Fórum destinado a divulgação e composição do RPG - Naruto ''Shinobi no Sho'' - Sistema D8
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Menu
CSS MenuMaker
Últimos assuntos
» Episódio 47 | Encontros Esperados
Ontem à(s) 18:09 por Inozaki

» Episódio 46 | De volta a Konoha
Seg 12 Jun 2017, 14:46 por Fësant

» Episódio 45 | Shu
Seg 12 Jun 2017, 14:29 por Fësant

» Episódio 44 | A Aliança
Seg 12 Jun 2017, 14:11 por Fësant

» Episódio 43 | O Espião e o Outro Lado
Seg 12 Jun 2017, 11:47 por Fësant

» Episódio 42 | Planos para o Retorno
Qua 05 Abr 2017, 00:01 por Fësant

» Lançamento: Shinobi no Sho!
Dom 26 Mar 2017, 16:01 por Fësant

» Naruto ''Shinobi no Sho'' - Livro Básico
Seg 06 Fev 2017, 04:54 por Fësant

Parceiros

Licença
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Compartilhe | 
 

 Episódio 27: Partida.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Blackheart
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 211
Data de inscrição : 09/01/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 15:33

############## ABERTURA DA 2ª TEMPORADA ##############
###############################################################

Um calor agradável tomou seu corpo, o local não era muito confortável mais o fazia se sentir seguro. Uma sensação um tanto estranha. Os olhos lentos se abriram, abandonando toda a escuridão que o espreitava. O teto era antigo e de um tom branco, automaticamente observou por volta, percebendo que ainda estava no laboratório de Kazuya.

Era uma sala pequena, e seu parceiro Hioku nem os outros dois se encontrava lá, apenas uma porta a sala possuia, além da cama em que estara deitado e uma pequena mesa antiga. Seu machucado estava com ataduras e extremamente bem curado, porém um dolorido profundo ainda permanecia. O calor que sentirá antes era meio ilogico, mais à sala parecia um tanto quente. Na esquerda uma pequena mesa rústica, seus antigos vestes estavam lá e os fragmentos de sua antiga espada. Assim como qualquer outra coisa que carregava.

(...)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 15:51

▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
... Sua íris focou no teto conforme a visão retomou a nitidez. Apesar do tratamento médico, uma estranha perturbação em seu interior gerava desconforto a partir d'um calor incomum. Quando sentiu a primeira fisgada entre as costelas - local onde fora acertado pela cruel espada de seu inimigo - recobrou lembranças do que houve no último dia em que esteve acordado.
... Foi durante as noites em que dormiu que os demônios trazidos por suas escolhas vieram lhe assombrar. Por um instante vacilou, mas não importava mais. Daikyuu finalmente se ergueu, vestindo-se para descobrir onde diabos havia ido parar. Havia algo que o incomodava no ar; não apenas o calor, mas uma sensação de inquietação emanava daquele ambiente. Finalmente partiu, abrindo a porta para seguir a diante.


Última edição por Uchiha Daikyuu em Seg 29 Mar 2010, 02:22, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blackheart
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 211
Data de inscrição : 09/01/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 17:04

(...)

Um enorme corredor se encontrava após à porta. Os passos de Daikyuu lentamente voltavam ao normal assim como seu corpo, pareçe que o Ninjutsu Médico de Hioku havia deixado seu corpo extremamente dormente. Mais já passava aos poucos, afinal o ferimento havia sido extremamente profundo. Seus passos ecoavam pelo local, acompanhados pelas gotas que caiam do teto deixando o local extremamente umido. Após algum tempo de caminhada uma porta meio aberta o chamou atenção...

Dentro, uma pequena sala e na frente uma capsula como todas as antigas. Em sua frente, Kazuya observava o corpo que ali se encontrava. Não era possivel olhar de canto de olho. A porta era grossa e parecia protegida, e na sala apenas aquele corpo se encontrava. Era estranho, olhando daquele engalo, até parecia que Kazuya estava triste; claro, um engano total... alguem como ele...

(...)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 17:53

▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
... Não havia muito que se pudesse julgar. O rapaz recostou-se a parede, de braços cruzados; existia mistério por detrás daquele homem, e por mais poderoso que fosse, o Uchiha não enxergava a si mesmo como inferior. Seus olhos voltaram-se para o teto quando uma das gotas respingou em sua testa e escorreu por seu rosto.
... - Tsc ... - Ali permaneceu, assumindo uma postura quase tão pensativa quanto a de Kazuya. Por mais que houvesse se tornado forte, ainda havia um longo caminho a ser percorrido. Foi então que, finalmente, deixou a preguiça de lado e adentrou a sala após 1 minuto de reflexão. Sem nada dizer, aproximou-se até o centro e observou o que havia ao redor.


Última edição por Uchiha Daikyuu em Seg 29 Mar 2010, 02:23, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blackheart
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 211
Data de inscrição : 09/01/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 18:46

(...)
Daikyuu adentrou na sala e caminho até seu centro. Diferente de todos os outros compartimentos esta sala estava extremamente conservada, sequer uma gota caia do teto. Próximo à parede contraria da porta estava à capsula aonde Kazuya observava. Assim que Daikyuu parou ao lado de Kazuya, todos seus ossos pareceram estremecer... dentro da capsula um homem estava boiando com inúmeros utensilos presos à seu corpo. Ele possuia cabelos brancos e uma estranha venda tampava seus olhos. Estava nú e parecia não ter maneira de respirar. Ele esava morto.

Inicialmente ele não pode entender, mais logo ele conseguiu... aquele tremor era graças à pequena placa feita à mão que estava presa na capsula. Dizia: Myuura Kurama. Aquele era... Myuura Kurama... o primeiro Hokage de Konoha? Então era verdade, Kazuya havia o derrotado? Kazuya continuou parado, sem dizer uma palavra até: -- Havia muito tempo que não possuia... nenhum sentimento. Mais quando enfrentei este homem... -- Ele parou, era estranho. Kazuya falando com ele como companheiro? -- Eu tive... medo. -- Tudo ficou em silêncio. O quão monstruoso era o poder do Hokage? Kazuya se virou saindo da sala. -- Me acompanhe, estamos partindo. Os preparativos foram encerrados. --

(...)


Última edição por Near em Dom 28 Mar 2010, 19:14, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 19:03

▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
... O corpo que flutuava dentro do tanque lhe causou espanto - mas susto, realmente, foi ao descobrir a identidade daquele homem. A morte do Hokage trazia tanto desconforto quanto prazer; Konoha necessita de líderes melhores para seguir adiante como a nação que deveria ser !
... As palavras de Kazuya lhe despertaram o interesse. No fim das contas, até mesmo um homem como ele ainda era capaz de progredir ? Daikyuu manteve-se sério, e por alguma razão, não resistiu seguir diálogo mesmo que Kazuya tivesse lhe dado as costas: - Medo ... É sinal de progresso. Obriga a quem sente lembrar-se de que ainda há pelo que se lutar, seja o que for, pelo for, como for. Um sentimento desnudo de preconceitos fortalece o espírito.
... Assim, seguiu a diante logo atrás, perguntando-se que rumo tomariam a partir dalí e, também, se tão cedo teria a oportunidade de concluir sua missão. Permanecer ao lado de Kazuya também trazia certo proveito.


Última edição por Uchiha Daikyuu em Seg 29 Mar 2010, 02:24, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blackheart
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 211
Data de inscrição : 09/01/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 19:22

(...)

Kazuya parou poucos segundos, mais logo continuou a caminhar sem demonstrar se importar. Parece que havia escolhido a pessoa certa para... Daikyuu caminho para na porta uma segunda vez. Podia ver Kazuya andando, mais virou-se olhando diretamente para Myuura Kurama. Porém, teve um pequeno espasmo.

(...)

(...)

Tudo ficou branco por poucos segundos e Kurama estava em pé à sua frente, seus olhos fitaram o de Daikyuu e pareciam estar decepcionados. Sua mão foi de encontro à sua cabeça e como em uma criança bagunçou seu cabelo. Seus lábios sem voz se moveram e mesmo sem nenhum som que havia se tornado aquela sala ele pode ter certeza do que Myuura falava: "Eu o perdôou, Uchiha Daikyuu."

Nesta exato momento a porta fechou-se, Shisui estava fechando-a e olhou de canto de olho para Daikyuu. -- Oooh, gostou do Hokage-san? Esse é o preferido do Kazuya-senpai. Se continuar assim, vai acabar sendo... morto. -- Shisui parecia se divertir, com um sorriso de canto de boca. Kazuya seguia em frente normalmente, estava tão distraido que nem reparou quando Shisui chegou.

(...)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 19:38

▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
... Seus olhos se arregalaram por um instante diante da visão de Myuura logo a sua frente. Conforme a mão do homem veio até sua cabeça, Daikyuu abaixou os olhos, e em seguida, respondeu em um sussurro inaldível: - Obrigado. -
... O devaneio quebrou-se com a presença repugnante de Shisui. Apesar de um ótimo espadachim, aquele homem não lhe caia como boa companhia. De forma a seguir adiante e dar de ombros, disse com desprezo: - Fora do caminho, moleque do picolé. - Sua jornada começaria a partir dali. Apesar do perdão que achava ter de Myuura, suas mãos estarão ainda mais borradas de sangue em um futuro não tão distante assim.


Última edição por Uchiha Daikyuu em Seg 29 Mar 2010, 02:25, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Blackheart
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 211
Data de inscrição : 09/01/2010
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 20:27

(...)

Shisui olhou de canto de olho enquanto girava à escotilha para fechar à sala. Eles caminharam para fora do laboratorio. Inúmeros corredores e salas foram deixadas para trás. No fim, passaram pela sala em que Shisui e Daikyuu se enfrentaram indo em direção à porta destruida. Lá fora, Hioku se encontrava parado. Estava bem e já parecia estar ciente, afinal estava prepado. Os dois foram para fora, Kazuya e Daikyuu.

Lá, Kazuya se virou parando de frente para à porta do local enquanto Shisui que demorou um pouco parecia colocar algo dentro dos bolsos. -- Hehe, desculpe Senpai! Faltava uma coisa. -- Kazuya esperou que o mesmo saisse e logo fez alguns pequenos selos na mão, sussurrando. -- Adeus. -- Se abaixou lentamente e tocou no solo. Uma claridade gigantesca se formou e quando à mesma parou não havia mais nada no local, apenas uma pedra. Novamente Kazuya fez um segundo selo, tocando na pedra e um simbolo shinobi se formou por volta e se espalhou por toda a pedra emanando um brilho. Em segundos, os simbolos desapareçeram. Kazuya se virou olhando para os dois novos membros. -- Estamos indo... para Konoha. Está na hora de ver como progrediu, Daikyuu. --

(...)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sarutobi Hakuro
Lendário
Lendário
avatar

Mensagens : 473
Data de inscrição : 03/11/2009
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Dom 28 Mar 2010, 23:12

▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
... Era a hora da partida e, depois de tantos anos, regressar a Konoha. Daikyuu observou a forma como Kazuya selava a rocha - apesar de despreocupado, observava com certa suspeita aquela estranha prática, ainda que o motivo fosse óbvio o suficiente. Seu parceiro estava ápto a seguir caminho, assim como ele: - "Tsc ... A razão do regresso a Konoha não me atrai. -
... Sua espada estava em pedaços. Deveria encontrar um meio de tomar posse de outra no meio do caminho. Olhou de relance para Shisui, e então seguiu adiante. Um novo rumo nascerá a partir do momento em que seus pés tocarem o solo de Konoha uma vez mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dúh Stark
Narrador
Narrador
avatar

Mensagens : 90
Data de inscrição : 17/01/2010

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Seg 29 Mar 2010, 16:43

▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
...Há algum tempo atrás estava a observar as esdrúxulas cápsulas que estavam dentro daquele laboratório, sua dedução sobre elas era evidente, embora não tivesse comentado nada e assim iria continuar.
...Já estava cansado de tanta demora. Finalmente parecia que os Juunikamis iriam se mover, mas pelo que parecia, era apenas uma avaliação. Em primeiro momento o Yoni deduz que a intenção de Kazuya seria invadir Konoha, para ver se Daikyuu estaria livre dos laços com a vila. Entretanto, sabendo do poder que este homem tem, as razões para ele fazê-lo ainda eram ocultas. Um ser com tanto poder, traz admirações a Hioku que de certa forma o inveja ao ponto de querer superá-lo, porém o caminho para este fim, será longo.
“Vamos ver então quais as intenções do deus Zero. Sejam quais forem não deveremos nos desviar da missão...”
▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fësant
Administrador
Administrador
avatar

Mensagens : 1664
Data de inscrição : 23/06/2009
Idade : 28

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Seg 29 Mar 2010, 17:11

(...)
E distante daquele lugar...

— Ei, ei! Vai demorar muito com isso? Nós não saímos de Kumogakure para ver você ficar aí, sentado, meditando que nem um monge! — bradava o truculento shinobi, no auge de sua impaciência. Seu tipo era típico brigão: alto, braços e músculos fortes, feição rude. Não possuía cabelos. Sua pele era estranhamente mais escura que os mais comuns shinobis, fato derivado de sua origem: a Vila Oculta da Núvem.

— Tenha calma, Tourou. Você nunca viu Tenshun-sama divinar antes. Se ele demorar, é por que precisa ter certeza dos fatos ocorridos. — Disse o mais jovem shinobi, tentando acalmar o companheiro. Sua coloração de pele também anunciava a mesma origem do ninja grandalhão. Tinha um corpo comum, magro, cabelos claros. Também não era muito alto. Seu temperamento, contudo, era mais calmo e terno... pelo menos naquele momento. Sua calma advinha somente da confiança nas habilidades do shinobi que os lidera.

Os jounins se encontram nos Campos de Arroz, em área verde, porém deserta de população. Um dos ninjas, de costas para os demais, está sendo na grama, aparentemente meditando e completamente alienado da discussão dos outros dois. E assim permanece por mais 10 minutos, para cólera do companheiro brigão.

— Tsc! Já estou cheio de você, “gaijin”! — disse o grandalhão, aproximando-se de forma nitidamente ofensiva do shinobi que estava sentado. — Não estou ligando se você tem realmente sangue de Kumo ou não! Não vou ficar esperando aqui que nem palhaço, enquanto você fica sentando pensando merda!

O brigão estava a dois passos do shinobi. Nesse momento, o ninja que meditava relaxou sua posição. Respirou fundo. Então se virou para os dois companheiros que estavam logo atrás de si. Com a mão ao lado esquerdo do rosto e a expressão sempre calma, respondeu:

|| — Não precisa mais esperar, Tourou. Já vi o que necessitava ver.

O olho direito do shinobi, que estava à mostra, não possui uma aparência comum. Não era muito intimidador, ainda mais pela feição calma do shinobi. Contudo, ao encará-lo, o ninja de nome Tourou recuou. Experimentava uma sensação estranha, nunca sentida antes.

— Que bom que se acalmou... Não temos muito tempo. Iremos para Yougakure.

(...)
E no local traçado como destino pelos três jounins, outros shinobis, lutando por Konoha, passam um ou dois dias ainda no campo de batalha. Eles possuem uma nova missão, mas os cuidados com o atual combate ainda os prendem nas trincheiras. Por sorte, a situação da missão em si ainda não se modificou... pelo menos é o que esperam.

(...)


Última edição por Mestre Fësant em Dom 23 Maio 2010, 20:40, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://naruto.sistemad8.com conectado
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Seg 29 Mar 2010, 21:29

◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘
Dias haviam se passado, dias que porporcionaram tempo suficiente para que sua mente pudesse se despreocupar com a guerra e se concentrasse em um plano que pudesse transmitir segurança para assumir uma nova postura em relação ao Vulcão. Estava proximo do anoitecer, o acampamento estava um pouco mais barulhento que o de costume, graças ao fato de poucos confrontos terem se desenrolado ao longo dos dias que se passaram. Em sua cabana estavam Hana e Ryo, haviam sido chamados instantes atras para compartilhar de suas ideias.

-- Ambos estão cientes que não confio plenamente no time Akira e em seu plano, acredito que por serem de Konoha estão tão preocupados pelo bem estar da vila que não estão se preocupando com nosso bem estar, ou com a possibilidade de uma falha, falha essa que poderia custar a nossa vida ... Preço que não pretendo pagar mesmo pela Folha !!

Se sentando buscando ficar ainda mais calmo, leva as mãos unidas ao queixo encarando seus companheiros profundamente nos olhos.

-- Não podemos contar com eles, temos que nos ater a um plano nosso para termos mais segurança, estranho eles ainda não terem agido e nem se mobilizado, mas acredito que não estão longe de fazer seu movimento. Minha prioridade é o acordo de paz com o Youkage, nunca concordei com uma falsa proposta.

Se mostrando um pouco mais tenso, após sua pausa dirige-se inicialmente a Ryo, sua importância no seu plano era vital e precisava contar com as habilidades de seu companheiro.

-- Eis o que vamos fazer ... Vamos criar uma situação que atraia a atenção de um esquadrão do vulcão, quando fizermos isso iremos capturar os lideres desse mesmo esquadrão e usar seus conhecimentos a nosso favor, acredito que eles tenham as informações necessarias a cerca da vila, mas provavelmente irão guarda-las mesmo sobre tortura ... Ryo você é o mais capaz para extrair toda e qualquer informação que eles disponham, conto com você para realizar essa etapa.

Olhava firme e confiante para o membro do seu time, aguardando que o mesmo estivesse disposto e motivado com sua participação inicial no plano, e logo seguia com a explanação.

-- Na etapa seguinte munidos das informações vocês iram assumir o lugar desses shinobis do Vulcão e iram me escoltar até a Vila, quando eu for entregue vocês iram se infiltrar enquanto eu tentarei o acordo diplomatico com o Youkage. Provavelmente eu tendo sucesso ou não vocês continuaram na vila com o intento de descobrir a localização do Kinjutsu e quando o fizerem retornaram ao acampamento.

Se levantando se dirigia a curtina da cabana a abrindo entre os dedos, olhando seu exterior buscando a localização do time Akira.

-- Após essas etapas espero ter tudo que é necessario para que o time Akira possa adentrar o vulcão na minha presença em uma segunda visita que farei, alegando ter uma resposta do Hokage, que pretendo de fato adquiri caso seja necessario. No entanto eu espero que essa etapa não seja necessaria, se eu obtiver sucesso com o Younkage inicialmente acredito que o Kinjutsu deixara de ter o proposito que a Folha teme, vamos apostar na benevolencia do Kage do Vulcão ... Estão de acordo ?!

Olhando de volta para seu time buscava os olhos de Hana com um sorriso de certo modo confiante, sabia que a companheiro teria uma grande discordancia a cerca de seu plano.
◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius
Distinto
Distinto
avatar

Mensagens : 69
Data de inscrição : 01/12/2009
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Seg 29 Mar 2010, 22:33

============================================================== Passam-se dias e Ryo fica cada vez mais atento aos detalhes de seus novos 'companheiros'. Dia, tarde e noite, não importa o momento, ele sempre atento a todos os detalhes, a forma que agem, comem, respiram e quando dormem princialmente, com isso poderei ser mais ágil se eles ficarem contra nós. Mais sempre calmo e disciplinado junto a seus dois companheiros e únicos amigos em toda a sua vida, se assim ele pode dizer. A noite nos pega de surpresa depois de um bom tempo de caminhada. Formaram um acampamentoa qual iram conversar melhor sobre o plano e uma nova estratégia. Senta-se ao chão e apenas ouvindo calmamente seu companheiro Seshuu, em vezes em quando da umas leves olhada para Hana, mais não diz nada, estranhando que a mesma não esta lhe pertubando. Se isto acontece porque deva estar preste a predestinar o Apocalipse. Sua voz soa suave e também para evitar que 'outros' tentam ouvir a conversa, com a mão direita sobre o queixo e diz.
==============================================================

==============================================================
-- Entendo com perfeição meu companheiro Seshuu, seu plano é muito bom, creio que tenha entrado em sua mente algo que lhe disse alguns dias atrás sobre o Time Akira. Não tenho nada contra eles, mais se aquela mulher tentar ordenar nosso time e principalmente a minha pessoa, creio que não vai ser nada bom para ela meu amigo. Mais eu sou pacifista até de mais meu amigo, você me conhece, a prova viva esta aqui ao nosso lado. --

Após terminar de falar, aponta com o dedão para o lado e onde esta Hana.

-- Eu sei que você não gosta muito do meu jeito, mais estamos juntos como uma equipe a um bom tempo, você é uma das poucas... Uma das pucas não, realmente a única mulher a qual eu tenho um grande respeito e sei que esta preparada para liderar no seu momento certo. --

Logo após encher a bola um pouco de sua companheira Hana, sorri realmente amigavelmente e coloca sua mão esquerda sobre o ombro da mesa dando três leves tapinhas, ainda sorrindo, mostrando realmente que é um belo rapaz, além de um sorriso encantador que faria qualquer mulher desmanchar a sua vontade. Agora voltando a olhar para Senshuu quando ele volta a falar, ouve algo de uma leve missão e uma confiança ao jovem Ryo, o mesmo fecha os olhos olhando um puco para baixo, depois de ouvir tudo, sua cabeça se levanta um pouco, seus olhos fitavam os olhos de seu companheiro e responde calmamente, sua expressão facial é serena como uma flor de lótus.

-- Porque contariamos? Não há necessidade, vamos concluir a missão normal ,que o time de Akira acha que estamos fazendo e deixa ela achar que esta no comando. Vamos realmente concluir isso vamos selar uma paz com o Youkage. É até melhor. Sobre a esquadrão do Vulcão, vamos fazer uma boa emboscada, e não se preocupe amigo, eles vão me contar tudo, sabe que sou o melhor para isso. --

Agora liberando um leve sorriso malicioso e aguardando o início da nova 'missão', algo que será de novidade para o Time Akira. Voltando a fitar seus companheiros e ouvindo as últimas palavras de Seshuu até o mesmo chamar atenção de Hana, com sua voz serena de sempre completa.

-- Não se preocupe, pelos meus cálculos a infiltração deva ser perfeita, quando acharmos ou não o Kinjutsu, retornaremos para cá. Temos que fazer isso já, antes que os ralés na outra cabana, desconfiem de algo. Então, quando partimos? --

Apó de falar, observa seus companheiros e Ryo esta mais do que ponto, a anciedade esta em sua cabeça, louco para conhecer o Youkage e principalmente ter em suas mão um Kinjutsu tão poderoso. E pelo contrário Ryo estranhamente não discordou nada de Seshuu...
==============================================================
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hikari Hana
Famoso
Famoso
avatar

Mensagens : 151
Data de inscrição : 14/11/2009

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Ter 30 Mar 2010, 11:06

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Os últimos dias foram bem mais calmos que os outros, não estava pensando na guerra e sim num possível confronto com uma força assombrosa, um Kage ! Será que o Time Hikari tería força suficiente ? Todos são fortes separadamente e MUITO mais fortes como um time, mas mesmo assim ainda existia o receio de sermos derrotados vergonhosamente. Seshuu contava seu plano e sua desconfiança no Time Akira, não gostava da parte de um possível encontro a sós com o Youkage, era realmente perigoso !

-- Seshuu, você ficou louco ?! Temos que ir nós três.. se alguma coisa sair do controle, é obvio que apenas nós três poderíamos com ele ! - Os olhos de Hana não apresentavam fúria ou algo do tipo, apenas uma vontade enorme de que um plano suicída não fosse executado.

Vira seu olhar para Ryo. -- Eu ainda acho muito perigoso.. mas temos que confiar uns nos outros, então acho que teremos uma trégua, criatura horrenda ! - Um sorriso confiante e despreocupado surge na expressão de Hana. -- Seshuu, tome muito cuidado.. sería terrível perder alguém do Time Hikari. Se o pior acontecer, tente aguentar o máximo até nós chegarmos.

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=


=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Olha mais uma vez para Ryo e diz sorrindo. -- Não me toque mais, seu Jinchuuriki Horroroso e Gosmento !


Última edição por Hikari Hana em Sab 03 Abr 2010, 00:26, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zeru
Veterano
Veterano
avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/11/2009
Idade : 30
Localização : Nova Iguaçu

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Ter 30 Mar 2010, 18:15

◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘
Sorri após as manifestações de seus companheiros, de certo modo estava satisfeito com o apoio da sua equipe. Por ter que técnicamente agir nas costas do time Akira precisavam ser rapidos e executar a fase preliminar da primeira etapa prontamenta, logo dando as costas para seus companheiros fala.

-- Vamos mudar um pouco a postura que tinha pensado inicalmente, a noite está caindo e provavelmente o vulcão irá usar nossa passividade recente para espionar o perimetro do acampamento, diferente de antes iremos nos mesmos e não um esquadrão fazer a captura, acredito que com um numero reduzido levantariamos menas suspeitas e poderiamos embosca-los com maior eficiência, nossas capacidades são mais que suficientes para tal objetivo !!

Saindo pelos fundos da cabana fala para seus companheiros já com o intento de adentrar o campo de batalha que delimitava a area de ação de Vulcão e Folha.

-- Rastrea-los não será dificil, vamos ser breves e não perder tempo, quanto mais rápidos formos mais cedo obteremos as informações pertinentes, dependendo das etapas concluidas mesmo que o time Akira perceba ou descubra nossa movimentação será tarde para eles intervirem, e se bem entendi sem a nossa ajuda eles não poderam seguir adiante ... Vamos !!

Como um vulto os shinobis desaparecem se dirigindo a seu objetivo, esquadrinhar o perimetro do acampamento e executar uma captura perfeita.
◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘◘
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
[Sytt] Kinuta Hagane
Notável
Notável


Mensagens : 23
Data de inscrição : 11/01/2010
Idade : 24

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Qua 31 Mar 2010, 02:11

Kinuta entrecruza os dedos e estica os braços, fazendo vários estralos de suas juntas...
As conversas ultimamente não foram as mais animadas, tanto com seu grupo tanto com o grupo Hikari... O clima estava tenso o tempo todo...
Não se viam muitos sorrisos naquele cenário, não que isso fosse inesperado...
A noite caia e Kinuta, que ainda não havia observado bem ao local onde estivera nos últimos dias, decide sair e dar uma volta...
-Ai ai - sussurra, quase como um suspiro, ao começar sua caminhada pelo lado de fora da cabana.
Durante os últimos dias, Kinuta não havia dormido direito, ficava apenas com os olhos fechados, porém o sono não chegava em momento algum... Por este motivo, ficou *montando guarda* durante as ultimas noites...
Kinuta olha para a cabana do time Hikari, e em seguida na direção de que vieram, uns 50 metros de distancia estava a floresta da qual tinham surgido, naquela direção era Konoha...
"Vou andar um pouco por entre as arvores, é bom para espairecer"
E em poucos segundos o jovem shinobi se encontra em um dos galhos mais altos de uma árvore, e o mais silenciosamente possível, começa a pular de galho em galho, de árvore em árvore, por um grande período de tempo, até que a escuridão toma conta do local quase que completamente, somente a luz das estrelas permitiam uma noção dos locais por onde se pisava...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ikko Takahara
Ilustre
Ilustre
avatar

Mensagens : 175
Data de inscrição : 25/10/2009
Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Seg 05 Abr 2010, 13:36

ΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞ
Os dias estavam muito parados e sem graça para Taka. Passavam os dias sentados, vendo os feridos e olhando para o céu, pensando e refletindo sobre os fatos. Ninguém conversou muito nesses dias, o clima era de tédio e apreensão sobra a nova missão.

A lua havia subido ao céu, e o sol iluminava outra parte da Terra. Era nesse momento que Takahara gostava de refletir sobre o que estava acontecendo, treinar, observar. Sentia-se mais livre, somente, ele a luz e as estrelas. Mas parecia que outra pessoa iria fazer o mesmo.

"Onde o Kinuta esta indo? Deve estar indo esvaziar a cabeça..."

Passou-se alguns minutos e Takahara também saiu da cabana onde o Time Akira estava concentrado. Sobre a cabana não tinha nada de ruim a declarar. Takahara já estava se acostumando com aquela paisagem no campo de batalha. Não havia tido nenhum confronto nesse tempo que eles haviam chegado, mas, os feridos do confronto anterior ainda estavam se recuperando aos poucos.

Saiu levando consigo seu material, o que era de costume, alias, estavam em um campo de batalha, nunca se sabe quando o inimigo vai atacar de surpresa. Foi então que começou a se dirigir a cabana do time Hikari, em passos lentos, demorou alguns minutos, estava calmo. Chegando na frente do local onde o grupo estava, Takahara parou bem a frente a porta. Foi então que começou a bater palmas. Foram 3, logo depois se pronunciou.

-- Olá! Alguém esta ai?! - Fala dando uma pausa. -- Eu poderia entrar?

Foi então que Takahara esperou alguma resposta, se é que alguém estava lá.
ΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius
Distinto
Distinto
avatar

Mensagens : 69
Data de inscrição : 01/12/2009
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Seg 05 Abr 2010, 21:43

============================================================== Ainda um pouco tenso, mais aliviado ao dizer tais palavras para Hana, mais ainda a coitada não muda mesmo, Ryo acha que ela é mesmo uma mula de sete cabeças. Já sabendo da missão, fica ali sentado em sua poltrona branca, toda detalhada em pedra branca, aparenta até ser um trono, o mesmo fica sentado e aguardando com seu cutuvelo sob a mesa. O silêncio da noite é bom, é confortante para o jovem Ryo, mais de umas noites para cá, sempre se sentindo estranho, como se olhos nas sombras lhe observa-se, no fundo deva ser algo de sua paranóia. Um som retira sua concentração, logo concentrando-se melhor, ouve ser palmas, logo ouve uma voz, era de Takahara, um dos subordinados de Akira. Um leve sorriso malicioso aparece em seu rosto, posicionando melhor em sua poltrona e diz calmamente. Já sabendo quem é. Um leve vento vem de dentro para fora da tenda, junto a voz de Ryo.
==============================================================
==============================================================
-- Tem sim Takahara! E claro, pode entrar, fique a vontade rapaz. Estavamos apenas conversando, logo iriamos até sua tenda para saber se estão bem. Por favor, entre... --

Após terminar de falar, ainda com o leve sorriso ao rosto, aguarda a aproximação do mesmo. Ryo olha para sua esquerda ele vê Seshuu, e libera um leve sorriso, logo olha ao lado direito ele vê Hana e liberando mais um sorriso. Logo voltando seu olhar para entrada e aguardando o jovem. -- "Vamos ver se este garoto é bom, ou é apenas uma pedra no sapato" . Parado e aguardando seu 'convidado' adentrar, sempre olhando em direção a porta, quando o mesmo entrar seus olhos entraram diretamente nos olhos do mesmo, não de um modo hostil, mais sim em um modo de 'superioridade'.
==============================================================


Última edição por Aokawa Ryo em Ter 06 Abr 2010, 20:17, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ikko Takahara
Ilustre
Ilustre
avatar

Mensagens : 175
Data de inscrição : 25/10/2009
Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Ter 06 Abr 2010, 19:00

ΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞ
Não demorou muito, Takahara já ouviu uma voz de dentro da tenda. Era Ryo que estava dando a permissão para ele entrar. Sem demora Takahara entrou, parecia estar ficando um pouco mais tenso. Logo quando conseguiu ver Ryo sentado em uma linda poltrona. Taka, ao olhar nos olhos do homem ali presente sentiu uma coisa estranha, foi então que um calafrio subiu pela sua espinha, mas logo se acomodou, de pé, na frente do Shinobi. Também ao olhar para o lado vê os dois companheiro de Ryo sentados, um a cada lado.

-- Você pode estar se perguntando o porque eu vir aqui, certo? Pois então, eu não quero demorar muito. -- Takahara olha para o lado, era uma tenda muito bonita, era melhor que a que o Time Akira havia ficado. -- Olá Hana. Olá Seshuu. Tudo bem? Respirando fundo e esperando a resposta dos dois, Takahara começa a falar

-- Pois então. Eu não sabia de uma boa parte do plano de Akira até chegarmos aqui, e ela começar a contar para vocês, não me pergunte o porque dela ter deixado todo plano escondido do próprio time. Takahara olha para a entrada da tenda, virando novamente para olhar nos olhos do Ryo. -- Quando ela começou a falar o plano dela, percebi que diversos pontos, apontados por mim e outros pelo seu time, estavam sem respostas ou muito mal elaborado. Por isso eu queria falar com vocês... --

Olhando fixamente para Ryo, e depois olhando fixamente para os outros dois ali presentes. Taka da um passo para frente, ficando a uns 2 metros de distância do Ryo. -- Eu queria saber se nós poderíamos conversar sobre alguns pontos desse plano da minha Sensei. Uma das coisas que mais me deixa desconfiado sobre esse plano, é o otimismo dela para achar o Kinjutsu. Eu acho que não vai ter placas falando onde ele vai estar. -- Fala dando uma risadinha de canto de boca em um tom claramente sarcástico.

-- Eu não conheço nada sobre o seu time, mas por ter uma fama tão grande quando a Akira disse, vocês já devem ter pensando em algum plano caso algo de errado, pois o plano de Akira não deixa muita saida se algo der errado com o Youkage da vila. E também, eu queria contar com o seu time para dar mais chance de sucesso pra a nossa missão, que por sinal é de extrema importância. Poderia contar com a sua ajuda para criarmos um plano melhor para executar essa missão? --

Takahara faz uma pausa esperando a resposta do homem a sua frente e dos outros membros do time. Agora, Takahara relaxa um pouco, já havia dito o que precisa falar, agora era so esperar a resposto do shinobi, e se tudo der certo, juntar as ideias e e dar uma adaptada no plano.

-- Não que eu queira esconder nada da minha Sensei. Mas eu acho que nós poderíamos apresentar nossas ideia sobre tudo isso depois. Então, vocês me ajudam? --
ΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius
Distinto
Distinto
avatar

Mensagens : 69
Data de inscrição : 01/12/2009
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Sex 09 Abr 2010, 11:33

============================================================== Ainda sentado em sua poltrona, apenas observa o jovem adentrar na tenda, Ryo vê a juventude que ele já teve neste jovem, não que ele seja muito velho. Logo que o mesmo chega, comprimentando seus dois companheiros, ele apenas olha para ambos também no momento. Seshuu apenas olha emitindo um leve sorriso, mais sempre com a expressão mórbida, como se estivesse pensando sempre em algo e responde o jovem calmamente: -- Olá rapaz, fique a vontade, estavamos apenas conversando, meu amigo... -- O mesmo volta a ficar em silêncio, logo Hana responde o mesmo sempre com aquele sorriso no rosto e estende o braço direito e diz sorrindo: -- Olá querido! Fique a vontade... -- Logo Seshuu volta a olhar e diz: -- Ryo, você que teve a brilhante idéia, sabe de tudo, então fale por nós, tudo bem? -- Ryo e seus dois companheiros este tempo todo sentado, logo Takahara se aproxima, ficando dois metros do mesmo, Ryo sorri e olhando para seus companheiros e diz.

-- Claro meus amigos... E Takahara, como Seshuu mesmo disse, não tem o porque não falarmos um pouco, entendo o que diz de sua Sensei... E posso lhe dizer o porque dela não ter lhe dado confiança... --

Ryo neste momento se levanta de sua poltrona, começa a contornar a mesa e 'passa' a mão no ombro de seu companheiro e ambos afirmam a cabeça se olhando, logo ficando ao lado do jovem Takahara, depois de ouvir todas as palavras do jovem, Ryo coloca a mão no ombro do jovem 'companheiro'. Sua expressão é sempre de seriedade e um dos rostos mais calmo deste mundo. Apertando de leve o ombro do jovem, como se fosse um amigo e diz calmamente com o jovem.

-- Bom meu jovem... Vou ser sincero com você, pois vejo sinceridade em seus olhos. Entendo o que você sente, pois já foi o mesmo em referência ao meu irmão mais velho, isso tem tempo e não importa agora para ninguém. Infelizmente, irei lhe dizer isso, sua Sensei não tem confiança em você, ela não esta segura de si e seu outro companheiro, ela não tem confiança nem em si própria. Não quero que me entenda mal jovem, não estou aqui para ridicularizar ninguém. Mais o 'meu' time Hikari estará sempre de portas abertas a você e seu companheiro. Creio que sua Sensei não é apta para liderar um grupo, não sendo machista, mais mulher nunca serviu e servirá para liderar homens, concorda? Ela pode ser forte, pode ser melhor do que todos nós, mais em uma guerra Shinobi, elas ficaram perdidas... Então amigo Takahara... Pode contar com a gente, que iremos lhe apoiar e ficaram por dentro dos planos. Já sobre o Kinjutsu, sua sensei esta ficando louca... por si própria, se eu fosse você ficaria de olho nela por um tempo. Já vou lhe falar sobre o que estamos pensando... --
============================================================== Logo olhando de leve para trás observando Hana com uma cara de raiva, pois falando mal das mulheres este tempo todo, ela doida para expressar algo, graças a Seshuu esta aparando por um momento e a mesma cruza os braços e se vira de lado, aos pouco se acalmando um pouco. Ryo então volta a olhar para Takahara e libera um leve sorriso e continua a observa-lo por um tempo, alguns segundo sem dizer nada e penso... -- "Será que ele percebeu? Acho que não..." -- Logo começa a comentar e termina de falar com Takahara.

-- Bom amigo, na verdade não temos um plano concretizado, mais a idéia de sua Sensei é completamente um suícidio e o meu plano de infiltração como eu tinha dito antes, seria o melhor no momento, você concorda? Isso não é uma traição, você pode compartilhar com sua sensei e seu outro amigo se desejar, mais vou lhe contar isso, porque vejo que você é um bom shinobi, eu vejo em você, detalhes que sua sensei não ver. Se eu tivesse um discípulo, queria que ele fosse assim disposto como você. Além disso você é especial garoto. --

Libero um sorriso, faço um sinal de joinha para o jovem, realmente Ryo esta se interessando por este jovem, principalmente pela capacidade de interesse é isso que faz Ryo se sentir melhor e em apreciar e compartilhar seus planos. O mesmo retira a mão do ombro do jovem e cruza os braço, olha rápido de um lado e outro, agora falando um pouco mais baixo e diz... Retirando de seu bolso a bandana do vulcão como tinha pego dias antes entre os mortos.
==============================================================

==============================================================
-- Bom se um dia desejar ser treinado com vigor e trocas de habilidade, pode contar comigo rapaz. Não sou muito poderoso, mais em respeito a todos nesta sala, eu sou bem capacitado como qualquer outro... E chega de enrrolação se quer fazer parte do plano, use esta bandana se infiltre como um ninja do vulcão, tente descobrir onde esta a localização do Kinjutsu e retorna e nos diz, aí que entra o plano e a sua reputação aumenta, talvez assim sua Sensei lhe reconheça se ela não lhe reconhecer como um grande Shinobi, o time Hikari com certeza irá lhe reconhecer, principalmente eu meu amigo. Depois que descobrir a localização se quizer compartilhar comigo e meus companheiros, e sua sensei e seu outro companheiro tudo bem. Isso é o inicio do plano, já sabendo a localização, vamos formar um outro plano para a busca e a trégua com o Youkage. Posso contar com você amigo? --

Ainda a frente com a mão estendida segurando a bandana do vulcão, esperando que Takahara aceite a missão e entre numa grande amizade com o time Hikari e com certeza será reconhecido pelo seu time e o de Ryo principalmente o que ele ver no garoto é falta de confiança do seu próprio time, pois eles só querem levar a fama para si próprio e não um trabalho em equipe... Como faz o time Hikari.
==============================================================
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ikko Takahara
Ilustre
Ilustre
avatar

Mensagens : 175
Data de inscrição : 25/10/2009
Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Seg 12 Abr 2010, 15:01

ΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞ
Era estranho, tudo que estava vendo era confuso para o garoto. Quando Takahara acabou Ryo levantou. Foi quando os membros do outro time falaram, que Takahara achou alguma coisa estranha. Taka notou na voz do Seshuu algo diferente, mesmo não conhecendo muito a pessoa em questão, ele falava como se estivesse pensando em outra coisa. Não havia explicação, era simplesmente, estranho, para o garoto.

Foi então que Ryo coloca sua mão no ombro do visitante. Takahara não estava esperando tal ação, e ele toma um pequeno susto. Ao olhar para o rosto do shinobi Takahara nota a seriedade como sempre, aparecia que ele não tinha muitas emoções. Sentindo um leve aperto no ombro, Takahara continua parado esperando a resposta que Ryo iria dar. Não demorou muito para que ele começou a a falar.

-- Pois é o que sinto. Desdo começo, quando essa missão foi proposta, eu nunca fiquei sabendo de muito detalhes como já te disse, parece mesmo que ela tem uma desconfiança nos outros.

Takahara continuou ouvindo o que Ryo tinha a dizer. Balançando a cabeça positivamente quando Ryo começa a dar sua opinião sobre Akira, alias, eram somente opiniões, e era isso que Takahara veio buscar nessa 'visita'; opiniões. Quando Ryo cita sobre a incapacidade das mulheres de liderar um grupo, Takahara simplesmente fica olhando para cara dele, sem dar nenhuma resposta sobre sua pergunta. Logo Ryo continuou a falar.

Takahara olha para Hana, que estava com uma cara de raiva, mas sem dar muita bola, Takahara continua se focando em Ryo.

-- Eu tenho algumas coisas sim a declarar sobre o plano da minha Sensei, por isso vim aqui, mas eu tenho duvidas sobre entrar da sua maneira. Mas de qualquer modo, entrar eu acho que não vai ser maior problema, e sim achar o Kinjutsu ou fazer qualquer diplomacia com o Youkage. Mas isso podemos falar depois.

Sem demoras Takahara percebe que Ryo retira do bolso uma bandana, a bandana que havia apresentado antes. Virando-se e ficando de frente para o Shinobi, Takahara ouve o resto de sua fala.

-- Claro, um dia podemos marcar de treinar, será uma honra com você ao meu lado, mas eu acho que seria melhor decidirmos esse problema que temos nas mãos.

Fala rápido quase junto com o Ryo, que continua a falar.

Ryo termina de falar, e Takahara estava precisando tomar uma decisão sobre o que faria e que caminho tomaria; concordava com o que Ryo falava, mas nunca deixaria seus amigos para traz e deixaria seu time de lado. Agora era Taka que se aproximava e colocava sua mão sobre o ombro de Ryo e então fala

-- Entendi... Mas espera um momento. Eu não vou fazer isso por um simples reconhecimento, ainda mais de pessoas que nem conheço, se é que me entende. Nem minha sensei eu conheço muito. Mas estou percebendo o que vocês estão buscando, e gosto dos seus princípios. Mas eu acho que seria muito precipitado ir agora, atraz de informações sobre o Kinjutsus, certo? Vou voltar para minha tenda, falar com minha Sensei e meus companheiros sobre o que aconteceu aqui, e então tomarei a decisão. Mas fique sabendo que também estou te admirando muito, você parece muito sábio, pensando nas pessoas e ao mesmo tempo no bem da missão, se é que não estou enganado sobre sua pessoa. Essas são duas coisas que preso muito. Como não vim aqui para fofocas não vou ficar falando de coisas internas desnecessária, mas fique sabendo que essa é mais uma coisa que não gosto no atual plano da minha Sensei, só pensa na missão, desmerecendo os outros, quando ela está errada, porque sem essas pessoas que ela não da importância, e missão que ela tanto presa não seria possível.

Retirando a mão do ombro do Shinobi a sua frente, Takahara começa a andar na direção da saída da tenda.

-- Depois que falar com eles, volto aqui para dar a minha resposta e ver se eu, e, ou, meus companheiros vão lhe ajudar nessa sua nova ação. Fique calmo, vou falar somente sobre sua ideia e o que esta buscando com seu novo plano. Eu sei o que não deve ser contado a alguns.

Dando um leve sorrido de canto de boca e um 'tchau' com a mão, Takahara começa a se dirigir a sua cabana, esperando encontrar alguém lá.
ΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞ

ΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞΞ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius
Distinto
Distinto
avatar

Mensagens : 69
Data de inscrição : 01/12/2009
Idade : 30
Localização : Rio de Janeiro

MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   Qua 14 Abr 2010, 10:00

============================================================== Em quanto falava, ouvia atentamente as palavras de Takahara, sempre com seus olhos em frente aos olhos do jovem, como se Ryo podia enfeitiçar as pessoas, além de serem belos olhos, soavam terrivelmente. Olha rapidamente de lado a altura de seu ombro quando o mesmo põe a mão em seu ombro, logo volta a olhar nos olhos de Takahara e as vezes afirmando com a cabeça as palavras do jovem, nem todas.

-- Entendo perfeitamente, não é uma questão de egoísmo, não estamos descartando sua Sensei e seu companheiro, pelo contrário, se eles puderem ajudar, seria bem melhor. E a precisão de reconhecimento como disse é em refrência a isso, sei que não importa um pouco para você isso no momento e sim a missão. Mais eu sei usa-las ao mesmo tempo a razão e a lógica. A razão poderia dizer que seria meus amigos aqui atrás e meus novos companheiros, vocês. E a lógica pode-se dizer a missão. Nós sabemos diversificar e separar as situações em todas as formas, da mais fácil e da mais crítica. --

Falava como se fosse um líder, no momento realmente era, guardando a bandana de volta em seu bolso, olha para trás observa seus dois companheiros e libera um sorriso pela primeira vez de amigavel, volta a olhar para Takahara, já o percebe se despedindo e se retirando da tenda, apenas sorri e estende a mão dando um leve asceno. E diz suas últimas palavras...

-- Certo, converse com eles e pense bastante no que eu lhe disse. Será o bem para todos e todas sairiam ganhando, eu não estou aqui para perder. Pois em si, viemos por vontade própria em ajudar Konoha. Não pedimos nada em troca... E nem estou cobrando nada agora, mais que quero lhe dizer é que sua Sensei é muito desconfiada, mais espero que ela pense sobre nós o mesmo que você pensa sobre nós. Pois você acaba de ganhar um novo companheiro... Até logo Takahara. --


Ainda na ascenação, fecha a mão no ar fazendo um sinal de joinha. Depois que Takahara sai da tenda, sabendo que não a vestígios de ninguém se vira para seus companheiros, volta a caminhar de leve ao centro de sua poltrona, ficando no meio entre Seshuu e Hana, sentado e sentindo-se confortado, apoiando ambos os cutuvelos na mesa, com ambas as mãos juntas nas proximidade da boca, olhando para frente e pensativo, de vagar olha para esquerda e vendo Senshuu... Logo em seguida olhando para direita, observa por um tempo Hana... Balança a cabeça de leve negativamente e libera um sorriso malicioso. Então volta a olhar ao centro e na mesma posição pensativa e fala bem baixinho...

-- Espero que estejam bem... Estou preocupado... Porque demoram tanto, Senshuu... Hana... --
==============================================================


############# ENCERRAMENTO DA 2ª TEMPORADA #############



#############################################
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Episódio 27: Partida.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Episódio 27: Partida.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Maior artilheiro de uma única partida
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» [EVENTO] MONTE SUA QUEST BASEADA NOS EPISÓDIOS DA SÉRIE POKEMON!
» Episódios Shippuuden [Spoiler-Alert]
» Assustador! - Episódio 1 "A Mansão Velha"

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto: Shinobi no Sho - Sistema D8 de RPG :: Tópicos Arquivados :: Arquivos do Fórum :: Naruto SnS Online :: Toua: O Oriente :: Toua: Hajime :: História :: Episódios :: 2ª Temporada-
Ir para: