seguiram. Hirei atacou com a ninja-to, conseguindo cortá-la superficialmente no braço esquerdo. Atrás dela, havia ainda o clone, que com sua réplica da espada desferiu o mesmo golpe, cortando o outro braço. Aflita, a garota concentrou-se alguns segundos, e quando Hirei se deu conta, quase todo o campo de batalha estava com o chão coberto por gelo. Depois, a genin deslizou velozmente pela nova superfície, afastando-se o máximo que podia.

Uchiha Haika diz:
. - A luta parecia correr de forma boa para seu companheiro; da arquibancada, Haika observava o desempenho de Hirei, equiparando-o ao próprio e também ao de Suzune, sua oponente. A garota, embora demonstrasse não ter nada de especial em seu primeiro encontro, revelou ser possuidora de uma Kekkei Genkai um tanto quanto diferente. Debruçado sobre o parapeito das passarelas laterais da arena, o Uchiha fitava compenetrado o combate, até o momento em que cansou de ver seu aliado batalhar com tanta desimpolgação. Enchendo os pulmões de ar, gritou em meio à todos, querendo incitar raiva em Hirei para que levasse aquela luta a sério: - ANDA LOGO, ZÉ GOTINHA ! MOSTRA QUE É MACHO!


Mas se afastar não suficiente. Hirei e seu clone correram rapidamente, acompanhado o movimento da adversária e logo a alcançaram. O Hozuki estava chegando de sua corrida, pronto para desferir um certeiro golpe com a ninja-to, porém Suzune esquiva, se abaixando. E quando o garoto foi fixar o pé de apoio para parar a corrida, ouviu o grito de Haika e se distraiu. Olhando para trás para ver o amigo, não se atentou o suficiente ao chão congelado e escorregadio, e deixou-se cair ao chão. O impulso vindo da corrida o jogou para frente, e ele acabou atingindo as pernas de Suzune, fazendo-a cair ao chão, totalmente desprevenida. A garota bateu a cabeça ao chão com força e não mais levantou. O local ficou totalmente em silêncio, todos olhando curiosos o que tinha ocorrido, mas logo a curiosidade se transformou em preocupação. Uma poça de sangue começou a surgir sob a cabeça da garota. Quando o coordenador se aproximou para ver, notou que a mesma tinha caída bem sobre uma kunai que havia sido deixada ali depois da última luta. Momochi Hiromasa fez um sinal com a mão, e de imediato um ninja médico apareceu ao seu lado, carregou o corpo imóvel de Suzune, e desapareceu.

— A vitória é de Hozuki Hirei. - disse o coordenador.




Uchiha Haika diz:
. - O exame havia, de uma vez por todas, terminado - ou, ao menos, aquela fase. Haika estampou no rosto um sorriso enorme diante da vitória de seu companheiro, ainda que estivesse preocupado com o estado de saúdade de Suzune, a menina que, por destino, tornou-se sua amiga; descendo da arquibancada após o final das lutas, cumprimentou Hirei com um tapinha no ombro, coçando a cabeça enquanto o fitava: - Ooooh! Viu como minha ajuda foi fundamental, Hirei?! Eu dei o grito que te fez cair e derrubar a inimiga, e eu deixei a kunai que finalizou o serviço! Dá até pra dizer que tive duas vitó-... falando em kunais, peraí. - Com olhos semi-cerrados e uma cara preocupada, o Gennin enfiou a mão nos bolsos e os pôs pra fora; de lá, retirou um cupom de desconto na lojinha de ramen, alguns metros de linha, e por fim, um tazzo do biscoito ninjadangos. Frente a falta de dinheiro, grunhiu voltando os olhos em torno da arena: - Puta merda, não vai dar pra comprar kunais novas. - Formando um selo com as mãos, desapareceu de repente em meio à multidão de participantes. Quando ressurgiu, estava em um beco, de frente para uma enorme lata retangular e esverdeada de lixo. Com um suspiro, o Gennin debruçou na lateral da mesma e começou a vasculhar o interior em busca das kunais que haviam sido jogadas fora pelo zelador que cuidava da arena; terminando, retornou para Hirei, mas falhou em perceber que uma casca de banana estava presa em seu cabelo, no topo da cabeça, como um chapéu engraçado. De braços cruzados e expressão séria, Haika fingia não ter acontecido nada, e apenas permaneceu ali, parado: - Coff coff ... Como eu dizia, boa luta!


. - Depois de mais três lutas, a segunda fase estava enfim terminada. Depois de alguns minutos, nos quais o lugar foi novamente limpo, os oito genins finalistas foram reunidos frente ao coordenador do Chuunin Shiken. Ele fitou a todos seriamente, como sempre tem feito até então, e falou: - — Parabéns. Vocês oito estão classificados para a terceira e última fase. Mas não se preocupe, ela não será realizada agora, mas somente daqui a duas semanas, tempo o suficiente para que possam descansar e dar um show que todos possam assistir. Sim, isso mesmo que pensaram: a próxima fase será uma competição aberta ao público. Civis, shinobis, lordes e senhores feudais estarão aqui para vê-los em ação. A terceira fase será também uma competição de luta, porém com um diferencial: será em dupla. Como são oito finalistas, serão quatro duplas, que se enfrentaram até que reste somente uma. Os componentes da dupla vencedora, no final, lutarão entre si, e então teremos o campeão do Chuunin Shiken. As duplas serão definidas por sorteio, e o tempo de duas semanas que terão servirá também para que os componentes se conheçam e planejem possíveis estratégias.

— Bem, vamos ao sorteio! Aqui em frente tem uma urna com oito bolinhas numeradas de um a oito. Podem se aproximar e pegar uma bolinha. O número que sortearem vai determinar quais serão as duplas, assim como os oponentes. - — completou o coordenador.
E em um minuto, todos já haviam sorteado seu número.

Uchiha Haika diz:
- Tsc ... Lá vamos nós. - Resmungou Haika, com uma casca de banana na cabeça. Ele se aproximou da urna, letárgico e pouco empolgado, e enfiou a mão para retirar a bolinha quando fosse sua vez - ao notar seu número, seus olhos se arregalaram diante do espanto: faria par com o assassino de Uzuki! Imediatamente pôs a esfera no bolso da jaqueta. A sombra de seus cabelos encobriam o olhar, e aparentemente indiferente, voltou para a fila com as mãos no bolso. Ocultadas, suas mãos trepidavam em raiva - sua mente relembrava, momento por momento, a morte de sua companheira e o sorriso bizarro na face daquele infeliz. E foi então que, erguendo a cabeça, o encarou de longe; seus olhos vermelhos, modificados pela aparição de sua Kekkei Genkai, fulminaram o garoto com a mais pura e sinistra fúria.


Hozuki Hirei diz:
. - Portando o mesmo olhar vazio de sempre, como se sequer tivesse satisfeito com sua chegada até ali, até à última fase, Hirei aproximou-se e pegou uma bolinha como instruído. Sua reação perante a mesma não mudou, visto que sequer conhecia o suficiente da sua dupla. Tratava-se de um usuário de armas, de nome Sadahiko. Podia servir bem em conjunto com suas habilidades, pela semelhança destas no quesito de taijutsu. Entretanto, o pequeno Hozuki pareceu não ligar para isso, limitando-se a olhar para o seu futuro aliado, sem nada dizer ou expressar.


Hibiki, o assassino de Uzuki, revidou o olhar de Haika, sem qualquer medo, mas não esboçou qualquer emoção além de desdém. Já Sadahiko respondeu ao olhar morto de Hirei com um sorriso, aparentando ser alguém bem humorado. Os demais competidores, de nomes Taisuke, Akimitsu, Reiji e Nagaharu, interagiam normalmente. Dali, todos iriam ter o merecido descanso, e depois desse dia de trégua, o trabalho árduo recomeçaria.


Última edição por Fësant em Dom 22 Set 2013, 13:31, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1668
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 03 | Seguindo em Frente   Dom 01 Set 2013, 10:03



############# Encerramento 1ª Temporada #############



##########################################


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Episódio 03 | Seguindo em Frente   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 03 | Seguindo em Frente
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» T02E04 - Seguindo em Frente
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» [EVENTO] MONTE SUA QUEST BASEADA NOS EPISÓDIOS DA SÉRIE POKEMON!
» Episódios Shippuuden [Spoiler-Alert]
» Seguindo Jornada

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Tópicos Arquivados :: Arquivos do Fórum :: Naruto SnS Online :: Toua: O Oriente :: Toua: Gaiden :: Episódios-
Ir para: